EspanhaEuropaLa Liga

O mundo dá voltas: votação da Uefa aponta Torres como melhor contratação de janeiro

Convenhamos: a ida de Fernando Torres ao Chelsea é um dos negócios mais frustrados da história. Talvez, o pior já feito no mercado de janeiro. O atacante teve os seus bons momentos com os Blues, claro, especialmente nas contribuições para o título da Champions de 2011/12 – e aquele golaço contra o Barcelona resume bem as coisas, de um atacante que saía mais da área para buscar o jogo. Só que não adianta justificar muito. O espanhol nunca justificou os 50 milhões de euros pagos por seu futebol. Os gols perdidos serão muito mais lembrados.

VÍDEO: Por estes lances que a torcida do Atleti se empolga tanto com a volta de Torres

Torres ampliou um pouco mais o seu calvário em seis meses no Milan. Até buscar a redenção em sua velha casa, o Atlético de Madrid. E os gols decisivos que o velho El Niño marcou no clássico contra o Real Madrid certamente deixaram uma boa impressão em quem acompanha futebol. A Uefa realizou uma pesquisa em suas redes sociais, que contam com mais de 50 milhões de seguidores, para saber quem foi a melhor contratação de janeiro. Ganhou justamente Fernando Torres, em um negócio relativamente barato para os colchoneros, que já rendeu novos momentos de idolatria ao eterno ídolo.

Além de Torres, os outros cinco primeiros da lista da Uefa não fogem tanto dos nomes mais badalados do mercado. Também aparecem Wilfried Bony, Seydou Doumbia, Xherdan Shaqiri e André Schürrle. Surpresa maior é não ver Juan Guillermo Cuadrado, principal negócio do último dia da janela – e nem dá para dizer que o problema foi falta de tempo para o colombiano ser citado, já que Schürrle aparece entre mais votados. Já entre os que não aparecem no resultado final da Uefa, outros nomes que merecem menção são os de Enzo Pérez (Valencia), Gabriel Paulista (Arsenal), Lucas Silva (Real Madrid), Manolo Gabbiadini (Napoli) e Marcelo Díaz (Hamburgo).

Obviamente, Fernando Torres ainda terá muitos outros desafios para provar que está mesmo de volta. Entretanto, só por seu início, não dá para negar que a aposta já valeu o Atleti. O aumento da confiança do atacante é evidente e, por mais que não tenha a potência física de outros tempos, mostra que o faro de gol ainda existe. Por mais que seja reserva de Mario Mandzukic no Campeonato Espanhol, pode ser muito útil na Champions League. A idolatria da torcida colchonera não é à toa. E isso certamente influenciou a votação no site da Uefa.

E aí, qual a sua opinião? O que achou da contratação de Torres? E quem são os cinco melhores negócios desta janela?

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo