La Liga

Xavi chama para si a responsabilidade por crise e anuncia saída do Barcelona ao final da temporada

Treinador catalão concedeu entrevista melancólica e contundente após derrota sofrida pelo Barcelna para o Villarreal por 5 x 3

Está instaurada a crise no Barcelona. A eliminação na Copa do Rei para o Athletic Bilbao no meio da semana e a goleada sofrida para o Villarreal neste sábado, por 5 x 3 pela 22ª rodada da La Liga, parece ter sido a gota que fez o balde transbordar no time catalão e reverberou de forma imediata nos vestiários do time Blaugrana quase imediatamente após o apito final no Camp Nou. Logo após o duelo, o técnico Xavi anunciou que não vai permanecer no clube para a próxima temporada.

“Não seguirei como treinador do Barcelona a partir do dia 30 de junho”, afirmou Xavi em entrevista coletiva pós derrota para o Villarreal neste sábado.

No duelo deste sábado, o Barcelona saiu perdendo por 2 x 0, gols marcados por Gerard Moreno e Akomach, chegou a virar o confronto com gols de Gundogan, Pedri e um gol contra de Bailly, mas sucumbiu em um final de jogo dramático para o time catalão, quando de forma inacreditável acabou levando três gols em menos de 20 minutos e foi derrotado por 5 x 3 em pleno Camp Nou.

Xavi revelou na entrevista pós-jogo que estava planejando pedir demissão há uma semana. Se tivesse vencido hoje, o treinador do Barcelona afirmou que poderia ter repensado sua decisão, mas com os dois últimos resultados, achou melhor decidir pela sua saída do cargo ao final da temporada.

“Se tivéssemos vencido por 3-2, talvez eu não o tivesse dito hoje, mas talvez na próxima semana fosse uma questão de encontrar o momento, já tinha decidido isso há muito tempo”, revelou o treinador.

Decisão de Xavi é irregovável

O treinador do Barcelona está convicto de sua escolha e definição, o treinador não quer mais fazer parte da comissão técnica Blaugrana e também afirmou que ainda não tinha conversado com os jogadores da equipe, o que pretende fazer nos próximos dias para comunicar de forma oficial a sua decisão. Perguntado se considerava que os motivos dos insucessos do time catalão estava relacionado ao seu trabalho, o técnico do clube Blaugrana foi enfático ao afirmar que se sentia como principal pilar deste momento ruim do time.

“Não contei aos jogadores, amanhã falarei com eles, hoje os vi muito ferrados, é um dos motivos dessa mudança de dinâmica, eles não merecem a situação que estamos passando. qualidade humana muito boa, equipe muito boa e o que está acontecendo muitas vezes não tem explicação. Temos que ser corajosos assim como fomos quando chegamos, e não nos apegarmos ao cargo e ao contrato.

Xavi decide pela sua saída do Barcelona em um momento ruim da equipe na temporada. A equipe foi vice-campeã da Supercopa da Espanha ao perder a decisão para o maior rival Real Madrid por 4 x 1, foi eliminada nas quartas de final da Copa do Rei, perdendo por 4 x 2 na prorrogação para o Athletic Bilbao no País Basco e se afastou ainda mais da luta pela conquista da La Liga. Neste momento, o time catalão está a dez pontos de distância para o time Merengue, que lidera a competição com 54 pontos.

A única competição que o Barcelona se mantém vivo é a Champions League. Nas oitavas de final do torneio, o adversário será o Napoli. Mesmo em um momento ruim, Xavi acredita que pelo material que tem em mãos o time terá condição de fazer uma campanha digna e brigar pelo título continental.

“Espero que possamos ganhar a Liga dos Campeões, vamos lutar e competir. Estou muito otimista. E podemos disputar a Liga, é muito difícil, mas vamos nos entregar ao máximo”, argumentou Xavi.

Até o momento, Xavi treinou o Barcelona em 122 jogos, com 76 vitórias, 20 empates e 15 derrotas, com 233 gols marcados e 130 gols sofridos. Como treinador do time culé, o treinador de 44 anos conquistou a La Liga na última temporada, assim como a Supercopa da Espanha.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo