La Liga

Mason Greenwood se acha no Getafe e vai mostrando do que é capaz em campo

Vindo por empréstimo do United, Greenwood tem sido peça fundamental nos últimos jogos do Getafe

O esporte tem como função ajudar as pessoas a recuperar a sua melhor versão. Mesmo em um momento de decadência, o jogo coletivo e o apoio dos torcedores podem transformar a vida de uma pessoa e dar um novo significado a ela. Tem sido assim pelo menos com Mason Greenwood, jovem inglês de 22 anos que pertence ao Manchester United, mas está emprestado ao Getafe da Espanha, sendo importante aos Azulones, que ocupam neste momento a 8ª colocação da La Liga com 19 pontos ganhos.

Acusado de tentativa de estupro, comportamento coercitivo e agressão à sua ex-namorada em janeiro de 2022, ainda quando era jogador do United. Os Red Devils afastaram o jogador durante o percorrer do processo. Em fevereiro de 2023, a promotoria definiu por retirar todas as acusações após a retirada de testemunhas-chave e também de um novo material que veio a público. Internamente, o Manchester fez uma investigação interna e optou pela saída do jogador, que acabou no Getafe por empréstimo até o final desta temporada.

Com medo da repercussão negativa entre os torcedores, nenhum outro clube inglês expressou o desejo de contratá-lo, mesmo que a Justiça tenha decidido que o atleta não é passível de condenação. Dentro de campo, Greenwood recebeu o apoio e carinho dos torcedores do Getafe, embora o começo de sua jornada na Espanha tenha sido complicado, com direito a gritos pedindo sua morte por parte da torcida do Osasuna, em seu jogo de estreia.

Entretanto, fato é que a condição de Greenwood em campo mostra que o jogador é muito capaz de fazer a diferença positivamente e que o triste episódio envolvendo dua vida pessoal não abalou o jogador em campo, já que vem ajudando e muito os Azulones nesta temporada. Em 11 jogos disputados, sendo dez pela La Liga e um pela La Liga, o jovem inglês, que também possui nacionalidade jamaicana, anotou quatro gols e três assistências. Inclusive, o meia-atacante de 22 anos deu duas assistências e marcou um gol, tendo participação direta em gols nos últimos três jogos.

Esforço de Greenwood e apoio do Getafe foram importantes para retomada do jogador

Assim que foi afastado do United, em janeiro de 2022, Greenwood manteve o foco em sua preparação física, e contou com o trabalho de um personal trainer para manter a forma e o foco para retomar a sua carreira em alto nível. O esforço do inglês foi tanto que o técnico Bordálas e Ángel Torres, presidente do Getafe, afirmaram que tiverem de ter cuidado para não estourar o jogador assim que chegou, tendo em vista o cansativo e repetitivo treino que fez durante o período em que esteve fora dos gramados.

Entre os companheiros de Getafe a recepção foi a melhor possível, o que motivou Greenwood a aprender espanhol para facilitar a comunicação entre os colegas de time. Além da técnica em campo, os outros jogadores da equipe se impressionaram com o condicionamento físico de Greenwood, que realmente trabalhou para apagar o que aconteceu em 2022 e focou na sua melhor versão esta temporada.

Após seu jogo de estreia, realizado no dia 17 de setembro, na vitória do Getafe diante do Osasuna por 3 x 2, o técnico Bordalas fez questão de elogiar o empenho de Greenwood, a entrega do jogador em campo e fez questão de mencionar a importância do jogador ter se integrado ao grupo em pouco tempo, o que durante as demais jogos da temporada, mostrou ser um fator importante para a retomada do bom futebol do jogafor.

“Foi um dia muito especial para ele. Se sentir como um jogador de futebol novamente é uma grande satisfação. Ele está muito integrado, considerando que foi um curto período de tempo. Ele está se comportando muito, muito bem. Ele é um garoto que quer melhorar e está muito empolgado por estar aqui. Estamos todos muito felizes”, disse Bordalas após a vitória do Getafe diante do Osasuna.

 

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Existe um ditado que diz que o bom filho a casa retorna não é? Pois bem, sou Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia, de volta ao site após quatro anos, e agora redator do Trivela, um dos maiores portais de futebol do Brasil. Sou jornalista, especializado em Marketing digital e narrador do Portal Futebol Interior e também da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo