Copa do MundoItália

Roberto Mancini: “Continuo pensando que ganharemos uma Copa do Mundo”

Técnico da seleção italiana, Roberto Mancini diz que pensou em sair depois da derrota para a Macedônia do Norte, mas segue acreditando que a Itália pode ganhar uma Copa do Mundo

A Itália será a única campeã do mundo ausente na Copa do Mundo no Catar, no fim deste ano de 2022. A Azzurra caiu na repescagem diante da Macedônia do Norte, mesmo jogando em casa, o que gerou uma frustração imensa em um time que tinha conquistado a Eurocopa meses antes. Apesar disso, o seu técnico, Roberto Mancini, continua acreditando que a seleção italiana ganhará uma Copa do Mundo e já pensa em 2026 – e, antes disso, na Euro 2024.

“De quando eu me tornei técnico, eu tinha um objetivo: ganhar a Eurocopa e a Copa do Mundo. Um ano atrás, com a taça nas minhas mãos, eu disse a mim mesmo: ‘vou ganhar a outra’. Estava pensando nesta Copa do Mundo, obviamente não será o caso. Mas continuo pensando que ganharemos uma, sim”, afirmou Mancini.

Apesar de toda essa confiança, o técnico confessou que depois da derrota para a Macedônia do Norte, que fez com que o time perdesse definitivamente a vaga para a Copa do Mundo, ele pensou em pedir demissão. Mais do que isso: ele considerou até mesmo pedir demissão antes: quando ganhou a Eurocopa, há um ano.

“Mais a segunda vez: eu estava em uma situação muito difícil. Pensei um pouco sobre isso após Wembley [onde foi a final da Eurocopa], mas havia uma Copa do Mundo um pouco mais de um ano depois”, contou o técnico. Apesar de ter pensado em sair, ele continuou. E foi algo que a Federação Italiana (FIGC) sempre quis manter, ao menos nas palavras do seu presidente, Gabriele Gavina.

Mancini então foi perguntado se por tudo que aconteceu, especialmente a eliminação e não ter conseguido se classificar para a Copa, fez com que a impressão é que a conquista da Euro foi inesperada. “Nós certamente conseguimos um milagre, mas não apenas pelo título da Euro: em três anos e meio estávamos jogando no mais alto nível.

“Acontece de vencer um torneio porque tudo dá certo naquele mês, mas não foi o nosso caso. Houve uma jornada precisa atrás de nós que nos levou até ali, muitos jogos importantes, não apenas sete”, ressaltou o treinador italiano.

O objetivo da Itália agora é a Eurocopa 2024, que será na Alemanha. Depois sim vem a Copa do Mundo em 2016, nos Estados Unidos, México e Canadá. Será uma Copa a Itália não deve ter problemas em se classificar, já que serão 48 seleções a disputar o torneio. Ou será que terá?

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo