Copa do Mundo

Alphonso Davies irá doar bônus da Copa do Mundo pelo Canadá: “Quero retribuir”

Estrela da seleção canadense, Davies disse que quer retribuir o fato do Canadá ter acolhido ele e sua família, refugiados, e por isso doará todo o bônus da Copa para caridade

Alphonso Davies é um jogador de trajetória impressionante no futebol. Hoje lateral esquerdo, o canadense tem apenas 21 anos, mas já viveu bastante coisa. Brilhou pelo Vancouver Whitecaps, se transferiu para o Bayern e se tornou um dos melhores laterais esquerdos do mundo. Estrela da seleção canadense, o jogador afirmou que vai doar todo o seu bônus que receberá pela participação na Copa do Mundo pelo Canadá a instituições de caridade, como forma de retribuição pelo que o país que acolheu a ele e sua família.

“O Canadá acolheu a mim e à minha família e nos deu a chance de uma vida melhor”, disse o jogador do Bayern de Munique no Twitter. “Isso me permitiu viver meus sonhos. É uma grande honra jogar pelo Canadá e quero retribuir, então decidi doar o que vou receber de bônus da Copa do Mundo deste ano para caridade”.

Davies nasceu em um campo de refugiados em Gana, filho de pais liberianos. Seus pais viviam em Monrovia, capital da Libéria, e fugiram de uma guerra civil no país. Não foram só eles: mais de 450 mil pessoas fugiram do país por causa da guerra. Em 2005, os seus pais imigraram para o Canadá e se estabeleceram em Edmonton. Foi lá que ele começou a jogar futebol e começou a sua carreira no time 2 do Whitecaps. Jogou na seleção sub-17 e sub-20 do Canadá em 2016 e estreou pela seleção canadense principal em 2017.

Brilhando na MLS e depois na Europa pelo Bayern, Davies foi crucial na excelente campanha do Canadá nas Eliminatórias da Copa do Mundo. O Canadá ficou em primeiro lugar, desbancando as duas grandes potências da Concacaf, México e Estados Unidos. Garantiu seu lugar na Copa do Mundo 2022 no Catar e, em 2026, a Copa do Mundo será em casa, com o torneio dividido com Estados Unidos e México.

O Canadá fará a sua estreia na Copa do Mundo 2022 no dia 23 de novembro, contra a Bélgica, pelo Grupo F. Ainda tem Croácia e Marrocos no grupo, na disputa por uma vaga nas oitavas de final.

LEIA MAIS: Os principais responsáveis por levar o Canadá de volta à Copa depois de 36 anos

LEIA TAMBÉM: Boicote dos jogadores da seleção canadense termina, mas disputa sobre premiação está longe do fim

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo