Brasil

Vasco já arrecadou milhões com jogos fora do Rio no Carioca

Até o momento, o Vasco já teve três jogos do Campeonato Carioca longe do Rio de Janeiro, e vai ter mais um nesta Taça Guanabara

As viagens do Vasco para fora do Rio de Janeiro durante o Campeonato Carioca já encheram os bolsos do clube. E esse valor vai aumentar ainda mais até o fim da Taça Guanabara, com mais um jogo fora do estado. Até o momento, com as três partidas realizadas fora do Rio, o Cruz-Maltino já arrecadou quase R$ 2 milhões.

Para ser mais exato, com os jogos contra o Bangu, no Mané Garrincha, em Brasília, contra o Nova Iguaçu, no Parque dos Sabiás, em Uberlândia, e contra o Audax, na Arena da Amazônia, em Manaus, o Vasco arrecadou R$ 1,95 milhão. Para comparação, nos outros quatro jogos da Taça Guanabara, o clube arrecadou R$ 330.565,44.

Desses três jogos, apenas contra o Audax, em Manaus, o Vasco era o mandante. Contra o Bangu e o Nova Iguaçu, o Cruz-Maltino era visitante. Ainda assim, por acordo entre os clubes e os organizadores das partidas fora do Rio de Janeiro, o Vasco também fica com uma considerável da renda – inclusive, maior que as dos respectivos mandantes.

No empate com o Bangu, no Mané Garrincha, por exemplo, o time da Zona Oeste do Rio de Janeiro levou R$ 200 mil, enquanto o Vasco ficou com R$ 450 mil. Já contra o Nova Iguaçu, em Uberlândia, o Vasco ficou com o dobro do adversário. Foram R$ 250 mil para o clube da Baixada Fluminense e R$ 500 mil para o Vasco.

Confira quanto o Vasco arrecadou nos jogos fora do Rio de Janeiro

  • Bangu x Vasco, no Mané Garrincha, em Brasília: R$ 450 mil;
  • Nova Iguaçu x Vasco, no Parque dos Sabiás, em Uberlândia: R$ 500 mil;
  • Vasco x Audax, na Arena da Amazônia, em Manaus: R$ 1 milhão;
Vasco recebeu R$ 1 milhão pelo jogo contra o Audax, em Manaus (Foto: Icon Sport)

Vasco tem mais um jogo fora do Rio de Janeiro

Depois destes três jogos, o Vasco ainda tem mais uma partida fora do Rio de Janeiro na sua agenda. Na 10a rodada, o Cruz-Maltino vai enfrentar o Volta Redonda, no Kleber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo. A data ainda não foi oficializada, mas a tendência é que o jogo ocorra no dia 24 de fevereiro, em horário a confirmar.

O que diz o regulamento do Carioca sobre jogos fora do Rio

O regulamento do Campeonato Carioca permite que o clube mandante indique estádios fora do Rio de Janeiro para a realização de seus jogos. Mas uma peculiaridade chama a atenção nas regras da competição. Se um dos “quatro grandes clubes”, como classifica a própria Ferj, decidir jogar fora do estado, contra um “clube formador” (ou seja, de menor tradição), a equipe visitante não pode se opor a decisão.

No entanto, quando um clube de menor expressão indica um estádio fora do Rio de Janeiro para a realização de um jogo contra um dos grandes, a diretoria do time visitante precisa dar o aval para a realização da partida. Por isso, estes acordos em que o visitante recebe mais do que o mandante.

Nos dois casos, a Ferj também precisa autorizar a realização do jogo fora do Rio de Janeiro e o clube mandante precisa garantir o transporte, hospedagem, translado e alimentação da delegação do time visitante. Além disso, também precisa pagar um valor decidido pelo Conselho Arbitral ou 20% da receita líquida da partida.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor de Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo