Brasil

Quais são os times que fazem parte da Liga Forte União?

União da Liga Forte Futebol com a União Brasil corre contra o tempo para vender os direitos de transmissão dos seus clubes

A partir de 2025 o futebol brasileiro deve passar por grandes transformações, principalmente no que diz respeito aos direitos de transmissão dos clubes e também na divisão das receitas das equipes. A Libra (Liga do Futebol Brasileiro) e a Liga Forte União (LFU) disputam entre si a organização do Campeonato Brasileiro e discutem desde 2022 uma forma para criar uma liga unificada no Brasil.

O objetivo é a distribuição de forma mais igualitária das receitas de cotas de premiação e direitos de transmissão dos jogos de maneira mais nivelada. A expectativa é de que com a criação de uma nova liga no futebol brasileiro a expectativa de faturamento seja o dobro do que é atualmente gerado no futebol brasileiro, já que uma série de pacotes de serviços seriam negociados como o naming rights, direitos de imagem, produção de games licenciados para PCs e consoles além de outros conteúdos exclusivos.

O que é a Liga Forte União?

A Liga Forte Futebol é mais uma alternativa dos clubes para a organização do Campeonato Brasileiro e visa, entre outras coisas, fortalecer o cenário do futebol brasileiro e nivelar as receitas das equipes que participam da competição. Formada inicialmente por 26 clubes, a LFU foi formada após divergências de alguns times em relação à proposta apresentada pela Liga do Futebol Brasileiro. Inicialmente chamada de Liga Forte Futebol, mudou de nome após a incorporação do Grupo União, formado por Vasco, Coritiba, Cruzeiro e Botafogo.

A principal diferença da Liga Forte União e da Libra diz respeito à divisão igualitária dos clubes pela participação na competição e também na porcentagem de ganhos dos times sobre a audiência gerada pelas equipes (presença de públicos nos estádios, engajamento nas redes sociais e tamanho da torcida). Enquanto a LFU defende uma porcentagem de 45% na divisão igualitária, a Libra ofertou 40%. Na questão da audiência, a Liga Forte União ofertou 25% e a Liga do Futebol Brasileiro 30%.

Quais times fazem parte da Liga Forte União?

  • Athletico-PR;
  • América-MG;
  • Atlético-GO;
  • Avaí;
  • Botafogo;
  • Brusque;
  • Chapecoense;
  • Ceará;
  • Criciúma;
  • CRB;
  • Cruzeiro;
  • CSA;
  • Cuiabá;
  • Figueirense;
  • Fluminense;
  • Fortaleza;
  • Goiás;
  • Internacional;
  • Juventude;
  • Londrina;
  • Náutico;
  • Operário;
  • Sport;
  • Tombense;
  • Vasco;
  • Vila Nova;

Projeção de receitas para os clubes da Liga Forte União

Na proposta apresentada pela Libra, o clube que receberia mais, ganharia no máximo 3,9 vezes mais do que o time que receberia menos e essa diferença seria diminuída gradativamente caso a arrecadação do bloco ultrapassasse a marca dos R$ 2 bilhões de reais. Em contrapartida, a Liga Forte União deseja que o máximo de diferença entre o time que mais ganhar e o que menos arrecadar seja de 3,5 vezes. Com isso, a competitividade seria mantida, bem como a atratividade pública do produto, grupos de mídia e patrocinadores.

Os times da Série A que fazem parte do grupo, casos de Athletico-PR, Atlético-GO, Cuiabá, Fluminense, Fortaleza, Internacional, Juventude, Cruzeiro, Vasco, Botafogo e Criciúma fecharam a venda de 20% dos seus direitos de transmissão de TV para a Live Mode (detentora da Caze TV), XP, investidores da LCP e para o fundo General Atlantic.

LFU notifica Corinthians sobre desistência de compra dos direitos de TV do clube

O mesmo grupo fez uma proposta ao Corinthians, que estava insatisfeito com os valores oferecidos pela Libra e Globo e por pouco não aderiu à Liga Forte União. Contudo, nesta segunda-feira o clube paulista foi notificado da retirada da proposta de compra dos direitos televisivos do clube, com a justificativa de que o prazo para resposta havia sido ultrapassado. A LFU precisa iniciar o processo de negociação dos direitos de transmissão dos clubes que fazem parte do grupo de forma dividida.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo