Brasil

Tendência é Abel Ferreira anunciar hoje que segue no Palmeiras, mas sem discutir extensão contratual

Alta cúpula do Palmeiras tem reunião agendada com Abel Ferreira nesta sexta-feira (08)

O técnico Abel Ferreira deve anunciar nesta sexta (8), à presidente Leila Pereira, do Palmeiras, que vai cumprir seu contrato com o clube. O bicampeão brasileiro tem vínculo com o Alviverde até o fim de 2024.

O português tem uma reunião agendada com o cúpula do clube. Além de Leila, o primeiro vice-presidente, Paulo Buosi, e o diretor de futebol, Anderson Barros, estarão no encontro.

O mote oficial do compromisso é fazer um balanço do trabalho da comissão técnica na temporada, como vem sendo praxe desde 2021.

No momento, o português não está interessado em discutir uma possível extensão contratual, como é o desejo do Palmeiras.

A negativa em conversar sobre o tema não é necessariamente desinteresse, mas sim fruto de exaustão – algo que uma conversação do tipo, muito minuciosa e detalhada, apenas agravaria.

Conforme a Trivela apurou há alguns meses, o Palmeiras quer oferecer ao técnico um contrato longo, que poderia ir até 2027.

Tais conversas até já foram colocadas para avaliação de Abel, que não quis se aprofundar no tema, conforme fontes disseram à reportagem.

Mistério total

A decisão de Abel vem sendo misteriosa até mesmo para membros do seu estafe e para os jogadores do Palmeiras.

Indagado sobre o tema na entrevista coletiva, Murilo, apontado como um dos melhores zagueiros do torneio na premiação, afirmou:

– Nós estamos como vocês, nao sabemos nada – garantiu.

No ano passado, Abel disse mais de uma vez que, caso fosse deixar o clube, seus jogadores seriam os primeiros a serem comunicados. Como o grupo já está de férias desde ontem, tal ação já não seria possível nesta temporada.

Dicas

Embora não tenha cravado sua permanência no Verdão, Abel Ferreira vem dando reiteradas dicas de que vai seguir no Palmeiras.

Depois da vitória sobre o Fluminense, no último dia 3, ele disse “não sou ingrato”, quando indagado sobre o tema.

Já na quinta-feira, durante sua chegada na cerimônia de entrega dos prêmios da Bola de Prata, da ESPN, o treinador disse “eu acho que sim”, sobre a mesma questão.

— Há uma forte probabilidade de eu ficar, há um contrato. Gosto de cumprir o contrato. Mas eu preciso sair. Ao contrário do que alguns pensam, ganhar de forma consecutiva da muito trabalho. Desgaste muito grande, é preciso ter muita energia. A minha função é cuidar e motivar dos outros. E a mim, quem faz isso comigo? – disse ainda.

— São três anos muito intensos, prazerosos. Muitas conquistas, algumas derrotas. O mais importante é desfrutar. Um dia o treinador do Palmeiras vai embora e o Palmeiras vai continuar. Já era grande e vai continuar quando eu sair, seja agora ou daqui a dois ou três anos — disse Abel.

Na entrevista coletiva, já com o prêmio Telê Santana, de melhor técnico, em mãos, Abel disse que iria pensar no melhor para sua família ao decidir se permanecerá no campeão brasileiro.

Tanto sua esposa quanto suas filhas se adaptaram muito bem a São Paulo e não gostariam de se mudar para o Catar neste momento. A reportagem soube que as filhas de Abel já estão rematriculadas na escola para o próximo ano letivo.

E, na hora de ir embora, passou até meio despercebido, mas Abel se despediu dos jornalistas dizendo “agora só vejo vocês no ano que vem”.

A não ser que ele decida levar os jornalistas para o Catar, tal reencontro deve ser mesmo no Brasil.

As marcas do Palmeiras campeão brasileiro de 2023

Com o título, o Palmeiras amplia sua vantagem como maior vencedor do Brasileirão de todos os tempos. Tem quatro troféus a mais que o Flamengo e que o rebaixado nesta temporada, Santos.

Para aqueles que questionam a quantidade de títulos do Verdão, por conta da unificação entre os títulos a partir de 1971 com os Roberto Gomes Pedrosa e as Taças Brasil, o Palmeiras também não deixa brecha.

Com a conquista, o Alviverde empata com os oito títulos do Flamengo no período: 1972, 1973, 1993, 1994, 2016, 2018, 2022 e 2023.

A conquista marca também o 9º título de Abel Ferreira, que coloca na prateleira seu segundo Brasileiro, ao lado de duas Libertadores, dois Paulistas, uma Copa do Brasil, uma Supercopa do Brasil e uma Recopa.

Foto de Diego Iwata Lima

Diego Iwata Lima

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, Diego cursou também psicologia, além de extensões em cinema, economia e marketing. Iniciou sua carreira na Gazeta Mercantil, em 2000, depois passou a comandar parte do departamento de comunicação da Warner Bros, no Brasil, em 2003. Passou por Diário de S. Paulo, Folha de S. Paulo, ESPN, UOL e agências de comunicação. Cobriu as Copas de 2010, 2014 e 2018, além do Super Bowl 50. Está na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo