Brasileirão Série B

Após goleada do Santos, Carille é só elogios para Weslley Patati e JP Chermont

O Peixe goleou o Brusque, na manhã deste domingo (19), na Vila Belmiro, e se isolou na liderança da Série B

A boa atuação do Santos na manhã deste domingo (19), que culminou com a tranquila goleada por 4 a 0 sobre o Brusque, na Vila Belmiro, pela 6ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, teve colaboração direta de dois Meninos da Vila: o lateral-direito JP Chermont e o atacante Weslley Patati. E, em entrevista coletiva após o confronto, o técnico Fábio Carille fez questão de elogiar os dois garotos.

Titular pela primeira vez desde que chegou aos profissionais do Peixe, Patati balançou as redes adversárias pela primeira vez nesta manhã. Já JP Chermont, que já pode ser considerado dono da posição, foi o responsável por duas ótimas assistências diante da equipe catarinense.

O que Carille achou da partida de Patati?

Na visão de Carille, a boa atuação de Patati foi, em parte, consequência da inteligência da equipe para colocar em prática tudo que a comissão técnica passou antes do confronto.

— Foi um jogo muito inteligente da equipe. Tudo que planejamos e passamos, mesmo sem tempo, aconteceu no jogo. Nossos jogadores foram muito inteligentes para executar e fazer bem feito. Eu imaginava o Brusque um pouco mais fechado, e por isso optei pelo Patati no lugar do Guilherme. A ideia era fazer com que ele quebrasse com dribles. Ele é um menino com bastante talento e soube nos ajudar — falou o treinador.

As atuações de JP Chermont ainda surpreendem?

Outro destaque da manhã, o lateral-direito JP Chermont está em alta com a torcida e com o técnico. Questionado sobre a atuação do Menino da Vila, Carille admitiu que não se surpreende mais.

— O JP Chermont Foi uma grande surpresa contra o Palmeiras, na primeira final do Campeonato Paulista. Depois daquele jogo passei a ter toda a tranquilidade de colocá-lo em campo. É jovem, não pode atrapalhar a cabeça, mas tem um potencial muito grande. Disparado o melhor jogo dele desde que subiu. A atuação desta manhã não me surpreendeu, mas aquele jogo contra o Palmeiras me deu total tranquilidade para lhe dar sequência — explicou Carille.

Esse é o novo time titular do Santos?

Por conta da atuação leve e envolvente da equipe que começou o duelo contra o Brusque, o torcedor já começou a vislumbrar a manutenção da escalação para o próximo desafio, que será diante do América-MG, sexta-feira (24), no Independência. Carille, no entanto, preferiu não fazer qualquer antecipação.

— Esse time a gente pensou e discutiu com a comissão técnica visando esse jogo. Vou de jogo a jogo. Não gosto de fazer muitas projeções. Vamos ver se o jogo vai ser mesmo sexta, vamos aguardar, pode acontecer de tudo. Pode ser que seja o mesmo time. Amanhã (segunda-feira (20) é folga. Essa semana foi pesada. Terça-feira (21) a gente volta pensando no América-MG –, falou o treinador.

Furch e Pedrinho já têm previsão de retorno?

Uma das possibilidades de mudança no time seria diante dos retornos dos atacantes Furch e Pedrinho, que tratam de problemas musculares. Mas, de acordo com Carille, esses retornos ainda estão longe de acontecer.

— Vamos precisar de paciência. Não será nos próximos jogos que eles retornarão. O Furch já vinha sofrendo desde o Paulista e Pedrinho também. Penso que por mais três ou quatro jogos a gente siga sem eles. Esperamos que voltem o quanto antes para deixar o Santos mais forte — acrescentou o treinador, que colocou a exibição contra o Brusque como uma das cinco melhores do Santos na temporada.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Jornalista pela UniSantos com passagem pelo Jornal A Tribuna de Santos. Já trabalhou na cobertura de jogos da Libertadores e das Eliminatórias Sul-Americanas no Brasil e no Exterior. Na Trivela, é setorista do Santos.
Botão Voltar ao topo