Brasileirão Série B

Patati ou Pedrinho: Carille tem mais um treino para definir ataque do Santos

Dupla disputa a vaga no time titular do Peixe deixada pelo lesionado Guilherme

Com a ausência de Guilherme, que não viajou com a delegação do Santos para Fortaleza, onde o Peixe encara o Ceará, às 19 horas (horário de Brasília) desta sexta-feira (5), no Castelão, pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Fábio Carille terá que optar entre dois atacantes reservas que não vivem bons momentos: Weslley Patati e Pedrinho.

Com um edema num dos músculos da região posterior da coxa esquerda, Guilherme permaneceu no CT Rei Pelé — ao lado de Joaquim e João Schmidt — fazendo a transição para o gramado sob a expectativa de ficar à disposição de Carille para o duelo contra o Ituano, na Vila Belmiro, no próximo dia 15.

Carille em defesa de Patati

Na vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, segunda-feira (1º), Carille iniciou com Weslley Patati entre os titulares. Porém, sem fazer uma boa partida e bastante cobrado pela torcida, o Menino da Vila foi substituído no intervalo justamente por Pedrinho.

Ao final do jogo, Carille saiu em defesa do jovem atacante.

— O torcedor tem que entender que o Patati, que já foi apontado como o novo Neymar… Isso não ajuda nada, mas ele foi comparado. Algo que não entendi foi que no hino já estavam xingando o moleque. Algumas pessoas vêm mal intencionadas ao estádio. Ele não teve carinho da torcida. O moleque errou, mas já passou. Estamos no G-4. Peço que pelo menos apoie os nossos jogadores. Ele errou em uma postagem, mas não concordo com isso. As críticas ao Patati me preocuparam desde o hino — disse Carille.

Pedrinho também não foi bem

Ao ver Patati cobrado e sem confiança em campo, Carille decidiu poupar o garoto colocando Pedrinho em seu lugar. Também sem desfrutar de grande simpatia dos torcedores, Pedrinho errou finalizações e cruzamentos que irritaram os presentes na Vila Belmiro.

Diante desse cenário, Carille terá que escolher, no último treinamento antes do duelo com o Vozão, quem começará o jogo compondo o trio de ataque ao lado de Otero e Julio César Furch.

Um gol e nenhuma assistência

Nesta Série B, Patati tem 408 minutos jogados divididos em oito partidas, sendo cinco como titular. Até o momento, o jovem tem um gol marcado, mas não distribuiu assistências.

Pedrinho, por sua vez, acumula 304 minutos em campo divididos em seis jogos, sendo três como titular. Assim como o concorrente pela vaga de Guilherme, o atacante também tem um gol marcado e nenhuma assistência distribuída.

Foto de Bruno Lima

Bruno LimaSetorista

Jornalista pela UniSantos com passagem pelo Jornal A Tribuna de Santos. Já trabalhou na cobertura de jogos da Libertadores e das Eliminatórias Sul-Americanas no Brasil e no Exterior. Na Trivela, é setorista do Santos.
Botão Voltar ao topo