Brasileirão Série B

Miguelito faz 20 anos, mas chance nos profissionais do Santos ainda é realidade distante

Apontado como uma das principais joias do Santos nos últimos anos, Miguelito vive os últimos meses na base

Apontado nos últimos anos como a principal promessa das categorias de base do Santos, o meio-campista Miguelito completou, na última quarta-feira (25), 20 anos de idade. Com isso, o Menino da Vila, que já tem cinco partidas representando a seleção principal da Bolívia, entra na sua última temporada como jogador de base. Apesar de estar perto de estourar a idade, a estabilidade no elenco profissional do Peixe ainda parece uma realidade distante. O jovem treina com certa frequência junto aos comandados do técnico Fábio Carille. Porém, ainda não recebeu oportunidades em 2024.

É preciso ressaltar que a falta de minutagem para Miguelito não é algo específico de Carille. A primeira chance que o boliviano recebeu na equipe profissional foi dada por Orlando Ribeiro, quando o Santos venceu o Juventude, na Vila Belmiro, por 4 a 1, em confronto válido pelo Campeonato Brasileiro de 2022.

Quantos técnicos Miguelito teve nos profissionais?

Depois da estreia de Miguelito nos profissionais, o Santos contou com cinco técnicos distintos, mas o boliviano foi utilizado em apenas nove partidas, sendo somente uma como titular – o empate por 0 a 0 contra o Blooming, em junho do ano passado, pela última rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana.

Somadas todas essas participações, Miguelito acumula apenas 198 minutos em campo. Ou seja, pouco mais do que duas partidas inteiras.

Quais foram os técnicos de Miguelito nos profissionais?

  • Orlando Ribeiro: usou Miguelito em dois jogos
  • Odair Hellmann: usou Miguelito em seis jogos
  • Paulo Turra: usou Miguelito em um jogo
  • Diego Aguirre: não usou Miguelito
  • Marcelo Fernandes: não usou Miguelito
  • Fábio Carille: não usou Miguelito

Por que Miguelito não é usado nos profissionais?

Internamente, conforme o apurado pela Trivela, uma das justificativas usadas para explicar a falta de oportunidades para Miguelito entre os profissionais é a de que o boliviano tem deficiências técnicas e táticas que ainda não soube corrigir nas categorias de base. E, quando colocado para treinar na equipe principal, essas dificuldades ficam muito evidentes.

Quais são os números de Miguelito na base em 2024?

Sem receber oportunidades para atuar entre os profissionais, Miguelito segue trabalhando nas categorias de base. Considerando os compromissos do Santos sub-20 neste ano, o boliviano disputou 10 partidas – seis pela Copa São Paulo e quatro pelo Campeonato Brasileiro da categoria.

Até o momento, de acordo com dados do WyScout – plataforma de estatísticas – são sete gols marcados, três assistências distribuídas, 21 finalizações no alvo, 21 faltas sofridas em 964 minutos em campo.

Miguelito deve receber oportunidades em 2024?

Recentemente o Santos anunciou as chegadas dos experientes Patrick e Serginho, de 31 e 33 anos, respectivamente. Ambos, segundo o próprio Carille, podem atuar na posição de origem de Miguelito. O treinador ainda tem à disposição para essa função o titular Giuliano e o equatoriano Cazares, que ainda não justificou a sua contratação.

Diante de tantas opções, sendo todas pedidas por Carille, é difícil imaginar que a sequência de oportunidades tão esperada por Miguelito e até pela torcida alvinegra venha a ocorrer durante a Série B do Campeonato Brasileiro.

Até quando vai o contrato de Miguelito com o Santos?

No Santos desde 2018, Miguelito virou uma aposta depois de chamar a atenção atuando por um projeto social da cidade de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. Desde então, vem sendo lapidado nas categorias de base do Peixe.

Há dois anos, o boliviano assinou o seu primeiro contrato profissional com o Peixe, que tem validade até abril de 2027.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo