Brasileirão Série B

Por que Joaquim ficou no banco de reservas do Santos contra a Chapecoense?

Um dos principais jogadores do atual elenco do Peixe, Joaquim foi substituído por Jair

Jogador do atual elenco do Santos mais cobiçado no mercado nacional e internacional, o zagueiro Joaquim começou a vitória sobre a Chapecoense, na Vila Belmiro, por 1 a 0, pela 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, surpreendentemente, no banco de reservas.

Em seu lugar, o técnico Fábio Carille optou por escalar o promissor Jair ao lado do experiente Gil.

Esse foi apenas o segundo jogo do Santos na temporada em que Joaquim não participou. O primeiro foi ainda no Campeonato Paulista, quando o Peixe empatou com o Mirassol, por 2 a 2. Na oportunidade, Messias começou a partida ao lado de Gil.

Por que Joaquim foi para o banco de reservas?

De acordo com o apurado pela Trivela, com a abertura da janela nos grandes centros nesta segunda-feira (1º), as consultas por Joaquim aumentaram nos últimos dias e a tendência é de que o Alvinegro veja essas sondagens pelo zagueiro de 25 anos se transformarem em propostas oficiais.

Ainda segundo informações obtidas pela Trivela, um dos clubes que consultou os valores desejados pelo Santos para negociar Joaquim foi o Olympiacos, da Grécia, que, há pouco mais de um mês, conquistou a UEFA Conference League sobre a Fiorentina, da Itália.

Carille justifica ausência de Joaquim contra a Chape

Durante a entrevista coletiva, após a vitória sobre a Chapecoense, Carille justificou a ausência de Joaquim entre os titulares

— Joaquim tem as suas características. Pelo que nós estudamos, a Chapecoense vinha esperando para jogar no nosso erro, montando duas linhas no campo de defesa. Diante disso, precisávamos de uma construção melhor. Por isso essa escolha de começar com o Jair — falou o treinador.

Joaquim interessa a clubes de outros países

Apesar da consulta, as partes ainda não avançaram nas conversas. Clubes da Itália, Portugal e do Brasil também procuraram o Peixe recentemente para saber sobre a possibilidade de negócio envolvendo Joaquim.

Sabendo que o interesse em cima do defensor nesta janela de transferência será grande, e sem ignorar que o Santos precisa de dinheiro para honrar os compromissos, Carille aproveitou o jogo na Vila Belmiro para dar a primeira oportunidade para Jair como titular entre os profissionais e observar o garoto durante os 90 minutos.

E Jair não decepcionou. Após alguns erros de passe no início do primeiro tempo, o zagueiro superou a ansiedade, fez um jogo seguro, ajudou o Peixe a vencer, chegar aos 22 pontos e assumir a vice-liderança da Série B. O líder é o Avaí, com 23.

Foto de Bruno Lima

Bruno LimaSetorista

Jornalista pela UniSantos com passagem pelo Jornal A Tribuna de Santos. Já trabalhou na cobertura de jogos da Libertadores e das Eliminatórias Sul-Americanas no Brasil e no Exterior. Na Trivela, é setorista do Santos.
Botão Voltar ao topo