Brasileirão Série B

Santos sofre com golaços do Botafogo-SP e cai para a terceira posição na Série B

Em confronto disputado no estádio do Café, em Londrina, o Botafogo-SP derrotou o Santos por 2 a 1

O confronto entre o líder e o lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro, reservou uma grande zebra para a noite desta segunda-feira (3). Com dois golaços, o Botafogo-SP surpreendeu o Santos, no estádio do Café, em Londrina, e venceu a partida válida pela 8ª rodada da competição por 2 a 1. Os gols do duelo foram marcados por Douglas Baggio e João Costa para a equipe de Ribeirão Preto, enquanto Joaquim descontou para o Alvinegro.

Foi a terceira derrota santista – a segunda consecutiva, a anterior foi contra o América-MG – e a primeira vitória botafoguense no campeonato.

Com o resultado, o Santos estacionou nos 15 pontos e caiu para a terceira colocação na tabela, atrás de Goiás, primeiro, com 17, e Avaí, em segundo, com 16. O Botafogo-SP, por sua vez, chegou aos sete pontos e, além de deixar a última posição, saiu também da zona de rebaixamento para assumir a 16ª colocação.

Como foi o 1º tempo entre Santos x Botafogo-SP?

Tecnicamente superior e vivendo um melhor momento na competição, o Santos iniciou o confronto sabendo que para somar mais três pontos teria que superar a retranca do Botafogo-SP, que criou muitas dificuldades para o Palmeiras nos dois confrontos da Copa do Brasil.

O Peixe esteve perto de alcançar esse objetivo logo aos 16 minutos, em duas oportunidades seguidas, que começou com uma finalização de fora da área de Diego Pituca, que o goleiro João Carlos espalmou para o canto da área. No rebote, Willian emendou um chute cruzado, mas João Carlos fez nova intervenção.

O susto não desestabilizou o Botafogo-SP, que manteve a sua postura defensiva e tentando ir ao ataque explorando os contra-ataques. A proposta do técnico português Paulo Gomes funcionou aos 42 minutos, quando Douglas Baggio avançou pelo lado direito do ataque e, de perna esquerda, acertou um lindo chute no ângulo de Gabriel Brazão. Um golaço!

Como foi o 2º tempo entre Santos x Botafogo-SP?

Apesar da desvantagem no placar, Carille gostou da postura do Santos e voltou do intervalo sem mexer na equipe. Esse foi o mesmo sentimento do treinador botafoguense, que viu a sua alegria se multiplicar aos 5 minutos após o volante João Costa arriscar uma bomba da intermediária e estufar, mais uma vez, as redes do goleiro Gabriel Brazão.

A partir de então, os quase 12 mil torcedores do Santos que compareçaram ao estádio do Café começaram a reclamar do desempenho da equipe.

Com o intuito de ao menos buscar o empate, Carille recorreu ao banco de reservas e fez logo três mudanças de uma vez. Saíram JP Chermont, Tomás Rincón e Weslley Patati para as entradas de Rodrigo Ferreira, Cazares e Hayner, respectivamente.

As trocas deixaram o Santos com sangue novo e mais ofensivo. Desta forma, o Peixe iniciou uma pressão ao sistema ofensivo da equipe de Ribeirão Preto. Aos 29, o Alvinegro voltou para a partida. Após cobrança de escanteio, Joaquim tentou duas vezes para, de joelho, diminuir o placar.

A blitz alvinegra seguiu a todo vapor e levou o Santos a acertar o travessão do Botafogo-SP por duas vezes na reta final da partida. Mas nada disso foi suficiente para fazer os comandados de Carille deixarem o estado paranaense com pelo menos um ponto na bagagem.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Jornalista pela UniSantos com passagem pelo Jornal A Tribuna de Santos. Já trabalhou na cobertura de jogos da Libertadores e das Eliminatórias Sul-Americanas no Brasil e no Exterior. Na Trivela, é setorista do Santos.
Botão Voltar ao topo