Brasileirão Série B

Santos: erro em envio de e-mail expõe salários de funcionários e agita bastidores do clube

Documento que aponta todos os gastos do Santos em maio foi enviado para um número elevado de pessoas

O clima no Santos não está agitado apenas naquilo que diz respeito ao campo por conta das três derrotas consecutivas na Série B do Campeonato Brasileiro.

Conforme apurou a Trivela, os bastidores alvinegros também ficaram movimentados nesta segunda-feira (10) devido às cobranças por e-mail do Departamento Financeiro sobre os gastos de todos os setores do clube em maio.

Por meio de planilhas, informações pessoais de diferentes funcionários, como salários, foram compartilhadas para um número elevado de pessoas no clube.

A situação, obviamente, causou irritação em quem teve, por exemplo, os vencimentos divulgados.

Entre os profissionais que tiveram tais informações expostas aparecem o executivo de futebol Alexandre Gallo, o auxiliar técnico Marcelo Fernandes, o preparador físico Carlito Macedo, o preparador de goleiros Arzul, a nutricionista Alessandra Favano, todos os ex-jogadores que compõem o quadro de Ídolos Eternos do Peixe, e outros.

O que consta nas planilhas?

A planilha compartilhada pelo departamento financeiro detalha todas as despesas do Santos no mês passado. E os gastos vão de salários dos funcionários que prestam serviços para o clube como pessoa jurídica, além de compras e pagamentos que foram feitas por cada departamento.

De acordo com o apurado pela Trivela, o Santos teve um gasto total de R$ 4,1 milhões com todos os departamentos do clube em maio — sem considerar a folha de pagamento dos atletas.

Qual foi o erro no compartilhamento das planilhas?

O clima ficou pesado nos bastidores do Santos, já que as planilhas desenvolvidas pelo Departamento Financeiro tinham que ser compartilhadas por e-mail com os responsáveis de cada setor e de maneira individualizada.

Porém, os relatórios de gastos foram enviados diretamente para o e-mail de cada setor. Logo, todos os funcionários que têm acesso a esses e-mails dos setores puderam tomar conhecimento das despesas alvinegras e dos salários de diferentes prestadores de serviços.

Explicações para a turbulência em campo

Por conta dos problemas dentro de campo, onde o Santos não vence há três rodadas, o executivo de futebol Alexandre Gallo concedeu uma entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (10), no CT Rei Pelé.

Dentro os diversos assuntos, pediu para a torcida confiar na reconstrução do clube e cobrou respostas de jogadores como Morelos e Patrick.

— São dois atletas que estão à disposição do treinador. Morelos teve mais chances do que o Patrick, que até o momento teve só 159 minutos. É muito pouco pelo que se espera dele. Esperamos dele um grande desempenho, mas chegou com a parte física abaixo do nosso grupo — disse o dirigente, que ainda revelou ter contratado Patrick pensando na Série A.

No meio da crise, que já contou com protestos da torcida, o Santos se prepara para encarar o Operário, sexta-feira (14), às 19 horas (horário de Brasília), no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, pela 10ª rodada da Série B.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Jornalista pela UniSantos com passagem pelo Jornal A Tribuna de Santos. Já trabalhou na cobertura de jogos da Libertadores e das Eliminatórias Sul-Americanas no Brasil e no Exterior. Na Trivela, é setorista do Santos.
Botão Voltar ao topo