Brasil

Santos lançará última peça em homenagem ao Charlie Brown Jr. e negocia coleção sobre outro ícone

Projeto em homenagem ao Charlie Brown Jr. foi lançado inicialmente pelo Santos em 2022 e fez sucesso entre os torcedores alvinegros

O torcedor do Santos que se apaixonou pela coleção de roupas em homenagem à banda Charlie Brown Jr. tem motivos para se animar. Conforme o apurado pela Trivela, o Peixe tem encaminhado o lançamento de uma última peça da parceria, que será direcionada para verdadeiros colecionadores de camisas do Peixe. Feliz com todo o sucesso do projeto lançado em 2022, o Alvinegro também negocia a confecção de outra linha do gênero, mas desta vez reverenciando o cantor e compositor jamaicano Bob Marley.

Ainda conforme as informações obtidas pelo site, ambas as ideias foram elaboradas na gestão do ex-presidente Andres Rueda e bem vistas pela diretoria de Marcelo Teixeira, atual mandatário.

Detalhes são mantidos em sigilo por Santos e Umbro

O objetivo do clube, inclusive, é colocar essa última camisa relacionada ao Charlie Brown Jr. no mercado até meados de maio. Assim como toda a coleção, a Umbro, fornecedora de materiais esportivos do Santos, está com a responsabilidade de confeccionar essa última peça.

Por ser um produto para colecionadores e disponibilizado em uma caixa estilizada, os valores serão mais elevados do que as demais roupas da linha.

Todos os detalhes desta homenagem são mantidos em sigilo pelo Santos e pela Umbro.

O primeiro lançamento da parceria entre o Peixe e o Charlie Brown Jr. contou com camisas nas cores branca e preta, camisetas regatas, bermudas, bonés, chapéu bucket, casacos e outras dezenas de itens.

A união entre as duas marcas levou o Santos à final do Licensing Internacional Awards 2023, principal prêmio da indústria de licenciamento do mundo. A premiação, no entanto, não veio para a Vila Belmiro

Homenagem do Santos a Bob Marley

Com intuito de aproveitar o sucesso de vendas das roupas sobre a banda santista, o Peixe negocia outra parceria semelhante, mas em homenagem a Bob Marley.

Porém, diferentemente do que ocorreu na coleção do Charlie Brown Jr., o conjunto do cantor jamaicano não deve ser produzido pela Umbro, mas sim por uma empresa licenciada pelo clube, como já ocorre com algumas linhas casuais há alguns anos que são vendidos na Santos Store.

Qual é a relação entre Santos e Bob Marley?

Segundo a nova cinebiografia do jamaicano, ele sempre teve uma paixão por futebol. Na Copa do Mundo de 1970, disputada no México, o cantor e compositor, então com 25 anos, ficou encantado com toda a magia do Rei Pelé com a bola nos pés e se tornou fã do maior camisa 10 de todos os tempos.

Influenciado pelo Rei do futebol, o Rei do reggae escolheu o time da Vila Belmiro como seu time do coração no Brasil.

Dez anos mais tarde, na única visita que Bob Marley fez ao País, ao Rio de Janeiro, mais especificamente, o cantor ganhou uma camisa do Santos. Na oportunidade, a usou durante uma partida de futebol entre músicos e ex-jogadores de futebol, ainda em solo tupiniquim. Posteriormente, Julian Marley, filho da lenda, revelou que toda a família é fã do Alvinegro.

Santos potencializou lançamento do filme

A nova cinebiografia de Bob Marley foi lançada em fevereiro deste ano e o Santos, aliado a Paramount, potencializou essa divulgação. No pré-jogo e no intervalo da vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista, o Peixe exibiu o trailer do filme nos dois telões e colocou algumas canções do Rei do Reggae no sistema de som do estádio.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo