Brasil

Pior colocação do Corinthians dos últimos quatro anos no Paulistão foi presságio para temporada ruim

O Paulistão foi o último título conquistado pelo Corinthians, que desde 2019 amargou um vice-campeonato, e duas eliminações nas semis

O Corinthians começou 2023 dando a esperança de que a temporada seria mais vitoriosa do que a anterior. A novidade era Fernando Lázaro como treinador do time, uma aposta da diretoria. Mesmo com bons números, a equipe foi eliminada do Campeonato Paulista ainda nas quartas de final, diante do Ituano, fato que abreviou a passagem do então treinador pelo time.

O Paulistão foi o último título conquistado pelo clube. Em 2019, o Corinthians venceu o São Paulo por 2 a 1, diante do seu torcedor na Neo Química Arena. Desde então, o Corinthians não conseguiu vencer nenhum outro campeonato que disputou. Nos estaduais dos anos seguintes, amargou um vice-campeonato (2020) para o rival Palmeiras, e duas quedas em semifinais (2021, 2022). A queda diante do time do interior se tornou a pior dos últimos quatro anos.

Corinthians recuperou invencibilidade nos clássicos no Paulistão de 2023

Vindo da temporada anterior, com problemas para vencer clássicos, o Corinthians deu a impressão no início da temporada de que o time estava acertado para o ano. Em 2022, o Timão perdeu uma vez para o Santos, duas para o São Paulo e uma para o Palmeiras.

Com Lázaro no banco de reservas, o Corinthians recuperou a confiança diante dos seus tradicionais adversários, e passou invicto para as oitavas de final: venceu o São Paulo, no Morumbi, e empatou com Palmeiras e Santos.

  • São Paulo 1 x 2 Corinthians – 29 de janeiro de 2023
  • Corinthians 2 x 2 Palmeiras – 16 de fevereiro de 2023
  • Santos 2 x 2 Corinthians – 26 de fevereiro de 2023

Corinthians teve bons números na fase de grupos do Campeonato Paulista

Na primeira fase, o Corinthians teve números relevantes: foi o líder do grupo com 22 pontos; venceu seis dos 12 jogos disputados, empatou quatro e perdeu dois. Sob o comando de Fernando Lázaro, o Timão balançou a rede adversária 19 vezes no início do Paulistão, o que da a média de 1,58 de gols marcados; e 0,83 sofridos por partida.

O maior responsável pelos índices foi o ex-camisa dez do time, Róger Guedes, que balançou a rede em sete oportunidades só na primeira fase. Com o gol na fase seguinte, ele chegou a artilharia do campeonato ao lado do meio campista Galoppo, do São Paulo. Seu companheiro de ataque Yuri Alberto marcou quatro, seguido por Adson com três, e depois, Renato Augusto, Gil, Fábio Santos e Paulinho, cada um com um anotado.

Classificado para as oitavas de final, o Corinthians enfrentou o Ituano no primeiro mata-mata do campeonato. A equipe do interior paulista estava no mesmo grupo do alvinegro com Santo André e Ferroviária, e se classificou no segundo lugar com 12 pontos, dez a menos que Timão.

A decepcionante e inesperada eliminação para o Ituano nos pênaltis

A eliminação para o Ituano foi inesperada. A equipe do interior paulista causou dificuldades para os donos da casa, e saiu vencendo a partida por 1 a 0, com um gol do Rai Ramos, aos 26 minutos do primeiro tempo. O gol do Corinthians aconteceu quase dez minutos depois, com um gol marcado por Paulinho, que voltava de lesão.

Com o empate, a vaga na semifinal foi decidida nos pênaltis. O goleiro Jefferson Paulino, do Ituano, defendeu as cobranças de Fabio Santos e Fagner. Gil acertou a trave. O Galo de Itu acabou vencendo nas penalidades por 7 cobranças a 6.

A eliminação foi um balde de água fria no torcedor, que tinha esperanças no time que estava disputando o Estadual. Mas o desempenho foi um presságio pelo que estava por vir: uma temporada conturbada dentro, e especialmente fora de campo.

O que esperar do Corinthians no Paulistão de 2024?

É difícil estabelecer expectativas para a próxima temporada do Corinthians, isso porque o clube passa por mudanças em todos os setores, não apenas no futebol. As mudanças, por enquanto, acontecem nos bastidores, mas a partir de 2 de janeiro, quando o presidente eleito Augusto Melo assumir definitivamente o comando do clube, as coisas podem começar a ficar mais clara para 2024.

Reformulando todo o elenco, Mano Menezes espera ter uma equipe minimamente estruturada para o começo do ano com a pré-temporada e com o estadual. Caso as contratações pontuais não cheguem a tempo, o treinador terá que apelar para as categorias de base.

O Corinthians está no grupo C, com Inter de Limeira, Mirassol e Red Bull Bragantino, a estreia no Paulistão no dia 21 de janeiro, contra o Guarani, o horário da partida ainda não foi divulgado pela Federação Paulista.

Foto de Jade Gimenez

Jade GimenezSetorista

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância e transformou a paixão em profissão. Além do futebol, se mantem por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 até NFL. Trabalhou como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.
Botão Voltar ao topo