Brasil

Paes dá empurrãozinho e vira peça fundamental para Flamengo avançar em projeto do novo estádio

Prefeitura do Rio aprovou medida que aumenta chances do Flamengo entrar em acordo com a Caixa Econômica Federal por terreno no Gasômetro

O Flamengo conseguiu dar alguns passos importantes no projeto distante, mas real de construção de um estádio próprio na cidade do Rio de Janeiro. Rodolfo Landim e companhia contaram com o apoio da Prefeitura, chefiada pelo vascaíno Eduardo Paes, para aparar algumas arestas. Por mais que ainda falte algum tempo para falar com mais propriedade, é inegável que a diretoria está se movimentando.

As informações desta nota foram publicadas primeiro pelo O Globo e confirmadas pela reportagem da Trivela, que traz pontos a mais.

Flamengo e Caixa avançam na negociação do novo estádio

  • Rodolfo Landim e Carlos Vieira, presidentes de Flamengo e Caixa, respectivamente, se reuniram na última terça-feira (21) em Brasília;
  • A dupla fechou um acordo de confidencialidade na negociação;
  • O potencial construtivo do Flamengo na sua sede social é o trunfo para destravar as arestas;
  • As tratativas estão cada vez mais próximas de um final feliz.
A imagem é ilustrativa, uma suposição do projeto do Flamengo para seu estádio (Foto: Prefeitura do Rio)

Valores ainda são entrave, mas prefeitura ‘dá uma mão’

Flamengo e Caixa ainda não chegaram em um denominador comum quanto aos valores que serão pagos. O Banco Estatal continua com a sua postura de receber R$ 450 milhões pelo terreno no Gasômetro, que pertence a um Fundo de Investimento para as obras do Terminal Gentileza. O Rubro-Negro, nas figuras de Landim e Marcos Bodin, desejam pagar um terço dessas cifras.

Uma decisão da Prefeitura do Rio, contudo, fez com que a Caixa estivesse mais aberta a conversar. Nos últimos dias, Eduardo Paes, com o apoio do deputado Pedro Paulo, autorizou a transferência do potencial de construção da sede social do Flamengo, na Gávea. Nesses moldes, o Rubro-Negro ganhou um trunfo importante na negociação, que pode abaixar os valores pedidos pelo Banco Estatal.

A decisão ainda precisa passar pela Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, como de costume, mas será dificilmente barrada. É do interesse da cidade, e dos seus vereadores, que o Flamengo construa um estádio no Gasômetro. Em seu projeto embrionário, o clube promete transformar a região em um polo de comércio e ponto de encontro para seus torcedores.

A Trivela ouviu as partes envolvidas, que deixaram o encontro em Brasília muito satisfeitos. Tanto que Landim e Vieira já marcaram outra reunião para a próxima semana, dessa vez na sede social do Flamengo, com a presença de líderes da Prefeitura.

E a licitação do Maracanã?

Enquanto avança na construção do seu estádio, o Flamengo venceu a licitação do Maracanã e vai ter o comando do estádio pelos próximos 20 anos, ao lado do Fluminense. Como o projeto do Gasômetro deve passar por um processo demorado, envolvendo muita burocracia, o Rubro-Negro continuará mandando suas partidas no Mário Filho.

Em algum momento, contudo, a torcida rubro-negra precisará desapegar do Maracanã para entrar em uma nova era. As ideias do Flamengo ainda são embrionárias, e o estádio ainda não tem um nome certo, mas alguns moldes para a construção já foram definidos. 

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo