Brasil

Falas de Lucas Romero indicam que sua contratação foi grande negócio para o Cruzeiro

Xodó da torcida, volante argentino Lucas Romero, de 29 anos, retornou ao clube, após quatro anos e meio, por cifras baixas

O retorno de Lucas Romero foi a contratação mais festejada pela torcida do Cruzeiro dentre aquelas já confirmadas para o ano de 2024. Xodó da torcida, o volante argentino de 29 anos foi recepcionado no aeroporto e retorna à Toca da Raposa 2 após quatro anos e meio fora do clube, tendo passado por Independiente (ARG) e León (MEX). Para contar com o jogador, a Raposa desembolsou, no total, cerca de R$ 5 milhões. Ele assinou contrato até o final de 2025.

Chama a atenção, inicialmente, o baixo valor que o clube precisou investir para acertar a contratação de um jogador da qualidade de Lucas Romero. Num mercado inflacionado, é difícil imaginar um negócio tão bom do ponto de vista financeiro, já que o camisa 29 é experimentado, experiente, conhece o clube e tem diversas valências técnicas. Além disso aos 29 anos, está no auge da carreira e vem de um grande temporada no futebol mexicano.

Mas não só a parte financeira mostra que a contratação foi um ótimo acerto da diretoria celeste. E podemos corroborar isso com palavras do próprio Romero, que falou com a imprensa ao ser apresentado na sexta-feira (12), reforçando as ideias surgidas logo após o fechamento do negócio.

Durante a entrevista coletiva concedida por Lucas Romero, o jogador demonstrou muita felicidade em retornar ao Cruzeiro, sendo este um desejo já antigo de atleta e clube. Além disso, garantiu a entrega de sempre e projetou novas parcerias em campo com seus novos (e antigos) companheiros. O argentino ainda se colocou como opção num setor carente do time e celebrou a continuidade do trabalho ao lado de Nicolás Larcamón, novo treinador da Raposa e comandante do León durante sua passagem pelo México.

Pedro Martins me ligou há dois meses, e eu pedi a ele pra esperar o Mundial de Clubes, depois eu iria para o Cruzeiro. Desde o primeiro contato, fiquei com muita vontade de chegar, torci muito para dar certo — contou Romero.

Em diversos momentos da entrevista coletiva, Romero se mostrou bastante emocionado de estar de volta ao Cruzeiro, inclusive projetando entrar em campo com sua filha. O retorno do volante não se trata apenas de uma contratação que reforça somente o poderio técnico do elenco da Raposa, como também garante um “torcedor em campo”, que tem identificação com a camisa e amor e vontade de defender o clube, algo muito importante para os momentos mais complicados a serem vividos.

— Fiquei muito feliz mesmo de voltar. A vontade de chegar era muito grande, eu quase nem peguei férias para vir aqui. A verdade é que fiquei muito emocionado, eu e a minha família — continuou o jogador.

Parceria Lucas Romero e Nicolás Larcamón

Lucas Romero revelou que esta não foi a primeira vez que foi procurado pelo Cruzeiro, tendo ficado próximo de retornar ao clube para a temporada de 2023. Na ocasião, também foi procurado pelo Internacional. Apesar da possibilidade, acabou acertando com o León. Ele celebrou que as coisas aconteceram “no momento certo”, podendo retornar à Belo Horizonte junto com Nicolás Larcamón.

— Naquela hora, eu também coloquei minha tranquilidade. Sabia que o clube estava precisando, mas também sabia da importância de ter uma cabeça boa para vir para aqui. A melhor escolha foi o México, foi o León, e acho que deu certo. A gente foi lá, conheci o Nico, trabalhei com ele, e ainda conseguimos ganhar um título lá, muito importante para a história do clube, E ainda deu bem, porque chegamos aqui juntos — contou o camisa 29.

O jogador disse, ainda, que sempre falou do futebol brasileiro com Nicolás Larcamón, imaginando que o treinador argentino fosse trabalhar no país um dia. De acordo com Romero, o Cruzeiro era pauta frequente quando aconteciam estas conversas. O volante citou, ainda, as principais características do técnico.

— Ele gosta que o time seja dinâmico, lutador, que não desista. Essa é a principal característica dele. Na parte tática, também é um treinador muito inteligente. Estuda muito o rival. Nico é um cara que se envolve muito bem no dia a dia. Ele tenta ficar próximo do jogador como atleta e como pessoa. Tem uma capacidade de relacionamento para tentar tirar o melhor de cada um. Ele quer que a pessoa esteja feliz sempre. Isso é o melhor dele — elogiou o meio-campista.

— Ele é um grande treinador, muito preparado. Conversamos muito mesmo de como era o futebol aqui, que tem muitos jogos durante o ano, tudo, e acabou que deu certo. Na cabeça dele, talvez, ele não era o momento de vir, porque tinha mais contrato pela frente no León. Só que aí Deus preparou as coisas e chegamos juntos — revelou Romero.

Como Lucas Romero atuou com Larcamón?

Lucas Romero é um jogador conhecido por sua versatilidade, podendo jogar em diversas funções no meio de campo e também nas duas laterais, posições que ocupou em sua primeira passagem pelo Cruzeiro. Apesar disso, o jogador chega para atuar como volante e suprir uma das principais carências do time, que sofreu com opções escassas e pouco confiáveis no setor em 2023. Questionado pela Trivela, o camisa 29 falou sobre como vinha jogando sob o comando de Larcamón e onde se sente mais confortável no campo.

— No começo do ano, eu joguei mais como um segundo volante para ajudar na pressão. Depois a gente perdeu o primeiro volante lesionado. Acabei jogando mais como primeiro volante. Essa posição é onde eu me sinto mais confortável. Se o time precisar, você sabe, vou na lateral-direita, na esquerda. Estou aí para ajudar o time — apontou Romero.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo