Brasil

Esperando por Dudu, Cruzeiro ganha reforços e Seabra terá desafio antes de janela

Com a provável lesão de Rafa Silva, o Cruzeiro terá a quatro desfalques por lesão de forma simultânea

Vivendo a expectativa da abertura da janela de transferências, o Cruzeiro — que já contratou cinco jogadores: Cássio, Kaio Jorge, Lautaro Díaz, Jonathan Jesus e Fabrizio Peralta —, e aguarda pela resolução da novela Dudu, precisa lidar com uma série de problemas em seu elenco enquanto o dia 10 de julho não chega.

A Raposa sofre com uma crise de lesões e, enquanto os reforços não puderem jogar — os contratados só poderão ser inscritos e atuar após a abertura da janela —, o treinador Fernando Seabra terá dura missão para escalar o clube celeste.

São três lesionados confirmados até o momento — Juan Dinenno, Arthur Gomes e Álvaro Barreal —, lista que deve ganhar o acréscimo de Rafa Silva, que se machucou durante o empate entre Vasco e Cruzeiro.

Apesar de Rafa Silva ainda não ter tido a lesão confirmada pelo clube celeste — o jogador será reavaliado nesta segunda-feira (17), na Toca da Raposa 2 —, é pouco provável que ele passe ileso.

O decisivo atacante de 32 anos, que tem vasto histórico de lesões na carreira, sentiu a parte posterior da coxa direita no final do primeiro tempo contra o Cruzmaltino e precisou ser substituído.

Rafa Silva deixou o estádio mancando após o confronto e pela forma com que ele sentiu, é provável que fique de fora dos próximos jogos da Raposa.

Seabra ganha reforços de Mateus Vital e Jhosefer

Se por um lado sofre com desfalques, Fernando Seabra pode celebrar os retornos de Mateus Vital, que precisou passar por uma cirurgia no ombro direito no início de maio, e Jhosefer, que sofreu entorse no tornozelo esquerdo e não foi relacionado para os dois últimos jogos da Raposa.

Os dois voltaram a trabalhar com o grupo nesta segunda-feira (17) e entraram nos planos para os próximos jogos da Raposa.

Os lesionados do Cruzeiro

São três jogadores que têm ficado de fora dos jogos do Cruzeiro por lesão. O clube celeste não divulga o tempo de recuperação dos atletas machucados, mas a tendência é que pelo menos dois deles ainda demorem um pouco para voltar.

  • Juan Dinenno: o atacante argentino passou por cirurgia no púbis no final de maio. Esse tipo de problema médico pode demorar até três meses para ser sanado.
  • Arthur Gomes: Arthur Gomes foi diagnosticado com um edema muscular, se recuperou, mas perto de seu retorno, voltou a reclamar de incômodo. Desde então, perdeu mais duas partidas. Fica a expectativa para um retorno próximo.
  • Álvaro Barreal: o ponta argentino sofreu um estiramento no ligamento colateral medial do joelho esquerdo e, apesar de não precisar passar por cirurgia, perderá os próximos confrontos do Cruzeiro.
  • Rafa Silva: a situação clínica de Rafa Silva deve ser comunicada até a terça-feira (18) pelo Cruzeiro.

Fernando Seabra terá dura missão até janela abrir

O treinador Fernando Seabra precisará se desdobrar para manter o Cruzeiro competitivo nos próximos dias.

Ainda sem poder contar com os reforços contratados pelo Cruzeiro e com outros que eventualmente deixarão o clube, como é o caso de Rafael Elias Papagaio, Seabra precisará utilizar jogadores contestados e jovens da base no time titular.

A situação mais crítica é no ataque. Sem Dinenno, Rafa Silva e Papagaio, da posição, só resta o jovem Arthur Viana, de 20 anos, que estreou como profissional no empate contra o Vasco, nesse domingo (16).

Se não for Arthur o escolhido para começar contra o Fluminense, Seabra terá que improvisar.

Nas pontas, apenas Gabriel Veron, em má fase, Rafael Bilu, que não joga há um ano, Robert e João Pedro estão disponíveis. Vitinho e Mateus Vital, meias, podem ser utilizados abertos e também são opções.

Eventuais suspensões, como aconteceu recentemente com Marlon e Matheus Pereira, também podem prejudicar o time. Rafa Silva, Zé Ivaldo e William estão pendurados.

Contra o Vasco, o Cruzeiro teve que recorrer a cinco atletas da base, além dos criticados Wesley Gasolina, Gabriel Veron e Ramiro, o que desfigurou o time e atrapalhou na busca pela vitória.

Foto de Maic Costa

Maic CostaSetorista

Maic Costa é mineiro, formado em Jornalismo na UFOP, em 2019. Passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas, antes de se tornar setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo