Brasil

João Marcelo até 2028: entenda porque compra é enorme acerto do Cruzeiro

O Cruzeiro anunciou que exerceu a opção de compra do zagueiro de 23 anos junto ao Porto, de Portugal

O Cruzeiro anunciou, na tarde desta sexta-feira (24), a aquisição em definitivo do zagueiro João Marcelo, de 23 anos. O jovem defensor, titular absoluto da equipe, estava emprestado pelo Porto, de Portugal, até o final de junho, mas a Raposa se adiantou e garantiu a permanência, comprando o atleta, que assinou contrato até dezembro de 2028.

O valor da transferência não foi divulgado pelo clube, mas em seu contrato havia uma cláusula de venda futura fixada em 1,5 milhão de euros (R$ 8,3 milhões), mas é sabido que o clube tentava reduzir o valor junto ao Porto.

Após a assinatura do contrato, o jogador falou às redes sociais do clube, agradecendo aos torcedores e exaltando a oportunidade de seguir no Cruzeiro.

— Estou muito feliz por vestir esta camisa, é a realização de um sonho, agora por mais tempo. Espero fazer história aqui dentro. Quero agradecer pelo apoio, dizer que vocês (cruzeirenses) podem ficar tranquilos que eu vou continuar dando meu sangue e minha vida em campo e tenho certeza que iremos conquistar muita coisa juntos — afirmou o zagueiro.

Cruzeiro acerta em cheio ao garantir João Marcelo

Assim como foi com Matheus Pereira, o Cruzeiro faz grande negócio ao comprar João Marcelo, que vem tendo excelentes atuações ao lado de Zé Ivaldo na zaga da Raposa. O defensor, que chegou ao clube no meio de 2023, teve poucas oportunidades no ano passado, mas agradou quando jogou.

Em 2024, João transitou entre reservas e time titular, garantindo a posição na zaga de forma definitiva já com Fernando Seabra. Depois que os camisas 5 e 43, ou Tico e Teco, como são carinhosamente chamados por seus companheiros, passaram a compor o centro da defesa cruzeirense, o rendimento defensivo da equipe subiu muito e o número de gols sofridos caiu, impacto direto da dupla.

Além do bom desempenho em campo, chama a atenção a pouca idade do jogador. João Marcelo completará 24 anos no próximo mês, o que indica que o Cruzeiro garantiu um defensor para muitos anos. Claro, se ele não for vendido, já que aos 23 anos, ainda pode voltar ao continente europeu caso siga se destacando.

Outro ponto que corrobora a opinião de que se trata de uma contratação soberba é o valor pago. Ainda que o Cruzeiro tenha desembolsado os R$ 8,3 milhões, trata-se de um preço baixo por um jogador titular, já adaptado, querido pela torcida e com grande janela de evolução dada sua pouca idade. Além disso, como dito anteriormente, ainda há a possibilidade da Raposa ter um retorno financeiro bem maior daquilo que foi gasto se o atleta seguir jogando tão bem. E claro, se o clube celeste conseguiu reduzir os valores, o negócio se tornou ainda melhor.

Em campo, João Marcelo é um zagueiro rápido, firme, bom pelo alto e com ótima saída de bola, algo refletido em suas duas assistências na temporada, ambas rompendo a linha do meio de campo com a bola dominada. Como se não bastasse, o jogador, apesar de chegar duro nos adversários, é extremamente leal. O camisa 43 cometeu somente cinco faltas e recebeu apenas um cartão amarelo em seus 19 jogos na temporada.

Ainda assim, acumula 30 interceptações, nenhum erro defensivo grave e mais de 110 bolas recuperadas. A precisão no passe de mais de 90% é outro dado relevante, que mostra sua capacidade técnica elevada.

E há ainda que se exaltar o trabalho de Pedro Martins, ex-diretor de futebol do Cruzeiro e hoje no Vasco da Gama, que conseguiu encontrar o zagueiro, desconhecido do público brasileiro, no time B do Porto, contratá-lo por empréstimo, com o passe fixado em um valor que se mostrou uma bagatela por sua qualidade e idade.

A contratação de João Marcelo, pedido de muitos torcedores, é mais um golaço do Cruzeiro, que além de buscar novos reforços, consolida um elenco cada vez melhor com atletas que já estão no clube. O horizonte se mostra belo e próspero para o time celeste.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo