Brasil

Linha tênue separa importância de dependência para Arrascaeta no Flamengo

Arrascaeta continua sendo fundamental para o Flamengo, mas números e contexto explicam porque o time já não depende mais tanto do uruguaio

Arrascaeta é um jogador fundamental para o Flamengo desde que desembarcou no Rio de Janeiro, há mais de cinco anos. Sempre protagonista, o uruguaio se mostrou decisivo para que o Rubro-Negro conquistasse inúmeros títulos importantes e se colocasse no patamar atual. Nesta temporada não está sendo diferente, mas algo mudou.

O aproveitamento do Flamengo continua muito melhor com Arrascaeta do que sem, mas é preciso levar em conta os diversos contextos de sua utilização – ou não – do uruguaio. Para isso, A Trivela analisou todos os jogos em que ele esteve presente na temporada.

Os jogos que Arrascaeta não participou

Arrascaeta não esteve em campo em apenas oito dos 26 jogos do Flamengo na temporada. A distribuição das competições e do nível dos adversários nesse recorte é interessante, já que Arrascaeta desfalcou o time em duas partidas do Carioca, diante de Nova Iguaçu e Portuguesa-RJ, quando estava com o elenco para disputar a FC Series, torneio de pré-temporada nos Estados Unidos.

Depois disso, ele teve uma longa sequência de partidas, e só se ausentou contra o São Paulo, quase três meses depois. A nova escolha de Tite por preservá-lo na altitude de La Paz, contra o Bolívar, e a lesão no adutor da coxa contra o Botafogo foram as outras razões para que o craque rubro-negro não pudesse entrar em campo.

Entre Carioca, Campeonato Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil, o aproveitamento do Flamengo sem Arrascaeta em 2024 é de 50%. Curiosamente, a equipe não venceu no Carioca, mas conseguiu resultados razoáveis em competições nacionais. O problema é que, quando foi à Bolívia e Chile, voltou derrotado para o Rio de Janeiro.

  • Nova Iguaçu 1 x 1 Flamengo – 21/01 – Carioca
  • Portuguesa-RJ 0 x 0 Flamengo – 27/01 – Carioca
  • Flamengo 2 x 1 São Paulo – 17/04 – Brasileirão
  • Bolívar 2 x 1 Flamengo – 24/04 – Libertadores
  • Flamengo 1 x 0 Amazonas – 01/05 – Copa do Brasil
  • Red Bull Bragantino 1 x 1 Flamengo – 04/05 – Brasileirão
  • Palestino 1 x 0 Flamengo – 07/05 – Libertadores
  • Flamengo 2 x 0 Corinthians – 11/05 – Brasileirão

Os números de Arrascaeta em 2024

Fora por uma parcela pequena da temporada, Arrascaeta apresenta bons números. São oito participações em gols nas 18 partidas que disputou, média de quase uma a cada dois jogos. As marcas estão dentro do que o uruguaio conseguiu nas temporadas em que esteve no Flamengo, incluindo na quantidade de partidas, sua principal sina desde o ano passado.

Arrascaeta é o líder do Rubro-Negro em assistências e só fica atrás de Pedro no número de participações em gol. Também comanda o elenco em diversas estatísticas de criação, como passes decisivos, com mais de dois por partida.

Arrascaeta continua sendo um dos jogadores mais importantes do Flamengo (Foto: Thiago Ribeiro/AGIF/Sipa USA)

Os tempos mudaram

Como distinguir a importância da dependência? Essa é a grande pergunta para entender a atual situação de Arrascaeta no Flamengo. A sua ausência é claramente sentida, mas Tite parece ter mais soluções nesse elenco do que outros técnicos, como Sampaoli, por exemplo, tiveram para substituí-lo. A linha é tênue, e a Trivela não ficará em cima do muro.

A favor do uruguaio pesa a crise técnica do Flamengo na sua ausência. Foram pouquíssimos gols marcados e, no geral, o Rubro-Negro teve muita dificuldade na parte criativa sem ele. De La Cruz acabou sobrecarregado, e o ataque viveu seu pior momento de definição na temporada, por longa margem. Não foi uma coincidência.

O aproveitamento de quase 80% com Arrascaeta é alto, mas, pode ser refutado pelo nível técnico das equipes enfrentadas. Desses 18 jogos disputados, apenas cinco não foram pelo Campeonato Carioca, no qual o Rubro-Negro terminou de maneira invicta, sem muitos problemas. A única derrota da equipe com o uruguaio em campo foi diante do Botafogo, pelo Brasileirão.

Arrascaeta não entra em campo pelo Flamengo desde o clássico contra o Botafogo (Foto: Icon Sport)

O número de opções no banco, como mencionado, também pode facilitar o trabalho de Tite. De La Cruz consegue fazer bem a função de camisa 10, embora prefira a de segundo volante, e o comandante ainda aprendeu que Lorran pode contribuir muito naquele setor. Diante do Corinthians, por exemplo, o Garoto do Ninho terminou com um gol e uma assistência.

As lesões, sem dúvida, fazem com que Arrascaeta perca ritmo no Flamengo. Sua importância é inegável para que o Rubro-Negro esteja sempre mais perto da vitória, mas é fato que o time já não depende mais tanto dele para ser criativo e efetivo.

O uruguaio volta a ficar à disposição de Tite nesta quarta-feira (15), diante do Bolívar, em jogo decisivo pela Libertadores.

Veja todos os jogos que Arrascaeta esteve em campo em 2024

  • Flamengo 4 x 0 Audax – 17/01 – Carioca
  • Sampaio Corrêa-RJ 0 x 2 Flamengo – 31/01 – Carioca
  • Flamengo 0 x 0 Vasco da Gama – 04/02 – Carioca
  • Flamengo 1 x 0 Botafogo – 07/02 – Carioca
  • Volta Redonda 0 x 3 Flamengo – 10/02 – Carioca
  • Bangu 0 x 3 Flamengo – 15/02 – Carioca
  • Flamengo 4 x 0 Boavista – 20/02 – Carioca
  • Flamengo 2 x 0 Fluminense – 25/02 – Carioca
  • Madureira 0 x 3 Flamengo – 02/03 – Carioca
  • Fluminense 0 x 2 Flamengo – 09/03 – Carioca
  • Flamengo 0 x 0 Fluminense – 16/03 – Carioca
  • Nova Iguaçu 0 x 3 Flamengo – 30/03 – Carioca
  • Millonarios 1 x 1 Flamengo – 02/04 – Libertadores
  • Flamengo 1 x 0 Nova Iguaçu – 07/04 – Carioca
  • Flamengo 2 x 0 Palestino – 10/04 – Libertadores
  • Atlético-GO 1 x 2 Flamengo – 14/04 – Brasileirão
  • Palmeiras 0 x 0 Flamengo – 21/04 – Brasileirão
  • Flamengo 0 x 2 Botafogo – 28/04 – Brasileirão

*Em negrito estão os jogos em que ele não foi titular

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo