Brasil

De que forma o Grêmio utiliza Renato na busca por contratações?

Em meio à dificuldade do Grêmio para contratar, vice-presidente de futebol Antônio Brum explicou participação do técnico Renato Gaúcho no processo

Não é de hoje que a influência de Renato Gaúcho nas contratações do Grêmio gera grande debate. Na gestão anterior, do presidente Romildo Bolzan Jr., muito se culpou o treinador por, supostamente, indicar reforços que não deram certo, como André ‘Balada’, Diego Tardelli e Thiago Neves.

Agora, a discussão voltou à tona, mas de outra forma. Devido à dificuldade encontrada no mercado de transferências, especialmente na busca por um centroavante para suprir a saída de Luis Suárez, a direção gremista teria dado mais abertura para o treinador participar do processo, inclusive ligando, por conta, para alguns jogadores.

O que alimentou essa impressão foi a entrevista coletiva dada por Renato após a derrota para o Caxias, no último sábado (20), na estreia do Grêmio no Campeonato Gaúcho. O treinador falou da quantidade de reforços que estão sendo buscados (três, dois a mais do que inicialmente foi dito pela direção), no prazo para contratar ao menos um deles (até quarta-feira, o que não aconteceu), além de ter revelado que conversou com alguns atletas nos dias anteriores. Em suma, se portou quase como um dirigente, praticamente não falando sobre o jogo.

Esse episódio fez com que o Grêmio tomasse uma medida para o pós-jogo contra o São José. A assessoria de imprensa pediu para que os repórteres não perguntassem sobre reforços para Renato, e o vice-presidente de futebol Antônio Brum concedeu entrevista coletiva depois do treinador.

Vice-presidente de futebol Antônio Brum explica participação de Renato no processo de contratações do Grêmio

Em uma das perguntas, Brum foi questionado sobre a participação de Renato no processo de contratações do Grêmio. Em longa resposta, detalhou como funciona, e afirmou ser um trunfo do clube ter um treinador desse calibre à disposição para isso.

— Acho meio surreal a gente ser criticado por usar o Renato. Eu penso justamente ao contrário: a gente deveria ser criticado se não usasse o Renato. O treinador, não só no Grêmio, como em vários clubes, participa do processo de contratação. […] Não posso contratar um jogador que o treinador não pense em utilizar, ou que não goste dele, porque seria uma negligência muito grande. Nesse momento, talvez vocês não saibam, muitas vezes o jogador quer falar com o técnico. É muito comum até no futebol europeu. ‘Posso falar com o mister, para saber se quer me utilizar mesmo’. Às vezes o jogador está trocando de clube, trocando de país, ele quer ter uma segurança de que ele vai ser importante. Muitas vezes isso parte do jogador. E o Grêmio, por sorte, tem um grande personagem, um grande treinador do futebol brasileiro. O Renato tem um networking muito grande. Ele é unanimidade com quem trabalhou com ele, que é bom trabalhar com ele. Por que não usar isso na hora de uma dúvida do jogador entre ir para um clube em que talvez o treinador não tenha uma empatia tão grande, ou o Grêmio? Aí a gente aciona o Renato para esse movimentos — explicou Brum.

O vice-presidente de futebol do Grêmio ainda garantiu que não é Renato que simplesmente liga para jogadores sem o aval do departamento de futebol. O treinador participa de reuniões com jogadores durante negociações, mas juntamente com outras pessoas do clube.

— Não é ele que pega o telefone e liga. A gente liga junto. Até porque o Renato não é muito tecnológico. Muitas vezes numa chamada de Zoom a gente chama ele. ‘Renato, chega junto aqui do lado que a gente vai conversar’. […] Ele foi um grande parceiro desde o primeiro dia que apertei a mão dele, que o Guerra me apresentou a ele. Ele pega junto, trabalha, ajuda no que ele pode, mas ele faz parte de um processo de contratações que o Grêmio tem nessa gestão. Como era antes, eu não posso opinar. Mas é isso que o Renato faz hoje, de uma maneira muito solícita. É um grande parceiro, nos ajuda, dá opiniões, acolhe nossas opiniões, e nós estamos muito satisfeitos com esse processo — afirmou Brum.

Grêmio busca mais três reforços, e Gabigol está descartado

Até aqui, o Grêmio contratou três jogadores para a temporada 2024: o goleiro Marchesín, o volante Dodi e o meia-atacante Soteldo. A princípio, além deles, a única contratação que o Tricolor Gaúcho buscaria seria um centroavante para suprir a saída de Luis Suárez. Porém, Renato revelou que o clube ainda busca três jogadores, o que Brum confirmou.

Quanto ao camisa 9, depois de não obter sucesso nas tratativas com Funes Mori e Aboubakar, se especulou um possível interesse do Grêmio em Gabigol. Entretanto, Brum negou enfaticamente a possibilidade da contratação do atacante do Flamengo.

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo