Brasil

Soteldo encanta, João Pedro Galvão desencanta, e Grêmio goleia o São José

Em noite em que Soteldo e João Pedro Galvão marcaram seus primeiros gols com a camiseta tricolor, Grêmio goleou o São José por 4 a 1 no Campeonato Gaúcho

A primeira vitória do Grêmio no Campeonato Gaúcho de 2024 veio com goleada. Com grande atuação de Soteldo, o Tricolor aplicou 4 a 1 no São José, na noite desta quarta-feira (24), na Arena do Grêmio, pela segunda rodada da competição. Além do venezuelano, João Pedro Galvão também marcou seu primeiro gol com a camiseta gremista. Cristaldo e Reinaldo completaram o placar, que foi descontado pelo Zeca com o goleiro Fábio Rampi, em cobrança de pênalti.

Com os primeiros três pontos no Gauchão, o Grêmio é o 6º colocado. No próximo domingo (28), às 16h, o Tricolor visita o Brasil, no Bento Freitas, em Pelotas. Já o São José é o 10º colocado, com apenas um ponto, e recebe o líder Juventude, no próximo sábado (27), às 19h, no Passo D'Areia, em Porto Alegre.

Formações de Grêmio e São José

Depois da derrota para o Caxias, o Grêmio iniciou com mudanças no sistema defensivo. Marchesín fez sua estreia, e Fábio, Geromel e Kannemann também foram novidades. No 4-2-3-1, o Grémio começou com Marchesín; Fábio, Geromel, Kannemann e Reinaldo; Villasanti e Pepê; Galdino, Cristaldo e Soteldo; João Pedro Galvão.

Já o São José teve somente uma mudança no time que estreou com empate em casa com o São Luiz. Jadson deixou a equipe para a entrada de Carlos Itambé. Mas o esquema tático com três zagueiros, no 3-4-3, foi mantido. O Zeca iniciou a partida com Fábio Rampi; Tiago Pedra, Fredson e Carlos Itambém; Dudu, Rafael Carrilho, Nonato e Marcílio; Alessandro Vinicius, Kayan e Roberson.

Destaques, Soteldo e João Pedro Galvão marcam no primeiro tempo

O jogo começou frenético na Arena do Grêmio. Com dois minutos, Soteldo já arriscou sua primeira finalização, trazendo para dentro e finalizando forte para defesa de Fábio. A resposta do São José veio aos cinco minutos. Após cruzamento da direita, Alessandro Vinicius ganhou de Kannemann e cabeceou no canto esquerdo. Marchesín fez bonita ponte para salvar o Tricolor e dar seu cartão de visitas.

Desde o início, Soteldo infernizou a defesa do São José. Muito participativo, cavou faltas e cartões amarelos, e conseguiu diversas vitórias pessoais. Em uma delas, pela esquerda, aos 11 minutos, o venezuelano foi ao fundo pela esquerda e cruzou de canhota. Diferentemente do jogo contra o Caxias, dessa vez João Pedro Galvão subiu convicto e cabeceou no canto direito de Fábio para, após 17 partidas, finalmente marcar seu primeiro gol pelo Grêmio.

O São José tentou reagir logo após o gol. Nonato arriscou de fora da área, no lado direito, e o acrobático Marchesín defendeu em dois tempos. Aos 12 minutos, essa foi a última finalização do Zeca no primeiro tempo. Mais tranquilo após o gol, o Grêmio passou a ter o controle do jogo, e tocava a bola com paciência diante de um adversário com dificuldade para sair de trás.

João Pedro Galvão ganhou confiança após desencantar. Sofreu falta, deu toque de letra, e quase marcou seu segundo gol aos 24. Após bonita troca de passes, Galdino rolou para o centroavante gremista, que chutou colocado. No canto direito, Fábio espalmou.

Se Cristaldo ainda buscava seu espaço dentro do jogo, recebendo até instruções de Renato, Soteldo estava em todos os lugares. O venezuelano não ficou restrito ao lado esquerdo. Aparecia muito por dentro, e também pela direita. Aos 33, o camisa 7 chutou desviado e Fábio deu um tapa na bola, pela linha de fundo. Um minuto depois, após bate rebate, a bola sobrou para Soteldo dentro da área, e ele chutou rasteiro, no canto direito, para também marcar seu primeiro gol pelo Grêmio.

O Tricolor quase chegou ao terceiro gol e bonito lance aos 41. Villasanti avançou pela direita e cruzou à meia altura. Cristaldo acertou um semi voleio, e Fábio espalmou.

Com a desvantagem no marcador e a dificuldade no jogo, China Balbino promoveu quatro trocas de uma vez na volta do São José para o segundo tempo. Entraram Calazans, Renê, Samuel e Jadson, saíram Roberson, Pedra, Carrilho e Dudu. 

O Zeca até conseguiu a primeira finalização do segundo tempo — aos cinco minutos, após cruzamento vindo do lado esquerdo, Kayan cabeceou, e Marchesín, no centro do gol, defendeu em dois tempos. Porém, aos nove, o Grêmio chegou ao terceiro gol. Em contra-ataque pela esquerda, Soteldo cruzou e Jadson afastou parcialmente. A bola sobrou para Cristaldo, que cortou o marcador e de perna esquerda chutou, contando com desvio para balançar as redes.

Renato promove mudanças, mas Grêmio mantém intensidade na segunda etapa

Com a desvantagem no marcador e a dificuldade no jogo, China Balbino promoveu quatro trocas de uma vez na volta do São José para o segundo tempo. Entraram Calazans, Renê, Samuel e Jadson, saíram Roberson, Pedra, Carrilho e Dudu. 

O Zeca até conseguiu a primeira finalização do segundo tempo — aos cinco minutos, após cruzamento vindo do lado esquerdo, Kayan cabeceou, e Marchesín, no centro do gol, defendeu em dois tempos. Porém, aos nove, o Grêmio chegou ao terceiro gol. Em contra-ataque pela esquerda, Soteldo cruzou e Jadson afastou parcialmente. A bola sobrou para Cristaldo, que cortou o marcador e de perna esquerda chutou, contando com desvio para balançar as redes.

O quarto gol quase veio aos 20. Em campo após substituir o aplaudido João Pedro Galvão, André Henrique escorou para Cristaldo, que arrancou e abriu na esquerda da grande área para Soteldo. O venezuelano encarou o marcador, puxou para a perna esquerda, mas chutou na rede pelo lado de fora.

Com a tranquilidade do placar, Renato promoveu a entrada, como meia, de Jhonata Robert, que não atuava no time principal do Grêmio há quase 16 meses por conta da segunda grave lesão que sofreu no joelho. Aos 29, o camisa 25 arriscou chute colocado de fora da área, e Fábio encaixou. 

O quarto gol gremista saiu aos 37. Em jogada pela esquerda, André Henrique ganhou no pivô e deu belo passe em profundidade, de canhota, para Reinaldo. O lateral chutou bem, cruzado, para também deixar o seu.

A atuação do Grêmio só não foi perfeita por conta de falha de Marchesín, aos 39. Após chute de fora da área de Samuel, o goleiro argentino deu rebote e chegou atrasado, derrubando Renê. Apesar da indignação do arqueiro gremista, que alegou ter acertado a bola, o árbitro Jhonatan Pinheiro assinalou o pênalti. Na cobrança, em duelo de goleiros, Fábio Rampi deslocou o Marchesín para descontar.

Ainda teve tempo para uma expulsão no São José. Jhonata Robert vinha descolando caneta em Fredson, que deixou o braço no meia-atacante do Grêmio, cometeu a falta e recebeu o segundo cartão amarelo.

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho e formado em Jornalismo pela PUC-RS, já passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. É, também, coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo