Brasil

Gabigol no Palmeiras: Em que ponto está o projeto para contratação do atacante

Clube observa atentamente o desenrolar das negociações do jogador com o Flamengo e faz contas

O projeto “Gabigol no Palmeiras” é realidade no planejamento do clube. Internamente, o Palmeiras já avalia e calcula o impacto que a chegada do jogador traria às equilibradas finanças alviverdes.

Aliás, é nesse ponto que hoje moram as grandes dúvidas no que diz respeito à viabilidade uma possível contratação do camisa 99 do Flamengo.

O Palmeiras teme que o Cruzeiro, com um orçamento inflado pela chegada do empresário Pedrinho BH à SAF do clube mineiro, torne difícil uma queda de braço. Ainda mais frustrado pela não chegada de Dudu à Toca da Raposa.

Teto

O Palmeiras fez altos investimentos em contratações na temporada. Para este ano, o Alviverde trouxe nada menos que oito jogadores: Agustín Giay, Caio Paulista, Aníbal Moreno, Rômulo, Maurício, Bruno Rodrigues, Lázaro e Felipe Anderson.

Tirando Caio, Rômulo e Bruno, os demais são jogadores para brigar por titularidade logo de cara. O que, evidentemente demandou alto investimento por parte do Palmeiras. E o caixa do clube tem um teto.

Mesmo se vier apenas em janeiro, de graça, assinando um pré-contrato com o Verdão no mês que vem, o jogador certamente demandaria o recebimento de luvas contratuais e um salário alto.

 

 

No Flamengo, Gabriel tem remuneração parecida com a de Dudu no Verdão, em torno de R$ 2,3 milhões mensais.

Próximos passos

Palmeiras e a equipe de Gabigol não se falaram na última semana. Desse modo, nenhuma proposta foi feita.

Mas, após a primeira negativa do jogador, diante de uma oferta de renovação feita pelo clube rubro-negro, o departamento de futebol está alerta. Uma aproximação para tratar de uma possível chegada é questão de tempo.

Embora tenha defesa maior por parte de Leila Pereira e Abel Ferreira, Gabigol é consenso no Palmeiras no que diz respeito à qualidade de seu futebol e da contribuição que ele pode trazer ao time.

Os narizes torcidos por parte de conselheiros da base política de Leila Pereira, mesmo em ano de eleição, não serão levados em conta, se Abel mantiver a posição de que deseja trabalhar com o atacante.

A negociação com o Flamengo

A nova proposta de renovação do Flamengo não agradou nem o empresário e nem o atacante, que negou. A oferta trouxe um aumento de 50% nos salários, mas apenas um ano a mais de contrato, até o fim de 2025.

— Na hora ele negou (a proposta), entendemos o que estava acontecendo, discutimos o tema e resolvemos daqui para frente trabalhar a saída dele do Flamengo. Está claro que o Flamengo não tem interesse esportivo na renovação do Gabriel — confirmou o empresário dele, Júnior Pedroso, em entrevista ao SporTV.

Agora, com três dias para o fim do prazo do atacante e a decisão de sair do Flamengo tomada, surgiu um novo clube para Gabriel Barbosa: o Palmeiras.

— A gente sabe que o Palmeiras gosta dele, a gente já teve discussões anteriores lá atrás, mas o Palmeiras não fez uma abordagem em relação a discutir essa transferência agora. Até porque, o Gabriel fica livre em dezembro de 2024. Ou seja, a partir de 1º de julho, pode assinar um pré-acordo para sair livre para qualquer clube do mundo — disse Pedroso.

Sem acordo com o Flamengo, Gabriel deve cumprir apenas os seis meses que restam do seu contrato com o clube carioca. E o empresário garantiu que a partir de julho um novo ciclo de negociação se abre para definir o futuro do jogador.

Ou mais cedo, se o Palmeiras entrar com força no circuito nos próximos dias.

Foto de Diego Iwata Lima

Diego Iwata LimaSetorista

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, Diego cursou também psicologia, além de extensões em cinema, economia e marketing. Iniciou sua carreira na Gazeta Mercantil, em 2000, depois passou a comandar parte do departamento de comunicação da Warner Bros, no Brasil, em 2003. Passou por Diário de S. Paulo, Folha de S. Paulo, ESPN, UOL e agências de comunicação. Cobriu as Copas de 2010, 2014 e 2018, além do Super Bowl 50. Está na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo