Brasil

Lesões preocupam Fluminense, que tem 14 dias para recuperar peças

Fluminense tem seis jogadores no departamento médico e precisará da Data Fifa para recuperá-los antes da estreia na Libertadores

O Fluminense tem mais 14 dias de descanso e preparação antes de estrear pela Libertadores. Atual campeão da competição, o Tricolor também precisará recuperar peças importantes de seu elenco que estão entregues ao departamento médico.

São seis jogadores que estão lesionados neste momento. O último deles foi o atacante Keno, que sofreu uma torção no tornozelo esquerdo no treino de terça (19). O jogador passou por exames na quarta (20) e já faz tratamento no CT Carlos Castilho.

Keno engrossa uma lista que já tinha Samuel Xavier, Marlon, Douglas Costa, Ganso e Cano. A pausa para a Data Fifa servirá para o Flu tentar esvaziar o seu departamento médico.

É uma das missões do clube antes do jogo contra o Alianza Lima, na capital do Peru, em 3 de abril, que marca a estreia do Tricolor na Libertadores de 2024. O grupo A conta ainda com Cerro Porteño e Colo-Colo.

— Fisicamente vamos melhorar. Ninguém no apogeu. Parte tática, hoje marcamos alto, profundidade, jogamos, time tem embasamento tático. Sobre resultados, o mais importante do semestre era o título inédito da Recopa, ganhamos. Queríamos o estadual, não conseguimos. Tem que pesar isso, valorizar o que é feito, e não tentar destruir — afirmou Fernando Diniz após a eliminação do Fluminense no Campeonato Carioca.

Keno teve a perna imobilizada pelo Fluminense

A entorse no tornozelo esquerdo de Keno não foi tão simples. O jogador esteve em um hospital da Barra da Tijuca para realizar exames e estava com a perna imobilizada, usando muletas, em imagens conseguidas pelo ge. Ele estava acompanhado por Marlon, outro que está lesionado. O zagueiro sofre com dores no joelho direito desde o fim da última temporada.

Keno, que ainda não voltou a jogar bem em 2024, tem seis jogos na temporada: quatro pelo Campeonato Carioca e dois pela Recopa Sul-Americana. Ele fez gol em sua estreia, contra o Bangu, mas desde então, não jogou bem.

Ainda assim, mesmo com as contratações, ele segue como titular do time de Fernando Diniz. O atacante de 34 anos renovou contrato até dezembro de 2025 com o Fluminense. Em 57 partidas, ele marcou seis gols e deu 13 assistências, sendo duas delas na final da Libertadores de 2023.

Veja lista de lesionados do Fluminense

  • Samuel Xavier (lateral-direito) — lesão muscular na panturrilha direita
  • Marlon (zagueiro) — dores no joelho direito
  • Douglas Costa (atacante) — lesão muscular na coxa direita
  • Paulo Henrique Ganso (meia) — lesão muscular na panturrilha direita
  • Germán Cano (atacante) — entorse no joelho direito
  • Keno (atacante) — entorse no tornozelo esquerdo

Calendário é o vilão por trás das lesões do Fluminense

Com tantos jogadores no departamento médico, Fernando Diniz tem problemas até para testar seus titulares no dia a dia. Além das lesões, alguns atletas já fazem trabalhos específicos, como Felipe Melo, Marcelo, Gabriel Pires e Renato Augusto. Como apenas três lesões são musculares, é difícil culpar a preparação física do Fluminense. O vilão é o mesmo de sempre: o calendário.

Depois de ter sido campeão da Libertadores, o Tricolor disputou o Mundial de Clubes até 22 de dezembro. As férias dos jogadores precisaram mudar, e a pré-temporada começou em janeiro com reservas e jovens de Xerém. Os titulares e Fernando Diniz voltaram ao fim de janeiro, e tiveram pouco mais de um mês antes de disputar a Recopa Sul-Americana e os clássicos do Campeonato Carioca.

— Os clubes do futebol brasileiro que são vencedores são punidos na temporada seguinte. O Fluminense foi punido porque saímos de férias no dia 26 de dezembro, voltamos 26 de janeiro. Iniciamos com o time 3, nem o time 2. Há dois anos, a gente ganhou o Campeonato Estadual, escrevemos um livro para comemorar e fomos criticados. O importante era ganhar a Libertadores. Fomos bi estaduais, fizemos nova homenagem e fomos criticados — opinou Mário Bittencourt após o sorteio da fase de grupos da Libertadores.

Como está a situação dos jogadores lesionados do Fluminense?

Os seis jogadores lesionados têm situações diferentes no Fluminense. Alguns estão mais próximos de voltar a jogar e não devem ser problema para a estreia na Libertadores. Outros vivem momentos de dúvida por conta de problemas físicos um pouco mais sérios.

Paulo Henrique Ganso é esperança no Fluminense 

O camisa 10 do Fluminense disputou sete jogos nesta temporada. Paulo Henrique Ganso virou desfalque para o Fla-Flu da volta das semifinais depois de sentir dores na panturrilha da perna direita e deixar o gramado no começo do segundo tempo ainda no primeiro jogo do confronto. Após dois dias sem treinar, Ganso entrou em período de transição e nestes 14 dias, deve recuperar a forma. O jogador não deve ser problema para Fernando Diniz na estreia da Libertadores.

Germán Cano não deve ser problema para a Libertadores

Germán Cano marcou “apenas” dois gols e deu uma assistência em sete jogos em 2024. O argentino sofreu uma entorse no joelho direito no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Carioca e também virou desfalque de última hora para o Fla-Flu da partida de volta. O atacante iniciou tratamento na semana passada, mas não conseguiu se recuperar em tempo de disputar o clássico decisivo. Ainda assim, é outro que não deve ser problema para a estreia do Fluminense na Libertadores.

Ganso e Cano desfalcam o Fluminense contra o Flamengo pela semifinal do Campeonato Carioca - FOTO: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE F.C.
Ganso e Cano desfalcam o Fluminense contra o Flamengo pela semifinal do Campeonato Carioca – FOTO: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE F.C.

Douglas Costa já iniciou transição após lesão no Fluminense

Um dos nomes mais badalados entre os reforços do Fluminense para 2024, Douglas Costa também tem sete partidas na temporada. Ele não fez gols ou deu assistências, mas teve grande atuação no jogo que deu o título da Recopa Sul-Americana ao Tricolor. O atacante de 33 anos sentiu dores na coxa direita no clássico contra o Botafogo, foi substituído ainda no primeiro tempo e não voltou mais. Um exame de imagem constatou uma lesão no músculo anterior, que já foi tratada. Ele já iniciou a transição para o campo e tem boas chances de ser relacionado para a estreia do Fluminense na Libertadores.

Lesionado, Douglas Costa será desfalque do Fluminense - Foto: Icon sport
Lesionado, Douglas Costa viroi desfalque no Fluminense – Foto: Icon sport

Samuel Xavier só disputou um jogo pelo Fluminense em 2024

Samuel Xavier é quem menos jogou na lista de lesionados. O lateral-direito entrou em campo ao menos uma vez: na partida de volta da Recopa Sul-Americana, quando deu a assistência para Jhon Arias abrir o placar e o caminho para o título inédito do Fluminense. Ele sofreu lesão muscular leve na panturrilha direita na sequência e ficou de fora desde então. Antes, já havia sido desfalque por dores no joelho direito. O jogador de 33 anos também já iniciou o período de transição na última semana e deve ser relacionado por Fernando Diniz para a viagem para Lima, onde o Flu estreia na Libertadores

Com lesões repetidas, Marlon é problema no Fluminense

Marlon tem três jogos na temporada e é outro que sentiu dores no clássico contra o Botafogo pela Taça Guanabara. O zagueiro já vinha com dores no joelho direito e teve uma pequena lesão constatada. O jogador de 28 anos ainda está em tratamento no CT Carlos Castilho. Ele vinha sendo a primeira opção para a zaga nas ausências de Felipe Melo e Thiago Santos, mas não tem prazo estipulado para a volta. Ele é uma das dúvidas para a estreia do Fluminense na Libertadores.
Marlon faz trabalhos específicos com a fisioterapia e dificilmente jogará a Recopa pelo Fluminense - Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC
Marlon faz trabalhos específicos com a fisioterapia e dificilmente jogará a estreia da Libertadores pelo Fluminense – Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC

Keno sofre lesão no tornozelo e vira dúvida no Fluminense

Keno, que ainda não voltou a jogar bem em 2024, tem seis jogos na temporada e marcou um gol. O atacante sofreu uma torção no tornozelo esquerdo na terça (19), em treino no CT Carlos Castilho, está com o local imobilizado e usando muletas. Dificilmente o jogador de 33 anos terá condições de viajar para Lima, onde o Fluminense estreia na Libertadores.

Próximos jogos do Fluminense

  • Alianza Lima x Fluminense – Libertadores – quarta, 3 de abril – 21h30 (de Brasília)
  • Fluminense x Bragantino – Campeonato Brasileiro – sábado, 13 de abril – horário a definir
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo