Brasil

Os trunfos do Flamengo para convencer Luiz Henrique a assinar com o clube

Marcos Braz esteve em contato constante com Luiz Henrique e seu estafe, para tentar fechar a contratação durante a estadia na Europa

Além de negociar com Léo Ortiz e Matías Viña para reforçar a sua defesa, o Flamengo também tenta a contratação do atacante Luiz Henrique, ex-Fluminense, que pertence ao Real Betis, da Espanha. As conversas se estendem desde as semanas finais de 2023 e já ganham cara de novela, embora a situação do Rubro-Negro esteja cada vez melhor. Muito disso passa pelo papel de Marcos Braz.

O vice-presidente de futebol do Flamengo foi fundamental para os primeiros avanços nas negociações e, mesmo que tenha a concorrência de outros clubes, tanto do Brasil quanto da Europa, o Rubro-Negro segue tranquilo. Braz, junto com Bruno Spindel, outro nome forte da pasta, embarcaram no último domingo (14) rumo a Sevilha, para tentar fechar a contratação de Luiz Henrique.

Luiz Henrique em ação pelo Real Betis (Foto: Antonio Pozo / Pressinphoto / Icon Sport)

Como está a negociação

O Flamengo vê a negociação com Luiz Henrique como “muito difícil”, mas, se está enviando representantes à Europa, é porque vê chances reais de fechar com o atacante. O departamento de futebol ainda trabalha com a possibilidade de um empréstimo com a opção de compra, ainda que já admita desembolsar cifras altas para tê-lo, que seriam abatidas caso seja feita a aquisição, no futuro. A chegada em definitivo é muito difícil, mas não está descartada.

O Real Betis, por sua vez, segue priorizando a venda, porém houve mudança significativa nos valores. Os 18 milhões de euros (mais de R$ 80 milhões na cotação atual) pedidos inicialmente pelos espanhóis ficaram mais flexíveis e, agora, o Flamengo tenta negociar um denominador comum mais próximo da sua realidade.

Como mencionado, o Flamengo terá forte concorrência para fechar com Luiz Henrique. O Corinthians foi outro clube brasileiro que apresentou proposta oficial e, segundo a imprensa europeia, diversos clubes do continente, como é o caso do Everton, da Inglaterra, têm interesse na contratação.

A importância de Marcos Braz

Se o Flamengo só vai à Europa com possibilidades reais de trazer reforços, o caso de Luiz Henrique passa muito por Marcos Braz. Desde que o interesse do Rubro-Negro no atacante se tornou oficial, o vice-presidente de futebol conversou praticamente todos os dias com o jogador e seu estafe, a fim de convencê-los a voltar ao Brasil. Se os representantes já estavam no barco, o atacante ficou mais inclinado com o distanciamento do Fluminense da negociação.

O esforço de Braz tem muito a ver com a parceria firmada com Tite. O treinador gosta bastante do futebol de Luiz Henrique e vê a chegada do extremo, que esteve na pré-lista de convocados para a Copa do Mundo do Catar, em 2022, com bons olhos. Mesmo que já tenha o xará Araújo para a posição, o Flamengo entende que o ex-Fluminense chegaria para ser um destaque no forte ataque do time.

Tite e Braz trabalham juntos para ter o melhor elenco possível em 2024 (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Viagem à Europa engloba outros nomes

O embarque de Braz e Spindel ainda ganhou tons curiosos para a torcida do Flamengo. Como também negocia com a Roma para ter o lateral-esquerdo Matías Viña, ex-Palmeiras, a dupla deve aproveitar a estadia na Europa para firmar a contratação do uruguaio. Apesar disso, o vice-presidente de futebol despertou a atenção dos torcedores ao afirmar que tem um outro nome em pauta.

— A gente sabe que precisa de mais contratações, até pelo fato de dois jogadores nossos, considerados tops, pararam. Vai dar tudo certo. Essa é uma janela que eu tenho certeza que vai ser diferente, mas muito boa. Eu não posso falar de Luiz Henrique, porque não é só esse jogador que a gente vai ver na Europa. Sim, vai ter outro jogador — disse, em entrevista ao Canal Flazoeiro. 

A estadia dos dirigentes na Europa tem tudo para ser bastante agitada. Enquanto o elenco profissional também estará fora do país, só que nos Estados Unidos, Braz e Spindel tentarão reforçar o plantel, que perdeu peças como Everton Ribeiro, Filipe Luís e Rodrigo Caio e, até o momento, oficializou apenas um atleta: o meia Nicolás De La Cruz, ex-River Plate.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo