Brasil

“Melhor que Neymar”, Jefinho fez miséria para botar o Brasil na final do Futebol de 5

O Brasil é uma potência do Futebol de Cinco nos Jogos Paraolímpicos. A modalidade para deficientes visuais faz parte do evento desde 2004 e a Seleção ganhou todos os três ouros em disputa desde então. Agora, garantiu ao menos mais uma medalha no Rio-2016. Na final, os brasileiros enfrentarão o Irã, contra quem empataram por 0 a 0 na fase de grupos. E é bom os asiáticos não se descuidarem de Jefinho. O camisa 7 anda voando nos gramados do Rio de Janeiro. Nesta quinta, ao decidir o duelo contra a China, o camisa 7 foi ovacionado pela torcida.

Principal referência da Seleção, Jefinho marcou os dois gols na virada por 2 a 1 sobre os chineses, adversários na final paraolímpica de 2008. No primeiro, fez miséria na zaga adversária antes de fuzilar. Golaço, que compete com o camisa 10 iraniano Behzad Zadaliasghari como mais bonito da competição. Após decidir o jogo, ao entrar e sair nas substituições ilimitadas do Futebol de Cinco, o camisa 7 ouvia das arquibancadas: “Jefinho é melhor que o Neymar!”. Se serve para reforçar a tese, o camisa 10 “só” tem um ouro olímpico, enquanto Jefinho pode botar o seu terceiro no peito neste sábado.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.
Botão Voltar ao topo