Brasil

Defesa de Gabigol espera efeito suspensivo ainda em abril

A acusação indicou um árbitro nesta semana, e a defesa de Gabigol aguarda uma movimentação da CAS

O julgamento de Gabigol na Corte Arbitral do Esporte (CAS) está tomando forma. A acusação do processo indicou um árbitro no último dia do prazo, a segunda-feira (15) e, agora, o tribunal tem todas as peças do quebra-cabeça para iniciar o processo. A defesa do atacante do Flamengo espera um resultado para o efeito suspensivo até o fim deste mês. 

A informação foi publicada inicialmente pelo ge e confirmada pela Trivela. 

Defesa de Gabigol aguarda ansiosa

  • Gabigol e seus representantes enviaram a documentação necessária no dia 02 de abril
  • A acusação esperou até o último momento, mas também enviou
  • A CAS tem tudo para iniciar o processo de julgamento
  • O efeito suspensivo pode deixar Gabigol livre para retornar aos gramados

Como funcionará o julgamento na CAS?

A Corte Arbitral do Esporte conduz seus julgamentos de maneira complexa. São três árbitros indicados para o pleito, um pela acusação, um pela defesa e outro pela própria CAS, esse último considerado o líder da bancada. Dessa forma, um inglês e um alemão estão no controle do futuro da carreira de Gabigol. O tribunal suíço deve indicar o seu representante até o fim desta semana.

Quando a CAS finalizar esse processo, o julgamento pode acontecer a qualquer momento. Não existe uma data marcada, já que tudo é realizado por ordem de resolução. A partir do momento em que a decisão acontecer, as partes serão notificadas.

Os processos no CAS não são de graça, e Gabigol precisou desembolsar uma boa grana para pagá-los, já que a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), notificou sua defesa para alertar que o pagamento ainda não tinha sido realizado. O fato é mais uma demonstração de como o atacante quer retornar aos gramados o mais rápido possível.

Ainda que tenha acionado o protocolo de “periculum in mora” (o perigo da demora), em conjunto com “fumus boni juris” (fumaça do bom direito), a defesa de Gabigol viu demora exacerbada para a ABCD indicar um árbitro. Mesmo assim, como mencionado, o clima segue de confiança por um efeito suspensivo até o fim de abril.

Relembre o caso

Gabigol está suspenso dos gramados desde o dia 25 de fevereiro, quando o julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJD-AD) determinou a decisão. Nesse momento, o atacante não pode participar de qualquer atividade que envolva o Flamengo até 08 de abril de 2025.

O camisa 10 do Flamengo foi acusado de tentativa de fraude em exame antidoping. O episódio aconteceu no Ninho do Urubu, quando Gabigol não seguiu os protocolos citados pela equipe presente no CT do Rubro-Negro. Além de ter demorado demais para realizá-lo, o centroavante entregou a amostra aberta e não quis ser acompanhado por um dos agentes.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo