Brasil

Coronado treinou e se apresentou ao Corinthians, explicando o porquê de nunca ter jogado em liga grande

O meia fez seu primeiro treino com o elenco, mas ainda não tem data da estreia confirmada.

Igor Coronado chegou ao Brasil na última semana, como uma das principais contratações do Corinthians para a temporada de 2024.  Desde que foi divulgado o início das negociações e a rescisão com o Al-Ittihad, clube que o jogador defendia na Arabia Saudita, a torcida corintiana viveu uma enorme expectativa, ao ponto de ficarem acompanhando tanto o voo, quanto a regularização do jogador dentro do BID (Boletim Informativo Diário.

Apesar da ansiedade mútua para ver Coronado em campo com a camisa do Timão, o meia ainda precisa de pelo menos uma semana de treinamentos para chegar na forma física ideal, segundo análise do próprio estafe e revelado pelo próprio jogador. Apesar disso, Igor revelou que espera conseguir estar em campo no próximo domingo (25), diante da Ponte Preta, na Neo Química Arena:

– Estou trabalhando bastante em dois períodos. Primeiro dia hoje que fui inserido em um grupo. Estou pressionando um pouquinho os preparadores físicos para estar em campo. Essa semana continuo à parte para segunda-feira ser inserido 100% com o grupo. Eles têm os dados que estudam, no dia a dia vamos vendo se dá para mudar – disse Coronado sobre a possibilidade de estrear.

Igor Coronado é aprestando oficialmente no Corinthians (Foto: Agência Corinthians)

Motivos de não ter atuado nas grandes ligas do futebol

Toda a carreira do Igor foi feita fora do Brasil, apesar disso o jogador nunca atuou dentro dos principais campeonatos do mundo, o meia explicou os motivos de ter saído cedo do país e falou um pouco sobre momentos que viveu no exterior:

– Minha carreira está sendo inversa como brasileiro. Iniciei fora do Brasil, muito novo, meus pais saíram para trabalhar na Inglaterra e segui com ele aos 12 anos. Todo jogador busca o melhor, porém o início da minha carreira não foi nada fácil. Graças ao suporte que tive e ao meu trabalho segui sonhando e acreditando. Tive altos e baixos, mas nos últimos anos cresci cada vez mais e chegou aqui para justificar o motivo que fui contratado. Pé no chão, muito trabalho, não sou de falar muito, mas de entregar tudo. Vou tentar dar meu máximo para justificar o porquê o Corinthians me contratou.

Diferenças entre o futebol árabe e o futebol brasileiro

Igor Coronado chegou ao Corinthians depois de quatro anos atuando no mundo árabe, agora no futebol brasileiro, o meia precisará lidar com uma adaptação não apenas ao estilo pedido, mas também ao calendário “estrangulado” que acaba muitas vezes prejudicando os atletas, principalmente com lesões:

— Isso vai ser algo que vou ter que me cuidar mais no extra-campo, mas vou procurar com o clube e individualmente fazer o necessário para sempre estar disponível. É algo novo, pois o calendário brasileiro tem muitos jogos, terei que me adaptar. Mas vou me preparar dentro e fora para estar disponível.

Características parecidas com Rodrigo Garrro

– Pouco que acompanhei o Garro, temos futebol parecido. Ele joga no meio e gosta de ter liberdade de flutuar, minhas características são parecidas, criar jogadas, ter a bola no pé e participar do jogo. Gosto de tocar na bola, buscar espaços, essa é minha maior qualidade. Sou um meia ofensivo, porém hoje tive palavrinha com o treinador e expliquei que posso jogar em outras posições do meio para a frente. Lee sinalizou que a ideia de início é me colocar na melhor posição que seria meia-atacante.

Críticas e valores da transação com o clube

A transação para a chegada de Coronado ao Corinthians gerou polemica depois do diretor financeiro do clube revelar o valor de R$ 2 milhões, foi inicialmente entendido que esse seria o valor do salário do jogador, posteriormente o clube explicou que a quantia era da soma de toda a transação:

— Não posso me sentir envergonhado de tudo o que conquistei até hoje, não foi fácil para mim, mas eu batalhei, eu juntei, eu tô aqui e agradeço muito a Deus pelo que ele tem feito na minha vida, então eu não posso me sentir envergonhado. Quanto aos valores altos, médios, que são sempre valores altos, mas não cabe a mim ficar falando disso. Eu tô aqui para mostrar o meu futebol.

Conversa com Romarinho antes de chegar ao Corinthians

Coronado atuava no mesmo clube que Romarinho, no Al-Ittihad, o novo jogador do Timão revelou conversa e entregou desejo do atacante ídolo do clube em 2012:

– Romarinho está doido para voltar (risos). Ele ama esse clube, ama a história dele. Ele me falou muito bem, sei que é apaixonado aqui. Minha parceria foi muito boa lá, seria um sonho ter aqui também.

Negociação com o Flamengo e declarações do Marcos Braz

– Nem sabia para falar a verdade, chegou agora a mim. Estou representando o Corinthians e tenho que importar com o que o clube pensa. Respeito a opinião dele. Sobre o Flamengo, recebi uma ligação do Matheus, auxiliar do Tite, para saber minha situação na Arábia Saudita. Hoje estou aqui realizando um sonho, espero mostrar meu trabalho dentro de campo para me adaptar o mais rápido possível

Foto de Jade Gimenez

Jade Gimenez

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância e transformou a paixão em profissão. Além do futebol, se mantem por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 até NFL. Trabalhou como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.
Botão Voltar ao topo