Brasil

Corinthians finalmente recebeu boas notícias

Em estágio avançado de recuperação e recuperado de dengue, Igor Coronado pode estar à disposição de António Oliveira na próxima semana

O Corinthians tem boas notícias no departamento médico. Isso porque Igor Coronado, Maycon e Diego Palacios tiveram avanços em suas recuperações. E a expectativa é que pelo menos Coronado esteja à disposição de António Oliveira para o confronto da próxima terça-feira (9), contra o Nacional do Paraguai, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana, na Neo Química Arena, às 19h (horário de Brasília).
Recuperado da dengue, o meia Igor Coronado treinou com o grupo, na última sexta-feira (5), e depois fez alguns exercícios separadamente com a supervisão da equipe de preparação física. Há duas semanas, ele vem tendo as cargas aumentadas nas atividades e demonstra boa evolução.
Já o volante Maycon deu o pontapé em sua transição física, com treinos individuais no campo ao lado dos preparadores. O camisa 7 sofreu uma lesão muscular no aquecimento da partida contra o São Bernardo, há pouco mais de duas semanas, e ficou afastado. No entanto, o período de intertemporada foi fundamental para a sua recuperação.
Além dele, o lateral-esquerdo Diego Palacios, que segue no programa de trabalhos alternados em campo e na parte interna do CT, também está com cargas gradativas.

Nas próximas semanas, vários atletas lesionados devem estar de volta e, consequentemente, António Oliveira terá mais peças à sua disposição, o que deve gerar um alto impacto no desempenho. Um dos setores que mais será beneficiado é o meio-campo. Aliás, o iminente retorno de Igor Coronado deve desafogar o sobrecarregado Rodrigo Garro. O camisa 10 carrega a responsabilidade de ser o principal armador do Timão.

Além de Maycon e Igor Coronado, em transição, o setor criativo tem outro atleta machucado: Ruan Oliveira está afastado para tratar de uma ruptura do ligamento cruzado (LCA) do joelho direito desde dezembro.

Cautela no retorno de atletas

O preparador físico do Corinthians, Reverson Pimentel, contou detalhes sobre a cautela com a recuperação de jogadores, em entrevista exclusiva à Trivela, na semana passada. Vale lembrar que o volante Paulinho, reabilitado de uma lesão no joelho, também não está pronto para sequências de 90 minutos.

— A gente vai continuar fazendo um processo de recuperação, inclusive aquele específico para o pós-jogo, mas o principal processo, para que esses atletas não se lesionem novamente, é o aumento gradual de carga — disse Reverson.

O processo de aumento gradual de carga está sendo aplicado para todos os jogadores recuperados ou em transição. No entanto, no caso de Paulinho, de 36 anos, a atenção precisa ser redobrada. Na última partida, contra o Racing-URU, em Montevidéu, o volante ficou no banco de reservas. Ele havia retornado aos gramados no amistoso do dia 27 de março, contra o Londrina.

— A carga de trabalho para o Paulinho é para que ele consiga suportar 90 minutos de forma seguida. Então, ele atuou 30 minutos, e a ideia é ir evoluindo, né? De 30 para 45 minutos, depois 60 minutos, até que ele possa aguentar uma sequência de jogos. Então, assim, Paulinho não vai poder, de repente, no próximo jogo entrar por 90 minutos e, depois de 3 dias, mais 90, porque isso, sim, pode causar uma lesão nesse período — afirmou o preparador.

Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo