Brasil

Corinthians apresenta patrocínio milionário focado em provar a credibilidade da empresa

Corinthians anunciou o acerto com a casa de aposta Vai de Bet focado em provar a credibilidade da parceira

Assim como prometeu em sua campanha, o presidente Augusto Melo firmou, anunciou oficialmente (6), o acerto com um novo patrocinador máster. O acordo foi celebrado com a casa de apostas Vai de Bet e prevê a entrada de R$ 300 milhões nos cofres alvinegros ao longo dos próximos três anos. Serão R$ 120 milhões por ano, divididos em R$ 10 milhões por mês, além de luvas pela assinatura do acordo no valor de R$ 10 milhões. A empresa irá estampar a sua marca nas camisas dos times masculino e feminino de futebol, e das equipes de futsal e basquete.

O acordo era uma promessa do novo presidente, eleito em novembro do ano passado, de mostrar ao torcedor corintiano que apesar de todos os problemas financeiros que o clube vinha passando, ele trabalharia para recuperar a credibilidade financeira da instituição no mercado.

Essa recuperação, no entanto, começou por meio de uma empresa pouco conhecida. Por isso, muito da entrevista coletiva de apresentação do novo patrocinador teve como foco mostrar a credibilidade e a grandeza da Vai de Bet.

– Esse acerto é consequência de um trabalho incansável que venho fazendo para o clube que eu amo. O nosso acerto com a Vai de Bet é um namoro que vem há longo tempo. Venho conversando com grandes empresas, multinacionais, e diferentes clubes, e é o pontapé inicial da nossa gestão. Para mostrar a credibilidade dessa grande empresa, assinamos um contrato de 36 meses. Além disso, existe uma multa de R$ 20 milhões com o nosso antigo patrocinador e ela (Vai de Bet) vai arcar, vai indenizar. Não será pago pelo Corinthians. Para mostrar mais uma vez essa credibilidade do nosso novo parceiro, quando foi a Taunsa – patrocinadora na gestão passada – o jurídico não aprovou o acerto. Diferente disso e com uma gestão transparente, com homens que querem o bem do clube, vamos analisar tudo. O acordo com a Vai de Bet passou pelo jurídico em primeira mão e em seguida pelo nosso complice, que também aprovou. Só depois disso veio para as minhas mãos. Tudo que for feito aqui será feito por uma equipe – disse o presidente, muito disposto a provar a lisura da empresa que irá estampar a sua marca na camisa do Timão.

– E para provar que honestidade e credibilidade, a Vai de Bet nos depositou na noite deste sábado R$ 20 milhões. A partir de agora serão R$ 10 milhões no primeiro dia de cada mês. Nunca vamos fazer nada sem a aprovação do jurídico. A Vai de Bet é uma grande empresa , uma das cinco maiores do mercado e que já nos deu essa segurança – acrescentou o presidente.

Mas quem é a Vai de Bet?

Apesar do grande investimento que será feito no Corinthians, a Vai da Bet ainda pode ser considerada uma empresa desconhecida no mundo do futebol. E não é por acaso. O acerto com o Timão é a primeira iniciativa da empresa entre clubes e torcedores do futebol brasileiro, mesmo tendo como um dos principais alvos justamente os apostadores desse esporte.

Fundada em 20 de dezembro de 2022, o novo patrocinador máster do Corinthians tem como capital social R$ 300.000,00 em suas informações de registros.

A marca se auto batiza como “A casa do Embaixador” por ter o cantor sertanejo Gusttavo Lima como garoto propaganda.

Durante a entrevista coletiva, o presidente Augusto Melo disse que o cantor quis estar na apresentação do acordo, mas por conta da logística isso não foi possível.

E ele também é um dos escudos da atual diretoria para mostrar que a Vai de Bet não colocará o Corinthians numa barca furada futuramente.

– O Gustavo Lima não emprestaria a sua marca pra uma empresa que ele não acreditasse. Ele está emprestando a sua credibilidade para uma empresa em que ele confia – falou o gerente de marketing do Corinthians, Sérgio Moura.

Vai de Bet não promete contratações de reforços

Apesar dos valores, a nova patrocinadora não terá a missão de ajudar o Corinthians na contratação de jogadores. O acordo prevê os valores definidos mensalmente pelo contratado de patrocínio. Nada além disso como parceira.

– Vai dar o aporte financeiro. Ela não prometeu contratações. Vai nos ajudar com o patrocínio para que a gente busque as contratações. Nós brigamos muito pela valorização da camisa. Dentro disso, da receita recebida, nós vamos em busca do que precisamos para a qualidade do elenco – completou o presidente.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo