Brasil

Respaldo jurídico e ajuda de brasileiro: Saiba como Corinthians ficou próximo de acerto com Ramón Díaz

Timão tinha travado conversas com o treinador argentino, mas voltou a negociar após goleada para o Cruzeiro e forte pressão interna

O Corinthians está próximo de acertar a contratação do técnico Ramón Díaz. As conversas com o estafe do treinador acontecem desde a semana passada, mas foram retomadas nesta segunda-feira (8), após o clube alvinegro desistir de esperar uma definição de Fábio Carille, que era prioridade, mas vivia impasse por ter contrato com o Santos

Para voltar às conversas com Ramón, o Timão contou com a ajuda do empresário André Cury, que representa o técnico no Brasil. 

Inicialmente, houve um incômodo por parte do treinador e os seus representantes em relação à demora corintiana na negociação, o que foi costurado pelo agente brasileiro sem grandes dificuldades.

As bases financeiras já foram discutidas e aceitas entre as partes. O contrato oferecido pelo Corinthians tem validade até o fim de 2025. O salário seria equivalente ao que o argentino ganhava no Vasco da Gama e próximo do que também foi oferecido a Carille. O valor é superior ao que ganhava António Oliveira, demitido na última terça-feira (2). 

Corinthians se resguarda juridicamente

O Corinthians acionou o seu departamento jurídico para não ter problemas para registrar Ramón Díaz no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. 

O treinador segue vinculado ao Vasco, mesmo tendo saído do clube carioca em abril. O profissional e a sua comissão cobram do Cruz-Maltino uma indenização que gira em torno de R$ 20 milhões. Eles alegam que foram demitidos, enquanto a equipe de São Januário afirma que o profissional pediu demissão no vestiário do estádio vascaíno após sofrer uma goleada por 4 a 0 do Criciúma, pelo Brasileirão. 

– Com relação ao Ramon Díaz, juridicamente, a gente espera um acordo bom para ambas as partes. Eu não estava aqui quando aconteceu o episódio, mas a gente respeita muito o Ramón, o Emiliano e toda a comissão. Juridicamente, a gente espera que ninguém se machuque, esperamos um acordo amigável entre as partes – disse Pedrinho, presidente do Vasco, na última sexta-feira (5). 

O Timão está em contato com o jurídico da CBF para encontrar mecanismos para registrar Ramón, ainda que ele tenha vínculo com o Vasco. 

Quando será a estreia de Ramón Díaz pelo Corinthians?

A tendência é que Ramón Díaz faça a sua estreia pelo Corinthians contra o Criciúma, na Neo Química Arena, no dia 16 de junho. 

O Timão tem um compromisso antes, nesta quarta-feira (10), justamente contra o Vasco. Existia até a expectativa de já ter o novo treinador nesta partida, mas ele não está no Brasil e não chegaria a tempo de comandar a equipe no Rio de Janeiro. 

Próximo compromisso do Corinthians é contra o Vasco, ex-clube de Ramón, mas o clube ainda não deve ter o seu novo treinador (Foto: Icon Sport)

Auxiliar de Ramón, Emiliano Díaz, que também é filho do treinador, permaneceu residindo em território brasileiro com a família. Ainda assim, ele não deve comandar a equipe nesta semana, porque está em viagem com a Europa, aproveitando as férias escolares do filho. 

Técnico do sub-20, Raphael Laruccia deve dirigir o Corinthians novamente. Ele já havia ficado à frente do Timão nas duas últimas partidas, contra Vitória e Cruzeiro. 

Pressão interna foi decisiva para o avanço com Ramón

A derrota por 3 a 0 do Timão para a Raposa neste domingo (7) foi crucial para a retomada das conversas com Ramón Díaz. Internamente, havia uma grande pressão para que um novo treinador fosse definido, fazendo com que a diretoria corintiana mudasse a ideia que era esperar mais alguns dias por Carille, com quem tinha acerto firmado com o empresário. 

Ainda que o treinador tivesse dado a palavra à direção do Santos que permaneceria na Baixada Santista, existia expectativa no Timão que ele mudasse de equipe, muito por conta das conversas com o estafe. 

A multa rescisória, que girava em torno de R$ 2 a 2,5 milhões, foi crucial para o negócio não avançar. O Peixe cobrava o valor integralmente, algo que o Corinthians não tinha para pagar. 

Houve até a tentativa de envolver atletas na negociação e até mesmo cálculos foram feitos para saber se o Timão conseguiria arcar com o valor, mas nenhum desses fatores foram possíveis.

Foto de Fábio Lázaro

Fábio LázaroSetorista

Nascido em Santos, criado em São Vicente e entregue à São Paulo. Na Trivela desde junho de 2024, como setorista do Corinthians. Passagem pelo Lance! entre fevereiro de 2020 e maio de 2024, onde cobriu Santos e Corinthians. Por lá, também coordenou pautas e estratégias digitais. Atualmente, também é repórter na rádio 9 de Julho, comentarista no programa Esporte por Esporte, da TV Santa Cecília, e narrador freelancer.
Botão Voltar ao topo