Copa do Brasil

Do hospital a herói do Vasco: como foi a emocionante quinta-feira de Léo Jardim

Depois de acompanhar o nascimento da filha durante a madrugada e praticamente sem dormir, o goleiro do Vasco foi um dos personagens da classificação do time na Copa do Brasil

O goleiro Léo Jardim viveu uma quinta-feira (7) mais do que especial. Após acompanhar o nascimento da sua filha durante a madrugada, o jogador ainda virou um dos heróis da classificação do Vasco para a terceira fase da Copa do Brasil. O goleiro defendeu um dos pênaltis que garantiram a vitória vascaína por 4 a 1, depois de um empate por 3 a 3 no tempo regulamentar. E tudo isso praticamente sem dormir.

No começo da madrugada da última quinta-feira, por volta de 1h, Léo Jardim foi liberado da concentração do Vasco para poder acompanhar o nascimento da filha. No entanto, o goleiro só deixou o hospital às 8h, após a pequena Alice nascer em um hospital do Rio de Janeiro.

A história poderia parecer banal, mas tomou ares épicos ao longo do dia. Após acompanhar o nascimento da filha, Léo Jardim voltou para os seus compromissos com o Vasco e, durante a tarde, se apresentou no hotel onde a delegação estava hospedada. Lá, ele conseguir dormir. No entanto, preocupada com as condições físicas do goleiro, a comissão técnica chegou a questionar se Léo Jardim teria condições de ir para a partida.

E, é claro, Léo Jardim aceitou. Mas ele certamente não sabia o que a história reservava para ele. Além da atuação segura durante a partida, apesar dos três gols sofridos, o Vasco contou com o brilho do goleiro, que defendeu logo a primeira cobrança de pênalti do Água Santa. E, além disso, é claro, Léo Jardim também viveu a montanha-russa a qual foi a partida do Vasco. Após sair vencendo por 2 a 0, acabou levando a virada já perto do fim da partida e ainda foi buscar o empate por 3 a 3 no último lance do jogo.

– Quero agradecer publicamente. Ele (Léo Jardim) dormiu pouco ou nada. Foi ao hospital 1h da manhã (horário de Brasília), e sua filha nasceu por volta de 8h30. Perguntamos para o Léo se estava em condições. Ele tem um comprometimento com o grupo de um líder. Quero agradecer publicamente. falei antes dos pênaltis com ele, aconteça o que acontecer, quero agradecer pelo esforço – afirmou o auxiliar técnico do Vasco, Emiliano Diaz, em entrevista coletiva em São Januário.

Léo Jardim se emociona na saída de campo

Visivelmente emocionado após a disputa de pênaltis em São Januário e muito celebrado pela torcida e por seus companheiro de time, Léo Jardim deixou o campo do estádios ovacionado. Mas, antes disso, ele falou sobre o dia especial.

– É até difícil de falar. Fico muito feliz. Hoje foi um dos dias mais felizes da minha vida, foi o nascimento da minha filha. Eu não dormi a noite toda, e aí eu fui para o hotel na parte da tarde e consegui descansar um pouco. Mas queria estar em campo hoje, queria estar a presente, ajudando meus companheiros. Então, muito feliz, muito feliz por me ajudar. E queria dedicar essa vitória hoje pra minha esposa, que foi uma guerreira, e tenho muito orgulho.  E para Alice e para o Noah, aos meus pequenos – afirmou Léo Jardim.

Agora, o Vasco de Léo Jardim volta as suas atenções para o Campeonato Carioca. E para mais uma decisão. No próximo domingo, o Cruz-Maltino enfrenta o Nova Iguaçu, às 18h30 (horário de Brasília), pelo jogo de ida da semifinal do Carioca. O clube só volta a atuar na Copa do Brasil em abril, na terceira fase, e vai conhecer o adversário por sorteio, que ainda será realizado pela CBF.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor de Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo