Copa do Brasil

Como o Flamengo resistiu à pressão e foi letal para eliminar o Athletico-PR

Rubro-Negro vai enfrentar o Grêmio na semifinal da Copa do Brasil

O Flamengou sofreu, mas venceu o Athletico-PR novamente e está mais uma vez nas semifinais da Copa do Brasil. Com a vitória por 2 a 0, com gols de Gabigol e contra de Erick, na Ligga Arena, nesta quarta-feira, o time carioca segue vivo em busca do penta da competição. Além disso, isso mantém o clube na disputa das três frentes que tem na temporada.

Nas semifinais, o Flamengo vai encarar o Grêmio, que passou pelo Bahia, nos pênaltis, também nesta quarta-feira. Na outra chave, América-MG x Corinthians e Palmeiras x São Paulo definem os outros semifinalistas.

Athletico-PR é ineficiente e Flamengo é fatal

Com a vantagem conquistada no primeiro jogo, no Maracanã, por 2 a 1, o Flamengo entrou em campo na Ligga Arena precisando apenas de um empate para avançar na Copa do Brasil. E o Athletico-PR foi para cima desde os primeiros minutos de jogo para tentar inverter o placar favorável aos cariocas. O time paranaense dominou o primeiro tempo, pressionou o time adversário e desperdiçou oportunidades.

Recém-vendido ao Barcelona, Vitor Roque infernizou a defesa do Flamengo. Com mudanças nas laterais, o Athletico-PR teve um time mais ofensivo do que no Maracanã e conseguiu pressionar o Flamengo. Ainda assim, quem marcou foi o Rubro-Negro carioca. Em bola cruzada na área aos 45′, Arrascaeta ajeitou de cabeça para o meio da área e Erick acabou desviando contra o próprio gol.

No segundo tempo, o cenário pouco mudou. O Athletico-PR se jogou ainda mais ao ataque, mas seguiu sem ser efetivo. Por outro lado, o time paranaense deixou espaços na defesa e o Flamengo conseguiu ameaçar nos contra-ataques. Em um deles, Gabigol chegou a marcar em lance em que driblou Bento e finalizou para o gol vazio. Mas o assistente marcou impedimento. O VAR confirmou a irregularidade, que gerou muita reclamação do Flamengo pelas linhas traçadas pelos responsáveis pela tecnologia. Mas, no fim, aos 48′, Gabigol ainda conseguiu marcar aproveitando uma sobra na área e decretando a vitória por 2 a 0 e a classificação para as semifinais.

Flamengo protesta contra o VAR

Depois do jogo, o Flamengo informou que, em protesto contra possíveis erros de arbitragem durante a partida contra o Athletico-PR, os jogadores e os técnico Jorge Sampaoli não falariam na saída de campo, coletiva e zona mista.

Flamengo segue vivo nas três competições

Com a classificação para as semifinais da Copa do Brasil, o Flamengo segue vivo em três competições. Na semifinal da Copa do Brasil, vai encarar o Grêmio em jogos que ainda terão os mandos de campo sorteados e que vão acontecer em agosto.

Na Copa Libertadores, o Rubro-Negro vai enfrentar o Olimpia nas oitavas de final, também em agosto. Já o Brasileirão, onde é o vice-líder, o Flamengo tem o clássico com o Fluminense, no próximo domingo (16), às 16h (de Brasília), no Maracanã.

O que resta ao Athletico-PR na temporada?

Agora eliminado da Copa do Brasil, o Athletico-PR foca na Copa Libertadores e no Campeonato Brasileiro. Na competição continental, o Furacão vai enfrentar o Bolívar nas oitavas de final, em agosto. Já no Brasileirão, o time paranaense, que é o 11ª colocado, joga contra o Bahia, no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), na Ligga Arena, pela 15a rodada.

Saiba quanto o Flamengo já faturou na Copa do Brasil

Com a classificação para as semifinais da Copa do Brasil, o Flamengo embolsou mais R$ 9 milhões na competição. Veja quanto o clube já arrecadou.

  • Terceira fase: R$ 2,1 milhões
  • Oitavas de final: R$ 3,3 milhões
  • Quartas de final: R$ 4,3 milhões
  • Semifinal: R$ 9 milhões
  • Total até o momento: R$ 18,7 milhões

Se avançar para a final, o Flamengo garante, no mínimo mais R$ 30 milhões. Este é o valor que o vice-campeão recebe. O campeão da Copa do Brasil fica com R$ 70 milhões. Assim, o Rubro-Negro pode arrecadar até R$ 88,7 milhões na competição.

Estatísticas de Athletico-PR 0 x 2 Flamengo – Copa do Brasil 2023

  • Posse de bola: 52% x 48%
  • Chutes:  27 x 8
  • Chutes a gol:  5 x 3
  • Gols:  Erick (gol contra), 45’/1ºT (0-1); Gabigol 48’/2ºT (0-2)

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor de Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo