Brasil

Um dos 11 reforços anunciados, como Otero chega para ajudar o Santos em 2024?

A Trivela conversou com jornalistas que acompanharam o venezuelano nos últimos meses e que chega para ajudar o Peixe

Um dos 11 reforços anunciados pelo Santos para a temporada 2024 é o meio-campista Romulo Otero, de 31 anos. O Peixe será o quarto clube do venezuelano no Brasil. Antes, ele defendeu o Atlético-MG, Corinthians e Fortaleza. Por aqui, o melhor momento certamente foi vestindo a camisa do Galo antes de discretas passagens pelos outros dois times. Por isso, a sua chegada na Vila Belmiro traz dúvidas na torcida santista. Mas afinal, como Otero desembarca no CT Rei Pelé? Para entender qual é o momento do meia, a Trivela conversou com jornalistas que lhe acompanharam de perto nos últimos meses.

Alejandro Figueroa Rivas, jornalista equatoriano que viu o desempenho de Otero pelo Aucas, explica que o novo jogador do Santos foi “um pilar” da equipe ao longo das competições disputadas em 2023.

– Otero foi um pilar do Aucas em todos os sentidos no período em que esteve no time. É verdade que ele não atuou em todos os jogos, mas penso que cumpriu aquilo que se esperava dele. Otero ainda é um jogador com bastante qualidade nas assistências e na construção das jogadas ofensivas. De maneira resumida penso que a sua passagem pelo Aucas fez bem para ele e para o futebol do Equador – fala o repórter.

Números de Otero na temporada passada

Na temporada passada, considerando os compromissos válidos pelo Campeonato Equatoriano, a Copa Libertadores e as partidas pela Seleção da Venezuelano, Otero encerrou 2023 com 33 partidas disputadas, sendo 20 como titular e 13 saindo do banco de reservas. Foram quatro gols marcados e duas assistências distribuídas.

Presença constante na seleção venezuelana

Miguel Oropeza, repórter venezuelano do site Sr. Deportes, tem opinião distinta de Rivas sobre Otero, que foi convocado para os seis jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026.

– O momento dele não é muito bom. A verdade é que ele não vive uma boa fase desde as primeiras vezes em que esteve no Brasil. Esse é o quarto time dele no futebol brasileiro. Com a seleção nos últimos jogos ele passou bastante despercebido. Teve algum destaque no empate por 0 a 0 com o Equador, em Maturín. Otero segue sendo um dos jogadores venezuelanos com boa qualidade técnica, mas foi bastante intransigente no ataque nos jogos das Eliminatórias – diz o jornalista.

Otero segue sendo o “senhor das bolas paradas”

Oropeza também salienta como Otero tem jogado atualmente e de quais maneiras ele poderá ser útil para o Santos em 2024.

– Ele segue aproveitando muito bem os lances com a bola parada. Seja por meio de faltas ou escanteios. O Otero é um jogador bastante posicional que ainda atua como um verdadeiro 10. Em uma equipe que administra bastante a posição e onde ele não precise correr muito pode ser uma peça importante – opina o venezuelano.

– Espero que ele consiga ajudar o Santos na Série B para recuperar um pouco o nível técnico que já teve em outras passagens pelo Brasil – acrescenta Oropeza.

Otero assinou contrato de um ano com o Santos e desembarca na Vila ao lado do volante Diego Pituca, que defendeu o Kashima Antlers, do Japão, nas últimas três temporadas, o meia Giuliano e o zagueiro Gil, ambos contratados após o término dos seus vínculos com o Corinthians, o lateral-esquerdo Jorge, emprestado pelo Palmeiras, e o atacante Willian Bigode, que deixou o Athletico-PR.

Além deles, também estão certos com o Santos os laterais-direitos Aderlan e Hayner, o volante João Schimidt e o atacante Marcelinho.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo