Brasileirão Série A

Auxiliar de Zubeldía reafirma compromisso com São Paulo em meio ao interesse do Equador

O equatoriano Carlos Gruezo disse que a comissão técnica está feliz no clube do Morumbis

O técnico argentino Luis Zubeldía, do São Paulo, é o favorito a assumir a seleção do Equador após a demissão do espanhol Félix Sánchez, na última sexta-feira (5).

La Tri decidiu interromper o trabalho do treinador pela eliminação nos pênaltis para Argentina nas quartas de final da Copa América 2024.

No primeiro jogo desde o interesse divulgado pelo jornal El Comercio, o Tricolor se saiu bem ao vencer o Red Bull Bragantino por 2 a 0 neste sábado (6).

Sem Zubeldía, suspenso, o auxiliar Carlos Gruezo comandou o time à beira do campo e, consequentemente, esteve na coletiva de imprensa para ser questionado sobre o assunto.

Gruezo despista e reafirma que a comissão possuí contrato com o São Paulo

Bom com as palavras, o auxiliar equatoriano destacou que a comissão está bem e feliz no time do Morumbis, apesar de afirmar ser “sempre bom” estar em seleção ou em um clube grande.

Gruezo também reafirmou o compromisso com o contrato firmado com o São Paulo, até dezembro deste ano, e despistou ao dizer que as especulações para assumir o Equador não apontam apenas para Zubeldía.

– Como equatoriano, sempre é bom estar dentro da seleção, ou de um clube grande. Mas nós estamos bem no São Paulo. Estamos muito felizes de estar aqui. Temos um compromisso e contrato. Se vai especular sempre, não apenas o Luis e quatro ou cinco outros treinadores. Como comissão técnica, nosso pensamento e trabalho está no São Paulo. – despistou Carlos Gruezo.

Auxiliar coloca pés no chão e explica tática contra Bragantino

Em outro ponto da coletiva, o equatoriano elogiou a sequência de quatro vitórias do São Paulo, agora com 27 pontos no Campeonato Brasileiro, apenas quatro a menos que o líder Flamengo, mas pregou cautela.

– Na verdade, é muito importante que o São Paulo tenha essa sequência de bons resultados, mas sabemos que o campeonato vai longe, então nós vamos passo a passo, jogo a jogo. Somos todos conscientes que somar pontos é importante, e vamos pensar no futuro com, com o Brasileirão e as copas do Brasil e Libertadores. Então, vamos seguir passo a passo – expôs Gruezo.

Sobre a estratégia para a partida de hoje, um jogo mais direto e com muitos lançamentos, a discussão aconteceu entre a comissão para definir que esse seria o caminho para superar a forte pressão do Bragantino.

– Isso [a estratégia] foi de acordo com o que o Zubeldía decidiu, junto com a gente da comissão, e isso passa por uma análise, já que todos os jogos são diferentes. Às vezes precisamos trabalhar processos com bola e às vezes entender a posição de atacar no momento justo. […] O que sucede é que de acordo com os rivais a estratégia varia, então a gente sabia que eles jogavam com a defesa adiantada e por isso queríamos explorar os espaços que iam dar.

As outras opções para o Equador além de Zubeldía

Além do comandante são-paulino, há mais quatro nomes especulados para poderem suceder Félix na seleção equatoriana.

Zubeldía é o número um, mas, ainda segundo El Comércio, o segundo na lista seria o uruguaio Guillermo Almada, do Pachuca, técnico que comandou o Barcelona de Guayaquil entre 2015 e 2019 e conquistou um Campeonato Equatoriano.

Seriam especulados também outros dois argentinos. Um deles é Sebastián Beccacece, ex-Defensa y Justicia, campeão da Recopa Sul-Americana em cima do Palmeiras em 2021 e já foi especulado no mercado brasileiro.

O outro é um velho conhecido: Jorge Sampaoli. O ex-Flamengo, Santos e Atlético-MG está sem contrato desde que foi demitido do Rubro-Negro, em setembro do ano passado, após perder a Copa do Brasil para o São Paulo.

Os próximos jogos do São Paulo

  • Atlético-MG x São Paulo — Brasileirão — quinta-feira (11), às 21h30 (horário de Brasília);
  • São Paulo x Grêmio — Brasileirão — quarta-feira (17), às 20h (horário de Brasília);
  • Juventude x São Paulo — Brasileirão — sábado (20), às 16h (horário de Brasília).
Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius AmorimRedator

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo