Brasileirão Série A

Vasco precisa superar tabu histórico para tentar se recuperar no Brasileiro

Para tentar sair da crise no Brasileiro, o Vasco enfrenta o Athletico-PR, neste domingo, na Ligga Arena, onde costuma ter muita dificuldade

Depois de conseguir um bom empate com o Fortaleza, pela Copa do Brasil, o Vasco volta o seu foco para tentar sair da crise no Campeonato Brasileiro. Neste domingo (5), o Cruz-Maltino visita o Athletico-PR, na Ligga Arena, às 16h (horário de Brasília), pela quinta rodada da competição. E, para tentar sair da zona de rebaixamento e deixar para trás a goleada sofrida para o Criciúma, na última semana, também precisará superar alguns tabus históricos contra o Furacão.

O Vasco não vence o Athletico-PR em Curitiba há 17 anos. A última vitória vascaína na capital paranaense aconteceu em 2007, por 4 a 2, quando as equipes se enfrentaram pela Copa Sul-Americana. Os gols do Vasco foram marcados por Rubens Júnior, Abuda, Andrade e Dario Conca. Dinei e Alan Bahia descontaram para o Furacão.

Além disso, o Vasco também nunca venceu o Athletico-PR na Ligga Arena pelo Campeonato Brasileiro de pontos corridos. Ou seja, a partir de 2003. Desde então, foram 14 jogos, com dez vitórias do Furacão e quatro empates. Dessa forma, aquela vitória de 2017, pela Copa Sul-Americana, foi a única vitória do Vasco na casa do Athletico-PR nos últimos 21 anos.

E, durante muito tempo, o Vasco nem sequer conseguia pontuar na Ligga Arena. Depois da reforma da então Arena da Baixada para a Copa do Mundo de 2014, o Vasco só foi conseguir um empate na casa do Athletico-PR na última temporada. Em 2023, sob o comando de Ramón Díaz, o Cruz-Maltino empatou por 0 a 0 com o Furacão. E o time carioca até teve a chance de vencer em lance com Praxedes na reta final do jogo, mas o meia perdeu o gol.

Vasco segue com desfalque importante

Além destes tabus históricos, o Vasco tem mais um problema para tentar vencer o Athletico-PR, neste domingo, na Ligga Arena. O Cruz-Maltino segue sem contar com o meio-campista Dimitri Payet. O camisa 10 do time não mais uma vez não foi relacionado pelo técnico interino Rafael Paiva e ficou no Rio de Janeiro sob os cuidados de Departamento de Saúde e Performance (DESP).

Payet já havia ficado fora do jogo contra o Fortaleza, na última quarta-feira, pela Copa do Brasil. O francês ainda busca um melhor condicionamento físico depois de sofrer uma lesão no joelho direito no começo de abril. O meia chegou a ser titular contra o Criciúma, na última rodada do Brasileiro, mas estava visivelmente mal fisicamente e voltou para o DM.

Além de Payet, o Vasco também tem outro possível desfalque neste domingo. Hugo Moura sofreu uma entorse no tornozelo direito durante o jogo contra o Fortaleza e é dúvida para o jogo desta tarde. O volante foi relacionado, mas será avaliado antes da partida. Caso não tenha condição de jogo, Sforza deve ser o titular.

Provável escalação do Vasco contra o Athletico-PR

De acordo com o “ge”, o interino Rafael Paiva deve fazer mudanças no time titular do Vasco contra o Athletico-PR. Neste domingo, o Cruz-Maltino deve ter o meia Galdames e o atacante Rossi entre os titulares, nos lugares de Rojas e Rayan. Assim, Paiva deve desfazer o esquema com três zagueiros que foi utilizado no empate com o Fortaleza, na Copa do Brasil.

Asism, o Vasco deve entrar em campo com: Léo Jardim, Paulo Henrique, Maicon, Léo, Lucas Piton; Hugo Moura (ou Sforza), Mateus Carvalho, Galdames; Rossi, David e Vegetti.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor de Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo