Brasileirão Série A

Vasco tem vitória na Justiça e jogo contra o Atlético-MG será no Maracanã

Após Flamengo e Fluminense derrubarem liminar do Vasco, desembargador acata mandado de segurança e Cruz-Maltino tem direito garantido

O Vasco teve uma importante vitória fora de campo. Nesta quinta-feira, o clube conseguiu garantir, no Tribunal de Justiça, o direito de mandar a partida contra o Atlético-MG, no domingo, no Maracanã. O jogo, válido pela 20a rodada do Campeonato Brasileiro, está marcado para às 11h.

Na última quarta-feira, após negativa do Flamengo, o Vasco conseguiu uma liminar na Justiça para usar o Maracanã no domingo. No entanto, durante a noite, o desembargador André Luiz Cidra derrubou a liminar, argumentando que a partida poderia acarretar prejuízos para o gramado do estádio. Tal decisão gerou uma guerra de notas entre o Vasco e o Fluminense.

Nesta quinta, o Vasco entrou com um mandado de segurança e o desembargador Nagib Slabi Filho indeferiu o pedido do Cruz-Maltino, confirmando a partida contra o Atlético-MG para o estádio. Na sua decisão, o relator citou que o Maracanã é de todos.

“O Maracanã é muito mais que propriedade pública, no caso cedida, temporariamente, a dois grandes clubes de futebol. É imóvel de propriedade social, não só do povo carioca, mas de todos brasileiros, aficionados ou não do futebol. Está no imaginário social, assim como Wembley, Centenário e outros estádios que transcendem o simples aspecto futebolístico”, diz um trecho da decisão.

Relator é torcedor do Vasco

Outro ponto que chamou a atenção na decisão do relator Nagib Slabi Filho foi o próprio relator assumir ser torcedor do Vasco. No entanto, ele ressaltou que já teve decisões contrárias ao clube e que, por isso, não se considera suspeito para julgar o caso.

– Sou declaradamente torcedor do futebol, como a imensa maioria da população, especialmente do Vasco da Gama, desde a minha distante infância, e sou associado do clube, pagando contribuição mensal, desde quando o Roberto Dinamite assumiu a Presidência do clube. Nunca fui diretor ou membro de órgão do clube, sequer integrei ações decorrentes das diversas correntes políticas. A minha humilde participação resume-se em discussões futebolísticas, quase todas com os meus companheiros de tribunal e da área jurídica. Assim, na esteira de reiterados julgamentos, não estou suspeito para julgar esta causa – diz o relator.

– Julguei contra o Vasco da Gama, em caso que se discutia sobre a validade de cláusulas contratuais de propaganda no estádio, e julguei a favor do Flamengo em causa sobre o pagamento de contribuições que eram destinadas a instituições que sequer eram esportivas – completou.

Vasco inicia venda de ingressos

Logo após a decisão, o Vasco iniciou a venda de ingressos para a partida contra o Atlético-MG. As entradas vão de R$ 80 a R$ 325 (valor da inteira). Em uma hora de vendas, mais de 5 mil ingressos já haviam sido vendidos. A expectativa é de Maracanã lotado para a partida.

Além do apelo da partida, o Vasco também vai apresentar o meia Payet para a torcida antes da bola rolar contra o Atlético-MG. O francês deve aparecer no campo com uma grande festa preparada pelo clube.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor do Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo