Brasileirão Série A

Na última e mais importante das finais, Vasco luta para evitar o quinto rebaixamento no Brasileiro

Na reta final do Brasileirão, todo jogo é uma final para o Vasco, que tenta evitar mais um rebaixamento

No meio do futebol, em competições de pontos corridos, é comum jogadores, técnicos, torcedores e imprensa usarem o clichê do “encarar todo jogo como uma final”. Mas, neste Campeonato Brasileiro, depois de um péssimo primeiro turno, é assim que o Vasco tem enfrentado todos os seus jogos desde a chegada do técnico Ramón Diaz. Agora, contando um pouco com a sorte, o Cruz-Maltino chega na última rodada, nesta quarta-feira (6), às 21h30, contra o Red Bull Bragantino, em São Januário, dependendo apenas das próprias forças para escapar do que seria o quinto rebaixamento do clube para a Série B.

Desde o fim do primeiro turno, quando o técnico Ramón Diaz foi contratado, o Vasco vive uma final a cada jogo. Também pudera. Quando o treinado chegou, o Cruz-Maltino estava na 19ª colocação, com apenas 9 pontos conquistados em 14 jogos – a mesma pontuação do lanterna América-MG, levando vantagem apenas pelo saldo de gols. A partir dali, depois de um começo irregular, o Vasco iniciou uma campanha de recuperação.

Apesar da arrancada e de, neste período, ter um aproveitamento digno de G6 do Brasileirão, a situação anterior era tão caótica que o clube ainda não conseguiu escapar do rebaixamento. Mas, justamente pelo péssimo desempenho do Cruz-Maltino no começo do Brasileiro, chegar vivo na última rodada e ainda dependendo das próprias forças já foi considerado praticamente um milagre pelo clube e torcedores.

Ramón Diaz tem sido o grande protagonista desta arrancada do Vasco no Brasileiro (Foto: Icon sport)

Vasco viveu muitas ‘finais' antes da última rodada

Para isso chegar nesta atual situação, o Vasco viveu muitas “finais”. Na 31ª rodada, por exemplo, quando vinha de três jogos sem vencer e viu Bahia e Santos vencendo seus respectivos jogos no dia anterior, o Cruz-Maltino encarou o Cuiabá, fora de casa, em um jogo que poderia ser decisivo. Se perdesse, ficaria seis pontos atrás dos dois adversários, faltando apenas sete jogos para o fim do Brasileirão. Mas, mesmo jogando na Arena Pantanal, o Vasco de Ramón Diaz conseguiu vencer por 2 a 0 e encurtou a distância para Santos e Bahia.

Três rodadas depois, nova “final” com o já rebaixado América-MG, em jogo em que era “obrigado a vencer”. E o Vasco novamente conseguiu. Dessa vez, com um gol no fim de Payet, de falta. Com o resultado, o time da Ramón Diaz abriu três pontos da zona do rebaixamento.

Mas nem sempre o Vasco foi feliz nessas “finais”. No entanto, nas duas últimas rodadas, também contou com a sorte. Assim como o Cruz-Maltino, Bahia e Santos também perderam os seus respectivos jogos. Contra o Corinthians, por exemplo, quando ainda poderia complicar a vida do Timão, o Cruz-Maltino foi derrota em pleno São Januário. Mas, dessa forma, a situação entre os três permaneceu a mesmo, porém, agora com apenas uma rodada para ser disputada. Dessa forma, o Vasco chega na última jornada do Brasileirão precisando apenas das próprias forças para escapar do rebaixamento.

O que o Vasco precisa para evitar o rebaixamento no Brasileiro?

Fora do Z-4, o Vasco depende apenas de si para evitar o que seria o seu quinto rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Em caso de vitória sobre o Red Bull Bragantino, na quarta-feira, o time de Ramón Diaz garante a permanência na Série A. Mas, se tropeçar, o Cruz-Maltino vai precisar contar, mais uma vez, com a “ajuda” dos adversários.

  • Se o Vasco empatar
    Caso o Vasco empate com o Red Bull Bragantino, o vascaíno vai precisar torcer para que o Bahia não vença do seu jogo. Se o Bahia vencer, o Vasco terá que torcer por uma derrota do Santos. Nesse caso, o Cruz-Maltino empataria em pontos com o Peixe e ultrapassaria o adversário no saldo de gols;
  • Se o Vasco perder
    O Vasco ainda pode se salvar do rebaixamento mesmo com uma possível derrota para o Red Bull Bragantino. Mas, nesse caso, teria que torcer para o Bahia também perder o seu jogo.

Quantas vezes o Vasco foi rebaixado?

Caso termine entre os quatro últimos colocados do Campeonato Brasileiro, o Vasco será rebaixamento pela quinta vez na sua história. As outras quedas aconteceram em 2008, 2013, 2015 e 2020. No entanto, esta seria a sexta Série B do time carioca. Afinal, em 2021, o Vasco não conseguiu o acesso e o time teve que disputar novamente a Segunda Divisão em 2022.

Ainda assim, o Vasco só voltou para a atual Série A depois de muito drama. O Cruz-Maltino só conseguiu confirmar o acesso no último jogo da Série B de 2022, na partida que ficou conhecida como “Batalha de Itu”, pela dificuldade em que os vascaínos tiveram naquela partida.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor do Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo