Brasileirão Série A

Vasco conta com redentores para vencer Cuiabá e se manter vivo na luta contra o rebaixamento

Na Arena Pantanal, o Vasco contou com gols redentores de Gabriel Pec e Orellano para fazer 2 a 0 no Cuiabá e se manter vivo na luta para escapar do rebaixamento

O Vasco segue vivo na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, o Cruz-Maltino conseguiu uma importante vitória por 2 a 0 sobre o Cuiabá, na Arena Pantanal, em partida válida pela 32ª rodada da competição. Depois de três jogos sem vencer e vendo os adversários se afastarem, o time carioca conseguiu se recuperar com gols de dois jogadores que também viveram momentos de redenção no começo desta noite: Gabriel Pec, que não marcava há sete jogos, e Orellano, que fez o seu primeiro gol com a camisa vascaína.

Como foi a vitória do Vasco sobre o Cuiabá

Apesar do calor – ou justamente por isso -, Vasco e Cuiabá fizeram um primeiro tempo morno na Arena Pantanal. O time da casa mostrou mais intensidade nos minutos iniciais e pressionou a saída de bola vascaína, mas, quando recuperava a boa, o Dourado pouco conseguia fazer de forma efetiva. Já o Vasco, sem Vegetti, seu principal atacante, e sem um meia criativo, também parecia não saber o que fazer com a bola, transformando um jogo num grande “perde e ganha” no meio.

Apesar do entrosamento entre os três jogadores do meio do Vasco, Zé Gabriel, Praxedes e Paulinho, os muitos passes errados atrapalharam as transições ofensivas do time. Apesar de Praxedes ter aparecido bem perto da área adversário e ter conseguido a única finalização um pouco mais perigosa do Vasco no primeiro tempo, o camisa 21 teve mais uma atuação abaixo do esperado, errando passes e lançamentos.

Pelo lado do Cuiabá, sem conseguir manter o ritmo do início da partida, o time da casa também pouco conseguiu criar. As melhores chances apareceram em finalização de fora da área com Clayson e em uma cabeçada de Deyverson, que obrigou o goleiro Léo Jardim a fazer mais uma ótima defesa neste Campeonato Brasileiro. Mas os 37ºC de Cuiabá impediram o jogo se desenvolver na Arena Pantanal.

Vasco suporte pressão do Cuiabá e marca com gols de contestados

Na volta do intervalo, o Cuiabá mais uma vez ensaiou uma pressão nos minutos iniciais. E, de fato, conseguiu encurralar o time do Vasco na sua própria área. Em uma blitz aos 3′, o Dourado teve três chances em sequência. Em uma delas, Denilson mandou na trave e, na sequência do lance, a bola foi cruzada na área e Deyverson cabeceou perto do gol de Léo Jardim.

Mas, quando o Cuiabá era melhor em campo, quem conseguiu marcar foi o Vasco. E em um lance muito polêmico. Aos 11′, Praxedes levantou a bola na área e Sebatiáns, livre, mandou na trave. No rebote, Gabriel Pec só empurrou para as redes. A jogada passou por revisão no VAR por um possível impedimento do atacante paraguaio no momento do cruzamento para a área. Depois de seis minutos de revisão e de algumas imagens e linhas confusas, o árbitro confirmou o gol de Gabriel Pec.

Apesar das criticas, Gabriel Pec é o artilheiro do Vasco na temporada, com 23 gols (Foto: Leandro Amorim/Vasco)

Pouco depois do gol, Ramón Diaz colocou os experientes Alex Teixeira e Payet em campo. Mas as mudanças e a pressão do Cuiabá fizeram o Vasco recuar e passar a apostar nos contra-ataques. No entanto, já sem a velocidade de Erick Marcus e com Gabriel Pec desgastado, o time visitante ficou praticamente sem opções para voltar a atacar. Já o Dourado pressionava, mas pouco conseguia criar, ainda mais depois de Ramón Diaz reforçar a defesa com a entrada de Léo.

Com dificuldade para vencer na Arena Pantanal, o Cuiabá se afobou nos minutos finais e passou a deixar espaços na defesa. Até Alex Teixeira, que não é um jogador conhecido por sua velocidade, conseguiu assustar em um contra-ataque. E no fim, aos 53′, em jogada individual, Orellano passou por quatro adversários e finalizou na saída de João Carlos, fazendo 2 a 0 e decretando a importante vitória do Vasco sobre o Cuiabá.

Como ficam as situações de Cuiabá e Vasco e próximos jogos

Com a vitória sobre o Cuiabá, o Vasco chegou aos 34 pontos e ultrapassou, ao menos momentaneamente, o Goiás. Agora, o Cruz-Maltino é o 17o colocado, três pontos atrás dos primeiros times fora da zona de rebaixamento. Na próxima segunda-feira (6), às 19h (horário de Brasília), o Vasco tem o clássico com o Botafogo, em São Januário, para tentar seguir firme na briga para escapar do Z-4.

Já o Cuiabá parou nos 40 pontos e segue na 10o colocação, em situação ainda um pouco confortável na tabela, com seis pontos de vantagem sobre o Vasco, primeiro time na zona de rebaixamento. Na segunda-feira (6), o Santos visita o Cuiabá, às 21h (horário de Brasília), na Vila Belmiro.

Estatísticas de Cuiabá 0 x 2 Vasco

  • Posse de bola: 51,3% x 48,6%
  • Passes certos: 405 x 365
  • Finalizações (certas): 14 (4) x 8 (3)
  • Cruzamentos (certos): 30 (4) x 10 (1)
  • Desarmes: 6 x 5
  • Lançamentos (certos): 22 (8) x 49 (28)

 

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Jornalista formado pela UFF e com passagens, como repórter e editor, pelo LANCE!, Esporte News Mundo e Jogada10. Já trabalhou na cobertura de duas finais de Libertadores in loco. Na Trivela, é setorista do Vasco e do Botafogo.
Botão Voltar ao topo