Brasileirão Série A

Chegada de Tite anima o Flamengo no Brasileirão, mesmo com 3% de chance de título

Objetivo do Flamengo continua sendo a vaga na Libertadores, mas ambiente interno ganha ar de "sonho" com o título

A campanha do Flamengo no Campeonato Brasileiro não é das melhores em 2023, muito por conta de alguns tropeços fáceis da equipe, pensando na disputa da Libertadores e da Copa do Brasil. No momento, o Rubro-Negro ocupa a quinta posição, com 43 pontos, dois a menos que o vice-líder, Bragantino, mas a desvantagem para o líder Botafogo é de nove pontos. Mesmo assim, a chegada de Tite animou o ambiente do clube.

O nome do treinador já vinha sendo assunto nos bastidores desde que a negociação veio à tona, mas a confiança nunca foi tão grande. Tite está próximo do Flamengo, e os atletas, ciente da qualidade do comandante, estão animados. A Trivela ouviu de fontes envolvidas no dia a dia do clube, inclusive, que o sentimento nos bastidores é de que “dá para sonhar” com o título do Campeonato Brasileiro.

Tite tem a simpatia do elenco antes mesmo de assumir o Flamengo

Os jogadores do Flamengo vivem momento de muita tranquilidade depois da demissão de Jorge Sampaoli. O clima era pesado com o argentino, por muitas vezes insustentável, mas o vice na Copa do Brasil, aliado à negociação com Tite, fez com que o processo de demissão andasse mais rápido. Por isso, o Rubro-Negro foi comandado por Mário Jorge, que também estará na beira do gramado diante do Corinthians.

Apesar de estar sob a batuta do interino, o ambiente do Flamengo está tomado por uma palavra e quatro letras: Tite. Os dirigentes, claro, se animam com a possibilidade de ter um ex-Seleção Brasileira à frente da equipe profissional, não só pelo currículo e títulos, mas pela excelente gestão de pessoas. Essas razões fizeram com que Adenor fosse o único alvo do clube para substituir Sampaoli.

Tite, técnico da seleção brasileira
Tite chegaria para assumir o Flamengo durante o período da Data Fifa (Lucas Figueiredo/Imago/OneFootball)

O maior impacto, contudo, foi com os atletas. Se o alívio foi a primeira sensação depois da demissão de Sampaoli, a animação tomou conta do vestiário com a chegada de Tite. Vale destacar que o treinador já comandou alguns jogadores desse elenco, como Santos, Rodrigo Caio, Pablo, Filipe Luís, Gerson, Everton Ribeiro, Gabigol, Pedro, Bruno Henrique e Everton Cebolinha, a maioria na Seleção Brasileira.

Aumento da expectativa pelo título?

A chegada de Tite, sem dúvida, coloca o Flamengo em situação confortável para conseguir uma vaga direita na Libertadores do ano que vem. A dois pontos do vice-líder, Bragantino, o Rubro-Negro depende apenas de si para atingir o objetivo e virar o ano com tranquilidade. Mas por que não sonhar com o título do Campeonato Brasileiro? A vantagem do Botafogo é grande, mas já foi maior.

A sensação nos bastidores do Flamengo é de que sim, a chegada de Tite pode proporcionar uma arrancada rumo ao enea da liga nacional. A Trivela entende que, internamente, o Rubro-Negro jamais desistiu do título, embora saiba que o foco, em primeiro momento, é a vaga direta na Libertadores. Com um passo de cada vez, contudo, dá para embalar.

Uma fonte, inclusive, relatou à reportagem o seguinte: “Dá para sonhar. Os astros vão precisar se alinhar, mas Flamengo é Flamengo”

Caminhada será árdua até o fim do Brasileirão

Sonhar alto é uma característica do Rubro-Negro, mas o caminho a trilhar será extremamente complicado. Como mencionado, a vantagem do Botafogo no Campeonato Brasileiro é de nove pontos, ou seja, três rodadas consideradas perfeitas, com vitória do Flamengo e revés do rival. Com os tropeços do Glorioso, contudo, o cenário está se tornando possível.

O Botafogo teve um primeiro turno invejável, de altíssima performance e invencibilidade confirmada no tapetinho do Nilton Santos. O início da parte complementar do torneio, no entanto, tem sido muito ruim: são quatro derrotas, dois empates e apenas uma derrota, diante do Bahia, na abertura do returno. A sequência fraca de Bruno Lage tem mexido com as estruturas e balançado o ambiente do rival.

Se existe um momento para o Flamengo embalar, é agora. Faltando 13 rodadas, ou seja, 39 pontos em disputa, para o fim do Brasileirão, o Rubro-Negro precisa acumular resultados positivos. O primeiro triunfo pós Sampaoli veio diante do Bahia, no sábado (30), e o segundo compromisso, ainda com Mário Jorge, será neste sábado (07), contra o Corinthians. Tite, por sua vez, é cotado para assumir durante o período da Data Fifa.

Segundo o matemático Tristão Garcia, do portal Infobola, o Flamengo tem apenas 3% de chance de ser campeão brasileiro, atrás de Palmeiras (6%), Grêmio (8%), Bragantino (9%) e Botafogo (69%). Sonhar é de graça, especialmente para um time que não tem nada a perder na competição.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo