Brasileirão Série A

Suárez é cortado de jogo do Grêmio enquanto negocia com o Inter Miami

Renato Portaluppi disse que não escalaria Suárez se entendesse que o uruguaio não está focado no Grêmio. Ele não enfrenta o Atlético-MG neste sábado

Luis Suárez não foi relacionado para o jogo do Grêmio contra o Atlético-MG neste sábado (22), às 21h (horário de Brasília), pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida acontece na Arena do Grêmio e é a primeira desde que o Inter Miami, dos Estados Unidos, abriu negociações pela contratação do atacante de 36 anos.

O desejo de Suárez é deixar o Grêmio para jogar com Messi e os também ex-companheiros de Barcelona Busquets, Jordi Alba e o técnico Tata Martino na MLS.

O clube brasileiro vive uma situação difícil. Pressionado por Luis Suárez, mas observando as necessidades do Grêmio, o presidente Alberto Guerra tenta encontrar a melhor maneira de chegar a uma solução que agrade as duas partes.

Segundo publicou o jornalista uruguaio Federico Buysan, Suárez e sua família receberam ameaças nas redes sociais por causa da possibilidade de saída do Grêmio e isso foi comunicado à diretoria do clube. Suárez treinou no gramado do CT Luiz Carvalho nesta sexta-feira, segundo imagens divulgadas pelo Tricolor.

Inter Miami abre negociação com o Grêmio

O jornalista Gastón Edul, da Tyc Sports, da Argentina, informou nesta sexta-feira (21) e a Trivela confirmou que enfim houve contato do Inter Miami com o Grêmio para contratar Luis Suárez.

O clube norte-americano adotava a postura de aguardar um acerto entre Grêmio e Suárez para fechar acordo direto com o uruguaio, apostando que o Tricolor liberaria imediatamente o jogador, algo que não ocorreu.

O Inter Miami, desta forma, iniciou conversas com a diretoria do Grêmio para conseguir a contratação. Não existe, no momento, uma proposta oficial. As partes conversam sobre valores e existe possibilidade de a direção gremista chegar a um acerto para vender Luis Suárez.

+ LEIA MAIS: Onde assistir ao vivo Inter Miami x Cruz Azul, estreia de Messi

O que o Grêmio pensa em relação a Suárez

O Grêmio observa duas situações que considera fundamentais. Por um lado, não pretende abrir mão do jogador por sua importância dentro e fora de campo, levando em consideração também que a janela de transferência está próxima de fechar, o que dificultaria a contratação de uma reposição com nível de titularidade.

Por outro lado, o Grêmio leva em conta também o desejo de Luis Suárez de deixar o clube. Isso porque uma insatisfação em caso de permanência pode afetar no foco e diretamente no desempenho do atleta dentro de campo. Renato Portaluppi chegou a destacar que, caso o uruguaio não esteja concentrado no trabalho, não será escalado.

— Ele tem se entregado muito dentro de campo. Se ele quer ficar, é com a direção. Ele só vai jogar se estiver com a cabeça aqui. Se estiver com a cabeça em outro lugar, eu não vou usar — disse o técnico do Grêmio na quinta-feira, quando prometeu conversar com Suárez sobre o jogo contra o Atlético-MG.

O objetivo gremista neste momento é permanecer com Suárez, convencendo o uruguaio que essa é a melhor alternativa e com tratamento diferenciado por causa das dores no joelho direito que atormentam sua temporada. O clube já sinaliza para o jogador que não haverá necessidade de cumprir o contrato, que vai até o final de 2024, e que sua saída seria ajustada para o final deste ano.

A multa rescisória para contratar Suárez sem conversar com o Tricolor é de 70 milhões de euros. O jornal Ovación, do Uruguai, chegou a noticiar que Suárez teria o interesse em pagar cerca de 10 milhões de dólares para conseguir a liberação, mas no Grêmio não há confirmação de que o uruguaio tenha feito essa oferta.

Quem será o substituto de Suárez?

Renato Portaluppi tem três possibilidades para escalar o ataque do Grêmio contra o Atlético-MG. O jovem André Henrique é o único jogador da posição, mas pesa contra ele a inexperiência em alto nível. Outra possibilidade é Cristaldo ou Iturbe improvisados. Iturbe tem condições de jogo pela primeira vez desde que foi contratado. Vina e Galdino já jogaram no setor, mas o primeiro já deixou o clube na janela de transferências e o outro está se recuperando de lesão atualmente.

Foto de Bruno Soares

Bruno Soares

Bruno Soares nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) em 2023. Antes de escrever para Trivela, passou por rádio Grenal, Ulbra TV e MS+ Sports
Botão Voltar ao topo