Brasileirão Série A

James titular é a única atração de um sonolento 0 a 0 entre São Paulo e Botafogo

São Paulo e líder Botafogo empatam no Morumbi em jogo com dois gols anulados de Luciano na abertura do returno

James Rodríguez estreou como titular do São Paulo e encontrou do outro lado o Botafogo, líder isolado do Campeonato Brasileiro. Lendo assim, o confronto deste sábado (19), no Morumbi, tinha tudo para ser o grande jogo da rodada de abertura do segundo turno do Brasileirão. Não foi. As duas equipes fizeram um duelo bem mais sonolento do que de lances de perigo – salvo os dois gols anulados corretamente por Luciano, em uma batalha perdida com a linha de impedimento. O 0 a 0 ficou de bom tamanho para o que se viu em campo.

James estreia como titular tão sonolento quanto o 0 a 0

A estreia de James Rodríguez como titular  era motivo de sobra para o torcedor ultrapassar a barreira dos 50 mil pelo sétimo jogo seguido no Morumbi. Mas nem mesmo o colombiano em sua primeira partida em casa pelo clube foi capaz de romper a sensação de “ressaca” da equipe três dias após a classificação à final da Copa do Brasil com vitória sobre o Corinthians. Isso, que o meia se movimentou bem, participou do jogo e distribuiu bons passes nos 45 minutos em que esteve em campo. Mas o Tricolor de time quase todo reserva entrou em rotação baixa. E sempre se tem um preço a pagar quando se entra com esta postura contra o líder isolado do Brasileirão.

O primeiro tempo, verdade seja dita, foi um tanto sonolento. Mas o Botafogo começou superior. Não tanto quanto a sua larga vantagem na ponta da tabela, mas ainda assim superior. A equipe carioca rondou bastante a área são-paulina e provocou erros sucessivos de passe do São Paulo no campo de defesa para levar perigo. Mas isso durou pouco. O Tricolor teve mais a bola no primeiro tempo e o dobro de finalizações – oito a quatro. Na mais perigosa delas, Juan invadiu a área em velocidade e chutou em cima de Lucas Perri. O Botafogo também assustou com Di Plácido em chute de fora da área. Ao final da primeira etapa, 0 a 0 e igualdade no número de lesionados: Pablo Maia e Marçal deixaram o campo com problemas médicos.

Lucas Moura entrou em campo no lugar de James Rodríguez. E sua mera presença já foi suficiente para mudar a postura e aumentar – bastante – a rotação do São Paulo em campo. Aliás: o jogo ficou mais lá e cá, com chances dos dois lados. De imediato, o Tricolor ameaçou novamente com Juan, que novamente parou em Perri, mas estava impedido. O Botafogo deu resposta à altura. Primeiro, com Janderson que recebeu dentro da área e chutou para fora com muito, mas muito perigo. Depois, com Tchê Tchê, que também errou o alvo por pouco.  Em seguida, o Alvinegro assustou de novo, em um bate e rebate em que Tchê Tchê e Eduardo perderam chances.

Mas a verdade é que o segundo tempo foi uma eterna luta de Luciano com a linha de impedimento. E aí, vai um spoiler: o camisa perdeu por 2 a 0. Isso, porque ele marcou duas vezes, se aproveitando de duas assistências primorosas. Mas em ambas, ele estava impedido. Na primeira delas, o São Paulo teria aberto o placar, após um lançamento milimétrico de Gabriel Neves. Do meio-campo, o uruguaio encontrou o atacante dentro da área, mas meio corpo à frente da defesa adversária. Depois, foi a vez de Calleri acertar belo cruzamento para o companheiro de ataque marcar… Novamente um pouco adiantado. E enquanto a bandeira subia no céu do Morumbi, Tricolor e Botafogo ficaram no 0 a 0.

São Paulo guarda forças para ir com tudo na Sul-Americana

O São Paulo é cada vez mais o time das copas em 2023, como a escalação com time reserva pode provar. Com o empate, o Tricolor chega a 28 pontos e segue estacionado no meio da tabela. O importante é que o time titular descansou para o duelo com a LDU, em Quito, na próxima quinta-feira (24), às 19h (horário de Brasília), no Estádio Casa Blanca pelo jogo de ida das quartas de final da Sul-Americana. No Campeonato Brasileiro, a equipe terá pela frente o América-MG às 16h do domingo (27), no Independência.

Líder tranquilo, Botafogo também pode pensar na Sul-Americana

O Botafogo segue líder soberano do Brasileirão, agora com 48 pontos. A distância para o Palmeiras, vice-líder, pode até cair de 14 para 11 com o complemento da rodada. Mas é uma margem segura para que a equipe carioca foque na Sul-Americana. Na quarta-feira (23), às 19h, o Alvinegro recebe o Defensa y Justicia, da Argentina, no Nilton Santos, pelo jogo de ida das quartas de final. Pelo Campeonato Brasileiro, a próxima partida será no domingo (27), às 16h, em casa, contra o Bahia.

Números de São Paulo x Botafogo – Brasileirão

  • Posse de bola: São Paulo 64% x 36% Botafogo
  • Finalizações: São Paulo 13 x 12 Botafogo
  • Finalizações no gol: São Paulo 4 x 1 Botafogo
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo