Brasileirão Série A

‘Eu fico melhor a cada dia’, diz Renato após recolocar o Grêmio na Libertadores

Treinador do Grêmio, Renato Portaluppi valorizou classificação para a Libertadores, garantida após vitória, de virada, sobre o Goiás

Com a vitória, de virada, por 2 a 1, sobre o Goiás, na noite desta quinta-feira (30), o Grêmio garantiu matematicamente a classificação para a Libertadores de 2024. Responsável por conduzir o Tricolor Gaúcho a este feito, em ano de retorno da Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Renato Portaluppi valorizou a conquista.

— Praticamente só nós no Grêmio acreditávamos nisso. Mas é uma coisa normal no futebol, Grêmio voltando da segunda divisão… muita gente não acreditava. O grupo está de parabéns. Presidente, direção e torcedores também. Mais uma vez garantimos o Grêmio na Libertadores. Agora tentar a vaga direta para a fase de grupos. Temos duas rodadas ainda, seguimos brigando pelo título. Mas o primeiro passo a gente deu — comemorou Renato.

Renato exalta retorno do Grêmio à Libertadores mesmo em contexto desfavorável

Em todos os Campeonatos Brasileiros que disputou pelo Grêmio, Renato classificou o Tricolor à principal competição do continente. Questionado sobre esse ter sido seu melhor trabalho, devido ao contexto, o treinador soltou o personagem.

— Eu fico melhor a cada dia, em todos os sentidos. Faz parte da idade de cada um. É muito fácil que você treinar um clube com um grupo acima da média. O Tite é um grande treinador, da mesma forma que o Abel. Não adianta só ter um grupo bom… o próprio Atlético com o Felipão. Mas aí você vira a página, vê o Grêmio. Não estou me fazendo um elogio. Estou elogiando todos do Grêmio. Voltando da segunda divisão, folha de R$ 10,5 milhões, e estamos onde estamos — exaltou Renato.

Apesar da dificuldade, Renato segue acreditando no título do Grêmio

Mesmo a quatro pontos de distância do líder Palmeiras, e faltando apenas duas rodadas para o final do Campeonato Brasileiro, o treinador gremista segue acreditando no título, e aproveitou para convocar a torcida para o jogo de domingo, contra o Vasco, novamente na Arena do Grêmio.

— Lógico, enquanto houver chances matemáticas… estamos a quatro pontos do Palmeiras. Algumas rodadas atrás todos queriam já dar a taça para o Botafogo. Muita coisa pode acontecer. A gente nunca desistiu, nunca deixamos de acreditar. Já peço para a torcida lotar a Arena domingo. Jogo muito difícil. É o último jogo não só do Suárez, mas do Grêmio no ano aqui. Temos que dar uma despedida para o Suárez a altura — disse Renato.

Renato exalta Suárez: “profissional extraordinário”

O treinador gremista voltou a exaltar o craque uruguaio, que deu discurso em tom de despedida ao receber Medalha do Mérito Farroupilha nesta semana. Como não permanecerá em 2024, El Pistoleiro fará no domingo seu último jogo na Arena do Grêmio.

— É uma tristeza muito grande para todo mundo. Ele tem nos ajudado muito. É um profissional extraordinário. Chegou quietinho, foi se soltando, aceitando as brincadeiras. Às vezes queria tirar ele, mas ele não deixava. Quer jogar sempre, não se machuca. Vai ficar um vácuo para o ano que vem. Não é fácil achar um jogador como ele. Quando acha, fica inviável trazer financeiramente. Aí fica para a diretoria. Mas foi um prazer — destacou Renato.

Renato elogia jovem Nathan Fernandes, que recebeu primeira oportunidade como titular do Grêmio

Mas Suárez não foi a única individualidade sobre quem o treinador do Grêmio falou. Ele também foi questionado sobre Nathan Fernandes, jovem atacante de 18 anos que teve sua primeira oportunidade como titular contra o Goiás, e foi muito bem.

— Fez por merecer. Quando o garoto chega da base para o profissional, o meu trabalho é lapidar, treinar a parte tática. Ele tinha deficiência de voltar para marcar o lateral adversário. É importante isso para ele. Muitas vezes via ele jogar lá embaixo, queria a bola nos pés, não voltava para marcar. No profissional é diferente. Mas ele melhorou bastante. Ele vem se destacando nos treinamentos. Não só ele, tem mais dois ou três garotos que estou de olho. Hoje ele começou a partida, foi bem tecnicamente, taticamente. Tem um futuro brilhante. Tenho conversado com ele. Precisamos que um garoto assim chegue no profissional e estoure. É importante para o clube formar jogadores — ressaltou Renato.

Renato explica troca no gol do Grêmio

Outra novidade na escalação foi o goleiro Caíque, que recebeu oportunidade na vaga de Gabriel Grando. Mas técnico do Grêmio deu a entender que esta não é uma troca definitiva.

— Eu tenho dado oportunidades para todo mundo. O Chapecó [Grando] teve várias oportunidades, o Caíque uma ou duas. Não foi só ele, para descansar jogadores provavelmente no domingo outros vão sair. Jogou o Caíque, foi muito bem hoje, como foi o Chapecó. Treinou bem, dou oportunidades, mas também não posso fazer 7 ou 8 mudanças. Quando receberem oportunidades, têm que aproveitar — alertou.

Mesmo sem confirmar permanência, Renato fala sobre 2024 do Grêmio

Por mais que não ainda não tenha garantido sua permanência para 2024, Renato abordou algumas questões sobre futuro. Criticou o início do Campeonato Gaúcho em 21 de janeiro, reclamando do pouco tempo para treinar e dizendo que, por ele, utilizaria somente jovens até a Federação Gaúcha de Futebol ter “bom senso” — não detalhando, porém, o que isso significa.

Renato também revelou que tem “trocado ideias” com Antônio Brum, vice-presidente de futebol, e Luis Vagner Vivian, executivo de futebol, sobre contratações para 2024. Entretanto, disse que é difícil de encontrar bons jogadores e que, quando os encontra, esbarra na questão financeira.

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho. Formado em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Antes de escrever pela Trivela, esteve na Rádio Grenal e na RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo