Brasileirão Série A

Palmeiras vence valente Criciúma – mas não convence – e cola nos líderes do Brasileirão

Contra o Criciúma, fora de casa, o Palmeiras mostrou poder de reação para buscar uma vitória que parecia improvável

Neste domingo (2), o Palmeiras venceu o Criciúma por 2 a 1, no Heriberto Hülse, pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Verdão entrou provisoriamente no G-6 com 11 pontos, três atrás do líder Flamengo.

No quesito futebol, o Palmeiras ficou devendo – mais uma vez. Nos primeiros 45 minutos, a equipe alviverde foi pouca criativa e, de novo, pecou por sua falta de intensidade, principalmente em fase ofensiva.

Já na etapa final, o Verdão se superou e passou a aproveitar os espaços deixados pelo Tigre. Apostando nas bolas altas, o Palmeiras encontrou o caminho do gol com uma penalidade máxima.

Só que o Criciúma usou a força de sua torcida para dar uma dor de cabeça à equipe alviverde. E quando a vitória parecia improvável, o Verdão mostrou muito poder de reação para somar mais três pontos na Série A.

Como foi Criciúma x Palmeiras pelo Brasileirão

O início do 1º tempo até começou animado, com Criciúma e Palmeiras buscando finalizações em jogadas rápidas. Entretanto, o ritmo da partida caiu (e muito) nos minutos seguintes.

Mais uma vez, o Verdão apresentou problemas de criação. Com Zé Rafael no banco, a equipe alviverde teve dificuldades para fazer transições ofensivas em velocidade.

Essa lentidão facilitou a vida do Tigre, que fechou sua marcação e praticamente não sofreu na etapa inicial. Nem Rômulo, tampouco Raphael Veiga mostraram criatividade suficiente para o Palmeiras abrir o placar.

Com uma partida amarrada, o Criciúma passou a ter mais ousadia com a bola no pé, buscando o ataque com mais afinco. Contudo, o Verdão conseguiu controlar o ímpeto do Tigre.

Não é que melhorou?

Para o 2º tempo, o nível da partida até que melhorou. O que ajuda a explicar isso foram os espaços que se abriram nas defesas. Tanto no Criciúma, quanto no Palmeiras.

Após um leve susto do Tigre, o Verdão assumiu as principais ações de partida. Principalmente com os cruzamentos, o Palmeiras gerou perigo ao gol defendido pelo Criciúma.

E foi uma bola lançada pelo alto que iniciou a jogada do gol do Verdão. Rodrigo subiu com o braço estirado e ocasionou um pênalti contra o Tigre. Gustavo Gómez foi para a cobrança e não desperdiçou.

O problema é que, na sequência, o Palmeiras levou o empate. O Criciúma construiu bem pela direita e cruzou uma bola rasteira. A zaga do Verdão afastou contra a própria trave e, na sobra, Matheusinho mandou para a rede.

O gol serviu para reviver o Tigre no jogo. Dali para frente, o Palmeiras voltou a repetir seus erros, e quanto o empate parecia certo, tudo mudou graças à bola parada.

Nos acréscimos finais, o Verdão descolou um escanteio e Lázaro foi o responsável por garantir o triunfo tardio no Campeonato Brasileiro. Mesmo sem jogar bem, isso foi suficiente para castigar o Criciúma.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo