Brasileirão Série A

Por quantos jogos mais o Palmeiras pode ficar sem o Allianz Parque em 2024?

Palmeiras já teve que jogar na Arena Barueri sete vezes nesta temporada por problemas ou shows no estádio

A resposta mais precisa para a indagação do título do texto seria “todos”. Não há, no contrato entre Palmeiras e WTorre, hoje representada pela subsidiária Real Arenas, a delimitação de qualquer número de datas para eventos e jogos realizados no estádio.

Mas a Trivela apurou que a Real Arenas trabalha com a ideia de não desalojar o Palmeiras mais do que seis vezes no ano por conta de shows e eventos.

Até o momento, o times jogou duas partidas do Campeonato Brasileiro na Arena Barueri: Internacional e Athletico-PR. Perdeu as duas: 1 a 0 e 2 a 0, respectivamente. No próximo dia 26, por conta de show do cantor italiano Andrea Bocceli no Allianz, recebe o Vasco em Barueri. E, por esse cálculo, sairia de casa mais três vezes, portanto.

Neste ano, contudo, o número de partidas do Palmeiras fora do Allianz Parque explodiu, devido à falta de manutenção do gramado aventada pelo técnico Abel Ferreira ainda em novembro do ano passado.

O processo tardio, iniciado em fevereiro, mandou o Palmeiras para fora de sua casa em outras cinco datas, todas pelo Campeonato Paulista. Em outras palavras, o Palmeiras já superou a média anual ao fazer sete jogos na Arena Barueri, por conta de questões ligadas à Real Arenas.

Isso é o que explica o tom de impaciência e chegada ao limite do técnico no domingo, na Arena Barueri, após derrota para o Athletico-PR.

Meio do caminho

A previsão de só mais três jogos fora do Allianz seria uma ótima notícia para o Palmeiras. Mas existem senões.

O primeiro é que esse número se trata de uma estimativa média. Pode ser mais, pode ser menos. Em 2016, 2018 e 2019 e 2023, foram seis vezes. Em 2017, foram cinco. Em 2022, o Palmeiras só jogou duas vezes em Barueri: bateu o Corinthians por 3 a 0, pelo Campeonato Brasileiro. E o Juazeiro, por 2 a 1, pela Copa do Brasil.

O outro ponto é que o Palmeiras pode voltar a jogar com estruturas de palco montadas no Gol Norte, como aconteceu neste ano no empate sem gols com o Flamengo, também pelo Brasileirão.

Nem tudo é problema, porém. Segundo a Trivela apurou com fonte da Real Arenas, o Palmeiras não deve perder jogos da reta final do Campeonato Brasileiro.

Pelos cálculos do departamento de planejamento de calendário do Allianz, a tendência que não aconteçam eventos em outubro, novembro e dezembro deste ano. Possíveis semifinais e quartas de Copa Libertadores, embora ainda não haja datas cravadas, também não devem ser prejudicadas.

Certeza, no entanto, não é possível ter. E a não ser que Palmeiras e WTorre cheguem a um acordo para estabelecer um teto de utilização, por mais 20 anos, essa será a toada. Por mais que Abel Ferreira reclame.

Palmeiras fora do Allianz em 2024

7 Jogos
4 Vitórias
1 Empate
2 derrotas

Palmeiras 2 x 0 Ituano – Paulista
Palmeiras 2 x 2 Corinthians – Paulista
Palmeiras 3 x 1 Mirassol – Paulista
Palmeiras 1 x 0 Botafogo-SP – Paulista
Palmeiras 5 x 1 Ponte Preta – Paulista
Palmeiras 0 x 1 Internacional – Brasileiro
Palmeiras 0 x 2 Athletico – Brasileiro

Próximos jogos do Palmeiras

  • Palmeiras x Independiente del Valle — Quarta-feira, 15 de maio, às 21h30, no Allianz Parque. O jogo vale pela pela 5ª rodada da Copa Libertadorese e será exibido por Globo, ESPN e Star+.
  • Criciúma x Palmeiras — Domingo, 19 de maio, às 11h, no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma. O jogo da 7ª rodada do Campeonato Brasileiro vai ser transmitido pelo Premiere.
  • Botafogo-SP x Palmeiras — Quinta-feira, 23 de maio, às 19h, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Pela terceira fase da Copa do Brasil, o jogo ainda não tem transmissão definida.
Foto de Diego Iwata Lima

Diego Iwata Lima

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, Diego cursou também psicologia, além de extensões em cinema, economia e marketing. Iniciou sua carreira na Gazeta Mercantil, em 2000, depois passou a comandar parte do departamento de comunicação da Warner Bros, no Brasil, em 2003. Passou por Diário de S. Paulo, Folha de S. Paulo, ESPN, UOL e agências de comunicação. Cobriu as Copas de 2010, 2014 e 2018, além do Super Bowl 50. Está na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo