Brasileirão Série A

Após doze anos, camisa do Cruzeiro volta a ter escudo e Tríplice Coroa

Modelo, que homenageia o Raposão, tem tons mais claros que o principal; os detalhes do novo uniforme do Cruzeiro aparecem em azul marinho e amarelo

O Cruzeiro lançou, nesta quinta-feira (24), sua nova camisa 3. O modelo, da fornecedora de material esportivo alemã Adidas, tem, predominantemente, tons de azul mais claros que o do uniforme principal e desenhos que lembram o formato de redemoinhos. Além disso, a camisa possui detalhes azul marinho — nas golas, manga e símbolo da fabricante —, e amarelos — nas golas, manga e nas tradicionais três listras —, localizada nos ombros.

Além do design arrojado, a principal novidade na camisa é o retorno do escudo e da Tríplice Coroa, adição implementada após as conquistas do Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro no ano de 2003.

A camisa homenageia o Raposão, mascote do Cruzeiro, que assim como a Tríplice Coroa, completou 20 anos em 2023. Um dos principais símbolos do clube celeste, o Raposão passou por uma reformulação do seu layout, sendo o novo modelo de fantasia apresentado para os torcedores no último sábado (19), antes da partida contra o Corinthians, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O calção e os meiões do uniforme seguem a cor predominante da camisa, um azul mais claro, com detalhes em azul marinho e amarelo. Ainda não foram reveladas as cores dos patrocinadores do Cruzeiro que aparecerão no kit, mas a tendência é que não saiam das duas cores complementares escolhidas. O lançamento do terceiro uniforme aconteceria nos próximos dias, mas por causa de um vazamento, o clube celeste decidiu antecipá-lo para esta quinta-feira.

— A nossa nova camisa 3 celebra os 20 anos do Raposão e da Tríplice Coroa! — Cruzeiro, no lançamento do novo uniforme 3 do clube.

Volta do escudo e da Tríplice Coroa

A última vez que o Cruzeiro havia usado o escudo fechado em um uniforme foi na temporada 2011, quando a camisa principal tinha uma espécie de “V” no peito, lembrando os modelos utilizados pelo Vélez Sarsfield, da Argentina. Desde então, as clássicas estrelas soltas foram utilizadas em todos os lançamentos seguintes até o ano de 2022, quando as camisas 1 e 2 receberam o primeiro escudo do clube após a mudança de nome de Palestra Itália para Cruzeiro Esporte Clube.

Ainda assim, o emblema atual, atualizado, não vinha sendo utilizado em equipamentos de jogo. A Tríplice Coroa, que completa 20 anos em 2023, por sua vez, apareceu em outras camisas, mas em locais diferentes, nunca sobre o escudo. Na temporada atual, por exemplo, há um selo comemorativo com a imagem da coroa presente abaixo da gola, na parte de trás dos uniformes 1 e 2, já lançados pela Adidas.

Modelo divide opiniões

Como é de praxe em lançamentos de uniformes 3, que normalmente têm designs mais arrojados e cores incomuns, a nova camisa do Cruzeiro dividiu opiniões nas redes sociais. Parte dos cruzeirenses aprovou, enquanto outros não gostaram nada do novo modelo. Veja alguns comentários:

Onde comprar a nova camisa 3 do Cruzeiro?

A camisa será comercializada nas lojas oficiais do Cruzeiro e da Adidas, tanto físicas como online, a partir do dia 30 de agosto. Ainda não foram divulgados os preços de venda. As camisas 1 e 2 do clube, modelos adulto feminina e masculina, estão saindo por R$ 349,99 no site Loja do Cruzeiro, plataforma oficial de vendas online da Raposa. Apesar deste ser o valor base, é possível achar modelos em promoção dentro do site.

Próximos jogos do Cruzeiro no Brasileirão

Grêmio x Cruzeiro muda de horário

A partida entre Grêmio e Cruzeiro não acontecerá mais às 16h. O jogo, que acontecerá neste domingo (27), foi remarcada para às 19h. O confronto é válido pela 21ª rodada do Brasileirão e será disputado na Arena do Grêmio. Vivendo momento ruim na temporada, o time de Pepa sabe que precisa vencer para se manter afastado da zona de rebaixamento.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo