Brasileirão Série A

Como a consulta a um GPS ajudou reforço a virar titular de Zubeldía no São Paulo

André Silva foi um dos destaques da vitória por 2 a 0 sobre o Barcelona-EQU, pela Libertadores

Coube a Calleri marcar o gol que abriu caminho para a vitória do São Paulo por 2 a 0 sobre o Barcelona-EQU, na última quinta-feira (25), pela Libertadores, na estreia do técnico Luis Zubeldía. Mas a jogada começou com o outro centroavante da equipe. Quando ergueu a cabeça e fez um lançamento milimétrico para encontrar Ferreira livre do outro lado do campo, André Silva parecia um ponta direita de origem, acostumado a executar viradas de jogo como aquela. Mas a verdade é que o atacante nunca havia atuado na posição antes.

O reforço contratado para fazer sombra a Calleri na referência do ataque foi utilizado pelo novo treinador como extremo. O argentino, porém, não tirou esta ideia de sua cabeça, nem a impôs ao jogador. Zubeldía percebeu nos dados de movimentação do GPS usado por André Silva que ele teria capacidade de exercer a função aberto pelo lado direito. A partir daí, ele teve uma conversa com o atleta, que se comprometeu a atuar no setor.

— Mudamos um pouco a característica, jogamos com André Silva pela direita, ele nunca tinha feito essa função de ponta, mas vi no GPS que poderia render, ele se comprometeu a fazer o trabalho. Com Calleri e a presença de Luciano, poderia ser muito complicado para o Barcelona, porque são jogadores de área. Fizeram um bom trabalho, superamos o rival — explicou o treinador, em entrevista coletiva após a estreia com vitória.

Atacante comprova virtude que o fez ser contratado

Em Guayaquil, André Silva comprovou a virtude que o fez entrar no radar do departamento de análise de mercado do São Paulo. É bem verdade que o clube procurava um centroavante de imposição física — e, claro, capacidade de marcar gols — para resolver uma carência do elenco e ser o substituto de Calleri. Mas o que mais chamou atenção no atacante foi a sua inteligência na leitura de espaços do campo e nas tomadas de decisão.

E o atacante mostra esta característica desde cedo, muito antes até de rumar ao futebol português. A Trivela ouviu que os profissionais de prospecção do Internacional já haviam percebido esta mesma noção de posicionamento e visão de jogo quando buscaram a contratação de André para o time sub-20, em 2017. O jogador, porém, nunca atuou como profissional no Colorado.

André Silva cria dor de cabeça boa para Zubeldía

Após ser reserva na maioria dos jogos sob o comando de Thiago Carpini, André Silva foi titular do São Paulo nas duas últimas partidas — ele também iniciou na vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-GO, no último domingo (21), sob o comando interino de Milton Cruz. E a tendência é de que ele siga no time para o clássico com o Palmeiras, na próxima segunda-feira (29), às 20h (horário de Brasília), no MorumBIS, pelo Brasileirão.

A inteligência para desempenhar mais de uma função no ataque coloca o jogador como opção para atuar pelos lados do campo, na referência do ataque e até como um meia central ou segundo atacante, na posição hoje desempenhada por Luciano. Mas, em breve, o atacante será motivo de dor de cabeça para Luis Zubeldía.

Isso porque Lucas Moura e James Rodríguez se aproximam do retorno aos gramados após problemas físicos. O colombiano deve ficar à disposição já contra o Palmeiras. Já o camisa 7 até retomou os primeiros trabalhos em campo, mas se recupera de uma lesão muscular mais grave e precisa de ao menos mais uma semana para ter condições de jogo.

Com a dupla à disposição, Zubeldía terá de montar um quebra-cabeça com muitas peças à disposição. Lucas será titular, seja centralizado ou aberto por um dos lados do campo. André Silva, James Rodríguez, Luciano e Ferreira são os principais candidatos às duas vagas restantes no trio que atua no meio-campo ofensivo do 4-2-3-1 armado pelo treinador. Erick, Galoppo e Michel Araújo correm por fora nesta disputa.

Os próximos jogos do São Paulo

  • São Paulo x Palmeiras — Brasileirão — segunda-feira, 29 de abril, às 20h (horário de Brasília) — Transmissão: Premiere (TV por assinatura)
  • Águia x São Paulo — Copa do Brasil — quinta-feira, 2 de maio, às 19h30 (horário de Brasília) — Transmissão: Amazon Prime (streaming)
  • Vitória x São Paulo — Brasileirão — domingo, 5 de maio, às 16h (horário de Brasília) — Transmissão: TV Globo (TV aberta) e Premiere (TV por assinatura)
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo