Brasileirão Série A

Fluminense deve ter escalação sem improvisos na zaga contra o Vasco

Fernando Diniz testa zaga com jogadores da posição e Martinelli deve voltar para o meio-campo contra o Vasco

Os improvisos devem ter uma pausa no Fluminense. Depois de testar André e Martinelli na zaga e Marquinhos nas laterais, o Tricolor enfim deve ter uma linha de defesa formada por quatro defensores de ofício. O técnico Fernando Diniz treinou a equipe com zagueiros de ofício, e essa deve ser a escalação que enfrenta o Vasco, no sábado (20), às 16h (de Brasília) no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, competição em que o Flu ainda não venceu.

Com isso, Martinelli voltaria para o meio-campo, sua posição de origem. Depois da vitória sobre o Colo-Colo, pela Libertadores, quando utilizou essa alternativa, Diniz já havia afirmado que o improviso seria temporário, por circunstâncias do jogo.

— Martinelli foi muito bem como zagueiro. Ele só não joga de goleiro comigo. Já jogou de atacante, de 10… Essa versatilidade dele é importante. Com ele, nós ganhamos mais ritmo na saída. Ganhamos mais agressividade. Então acho que funcionou. Isso não significa que ele vai jogar todos os jogos dessa forma. Obviamente a gente fica mais exposto — disse Diniz.

Diniz treina Fluminense com Manoel e Felipe Melo

Tudo por conta de retornos importantes do departamento médico e da preparação física. Contra o Bahia, o Flu já teve a volta de Manoel na zaga. E o defensor de 34 anos deve seguir como titular ao lado do capitão Felipe Melo, que também retorna após ser poupado na Fonte Nova. Os dois treinam como titulares no time de Fernando Diniz esta semana.

Manoel voltou a ser titular do Fluminense contra o Bahia - Foto: Fluminense FC
Manoel voltou a ser titular do Fluminense contra o Bahia – Foto: Fluminense FC

Mesmo que ainda não estivesse 100%, Manoel voltou à defesa contra o Bahia, e apesar da derrota, fez uma boa partida. Ele foi substituído aos 22 minutos do segundo tempo, quando Diniz queria dar mais ofensividade ao time. Embora tenha sido driblado no gol da vitória de Cauly, o defensor foi bem em seu retorno.

Manoel passou oito meses suspenso por doping pela Conmebol, mas provou que foi alvo de contaminação. Ele não joga ao lado de Felipe Melo na zaga desde fevereiro de 2023, quando o Fluminense venceu o Audax por 3 a 0, com três gols de Germán Cano, na campanha do bicampeonato carioca.

Dupla de zaga tem bom aproveitamento pelo Fluminense

Quando Felipe Melo chegou ao Fluminense, em 2022, Manoel já estava no clube. O atual capitão do Tricolor jogou com o zagueiro em diversas formações, seja como volante ou ao lado dele na defesa. E o aproveitamento é muito bom nos 38 jogos em que estiveram juntos em campo.

Felipe Melo volta ao Fluminense contra o Vasco - FOTO: LUCAS MERÇON/FLUMINENSE FC
Felipe Melo volta ao Fluminense contra o Vasco – FOTO: LUCAS MERÇON/FLUMINENSE FC

Nessas partidas, foram 25 vitórias, três empates e nove derrota, um aproveitamento de 70,3% dos pontos. Além de tudo, o retorno da dupla de zaga deve trazer uma segurança maior ao Flu, que se ressente da perda de Nino e da ausência do já convertido Thiago Santos no setor.

O Fluminense sofreu 20 gols em 19 jogos em 2024 e vê a defesa ser o seu grande calcanhar de aquiles na temporada, seja na marcação ou na construção de jogo.

Próximos jogos do Fluminense

  • Fluminense x Vasco – Campeonato Brasileiro – sábado, 20 de abril – 16h (de Brasília);
  • Cerro Porteño x Fluminense – Libertadores  – quinta-feira, 25 de abril – 19h (de Brasília).
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo