Brasileirão Série A

Flamengo x Corinthians será termômetro para Tite e elenco após incômodo interno

Temperatura não subiu tanto assim nos bastidores, mas incômodo de Tite e elenco com a má fase do Flamengo é nítido

O momento ruim dentro de campo refletiu nos bastidores do Flamengo. Tite e companhia mostraram incômodo em cobranças internas após os tropeços dos últimos jogos, a fim de tirar a equipe dessa situação complicada. O jogo contra o Corinthians, por essa e outras razões, será um termômetro para entender o comprometimento do time com a volta por cima.

O ponto de virada está apresentado, ainda mais para Tite, que enfrenta seu ex-clube em momento semelhante ao vivido pelo Flamengo.

Cobranças internas

Mesmo com a sequência negativa, a comunicação no Flamengo continua com a integridade intacta. Não há qualquer tipo de desgaste entre elenco, comissão técnica e diretoria, pelo contrário, todos conseguem coexistir de maneira pacífica, com conversas sempre em bom tom. Isso não significa, contudo, que não existam cobranças internas no clube.

Diante da ambição que o trabalho de Tite mostrou no começo do ano, além da vontade dos atletas de voltarem a fazer história após um 2023 péssimo, o sentimento nesse momento é de frustração. O fato do time ter se tornado previsível incomoda todos internamente, e as tentativas por soluções acontecem diariamente, mais ainda por parte da comissão técnica.

Tite já sorriu muito em 2024, mas, no momento, o clima é de foco no trabalho pelo Flamengo (Foto: Jorge Rodrigues/AGIF/Sipa USA)

O sinal de alerta está ligado, claro, diante das péssimas exibições do time. O nível técnico só não é pior do que os resultados, já que o Flamengo venceu apenas o Amazonas nos últimos cinco jogos, sendo derrotado em três: Bolívar, Botafogo e Palestino.

Confiança acima do fator tático

Melhorar o nível técnico costuma trazer resultados, mas a confiança é a parte mais importante dessa equação. Quando chegou ao Flamengo, Tite bateu bastante na tecla de mudar a mentalidade da equipe, buscando maior segurança para, aí sim, tratar do equilíbrio. O problema é que todo o trabalho feito ao longo de seis meses caiu por terra em abril.

O desgaste, as trocas no time, as inseguranças pelos resultados ruins, tudo culminou na quebra dessa confiança do Flamengo. Tite precisará repetir o processo realizado quando chegou ao clube, que deu muito certo, por sinal, para sair desse buraco.

Tite precisará retomar a confiança no elenco para sair da fase ruim em 2024 (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Os problemas na confiança, inclusive, são vistos pelos mais supersticiosos no clube como uma certa negatividade. Contra Red Bull Bragantino e Palestino, por exemplo, o Flamengo teve inúmeras chances para vencer, mas não conseguiu capitalizar. Segundo apurou a Trivela, a certeza nos próximos passos do trabalho está baseada em maior tranquilidade dentro de campo.

Tite reencontra o Corinthians

Para tentar virar a chave, Tite tem um confronto muito especial pela frente. O comandante reencontrará o Corinthians neste sábado (11), em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O Timão foi o clube que mais rendeu títulos ao treinador, tendo sido, inclusive, campeão da Libertadores e do Mundial. O momento agora é outro.

O Flamengo precisa vencer de qualquer maneira para espantar a crise, ainda mais diante de um rival paulista que também vive momento de instabilidade na temporada. Mais importante que a confiança, a variação tática e a manutenção do trabalho, só o sorrido do torcedor no Maracanã. Mais de 45 mil ingressos já foram vendidos, e a expectativa é de casa cheia.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo